domingo, 30 de novembro de 2014

VERGONHA, VERGONHA, VERGONHA...

Rui Quinta disse à uma semana que " Já percebemos melhor os terrenos que pisamos". Mas quais esses terrenos? Uma goleada por meia dúzia de golos??? O FC Penafiel vai de mal a pior e esta goleada veio confirmar isso. Já não vale apena o discurso de que tudo vai melhorar, porque não vai acontecer.
 A equipa desde o início foi mal estruturada e mal orientada e contratações em janeiro já virão tarde. Os jogadores contratados no início da época não têm qualidade e a época que estamos a fazer deve-se a isso.
 Ontem aconteceu mais uma desgraça, sofrer 6 golos no 25 de abril não há memória e com este andar corremos sérios riscos de fazer a pior época de sempre.
  O Penafiel nos primeiros 30 minutos até jogou de igual para igual mas depois a eficácia bracarense veio ao de cima. Aos 12 minutos o Braga já se encontrava a ganhar, depois de uma bola ser metida no meio da defesa penafidelense. O Penafiel respondeu com uma grande penalidade a ser convertida por Rabiola. Era um resultado justo até à meia hora de jogo, mas depois o Braga acelerou um pouco e nunca mais se viu o Penafiel. Antes do intervalo o Braga fez o 1-2 de bola parada e foi para o descanso a ganhar. Na segunda parte os golos bracarenses foram aparecendo naturalmente e aos 62 minutos  quando o resultado já estava 1-4 Rui Quinta fez a primeira substituição. A troca de jogadores não deu em nada e o Penafiel ainda sofreu mais dois golos. Mais uma vez as debilidades notaram-se em todos os setores. Na defesa as bolas chegavam aos avançados bracarenses sem oposição, no meio campo não havia criatividade e no ataque não há golos. Assim a tarefa fica complicada e a segunda divisão apesar de ainda estarmos na 11.ª jornada fica cada vez mais perto.
  Os adeptos estão descontentes e as bancadas cada vez mais vazias. E com a vergonha que se passou ontem as coisas tendem em piorar.
 Penafiel alinhou com Haghighi, Dani, Pedro Ribeiro, João Pedro, Vitor Bruno, Romeu Ribeiro (André Fontes 63'), Ferreira, João Martins, Aldair (Guedes 62') M'Bala e Rabiola (Rui Miguel 66'). Suplentes não utilizados: Coelho, Nelson Lenho, Quinones e Capela.

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

PENAFIEL - BRAGA, NÃO FIQUES EM CASA


O FC Penafiel recebe amanhã o SC Braga em jogo a contar para a 11.ª jornada da primeira liga. O historial entre as duas equipas no 25 de abril dá uma clara vantagem à equipa penafidelense. Em 12 encontros a contar para a primeira divisão o Penafiel venceu nove, havendo um empate e apenas duas vitórias para os minhotos. Mesmo na época 2005-2006 em que o Penafiel obteve uma época desastrosa o Braga não foi além de um empate a zero bolas no 25 de abril, sendo a última vez em que os clubes jogaram entre si.
  Historicamente o Braga tem grandes dificuldades em Penafiel e amanhã espera-se tal facto.

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

GIL VICENTE É O ADVERSÁRIO NA TAÇA DE PORTUGAL


  O Gil Vicente foi o clube sorteado para defrontar o FC Penafiel na Taça de Portugal. O jogo está agendado para o dia 17 de dezembro, uma quarta feira. Será um jogo entre as duas equipas que ocupam os dois últimos lugares na primeira divisão. Será um jogo equilibrado tendo o Gil Vicente vantagem porque joga em casa.

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

RESUMO, PENAFIEL 1-0 AVES

domingo, 23 de novembro de 2014

DEVER CUMPRIDO, PENAFIEL NOS OITAVOS

O FC Penafiel venceu hoje o Desportivo das Aves por 1-0 e seguiu em frente na Taça de Portugal. 
  A equipa penafidelense esteve uns furos acima do que é habitual e dominou a partida durante quase toda a partida. O início do jogo os rubro negros entraram fortes e logo aos 5 minutos, Rabiola podia ter inaugurado o marcador mas isolado rematou muito fraco à figura de Quim. Aos 16 minutos depois de um cruzamento de M'Bala e de um mau alívio de um defesa avense João Martins apanhou a bola a jeito e rematou à entrada da área para fazer o 1-0. O Aves tentou responder e através do antigo jogador penafidelense Caballero criou algum perigo para Coelho. Até ao intervalo o jogo em oportunidades esteve repartido.
  Na segunda parte Rafa ficou no balneário por precaução e entrou Romeu Ribeiro, o Penafiel entrou mais forte  e criou algumas situações de golo criadas sempre pelas alas, mas o golo nunca chegou acontecer. Aos 76 minutos um jogador do Aves que entrou na partida aos 66 minutos levou o cartão vermelho devido a uma entrada muito feia sobre Vitor Bruno. A partir daí as coisas ficaram mais facilitadas para a equipa de Rui Quinta, circulou a bola e ainda teve algumas ocasiões de golo, a mais flagrante de Bruninho que entrou para o lugar de João Martins quase acabar o jogo, o remate saiu enrolado e fraco depois de um bom trabalho de M'Bala na esquerda.
  O jogo chegou ao fim e a vitória pertenceu ao Penafiel.  Foi um jogo razoável do dos penafidelenses, mas não esquecendo que jogou com uma equipa fraca que pouco trabalho deu aos jogadores do Penafiel. Contudo é a segunda vitória consecutiva apesar de estas serem com equipas de segunda liga.
  Novamente o FC Penafiel está a fazer uma boa campanha na Taça de Portugal faltado agora saber o adversário nos oitavos de final, o sorteio será esta semana.

O Penafiel alinhou com Coelho, Dani, João Pedro, Pedro Ribeiro, Vitor Bruno, Rafa (Romeu Ribeiro 45'), Ferreira, João Martins ( Bruninho 88'), M'Bala, Aldair e Rabiola (Guedes 67'). 
Não utilizados: Tiago, Tony, Grilo e Rui Miguel.

MISTER RUI QUINTA É IMPERATIVO GANHAR

  O Penafiel irá receber o Desportivo das Aves em jogo a contar para a Taça de Portugal e um resultado que não uma vitória não se aceita. Já chega de maus resultados e contra uma equipa de segunda liga que está a três pontos dos lugares de descida só uma vitória importa nos 90 minutos. Já não há paciência para derrotas e discursos de vitórias morais, discursos estes que Rui Quinta tem proferido já não são bem recebidos entre os adeptos penafidelenses.
  Para o treinador penafidelense parece que está sempre tudo bem e aceita as derrotas como se nada fossem, como se fosse um resultado normal, os sócios rubro negros estão fartos de más exibições, maus resultados, jogadores lesionados que nunca jogaram e más opções no onze inicial e discurso de que está tudo bem...VITÓRIAS E BOAS EXIBIÇÕES NECESSITAM-SE.
  Para este jogo Rui Quinta pode contar com Haghighi que já está em Penafiel depois de representar a seleção. Bura e Henrique como sempre estão lesionados e não poderão dar o contributo à equipa.
  O jogo será às 15:00 horas e os bilhetes para associados apenas custam 3 euros. Mesmo assim espera-se poucos adeptos no estádio pois as exibições e resultados não têm ajudado a manter os poucos associados que temos nas bancadas.
   

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

VITÓRIA NÃO SERVIU E PENAFIEL FOI ELIMINADO

   O FC Penafiel venceu ontem o Covilhã por 1-0, mas a vitória não chegou para passar à 3.ª fase da Taça da Liga.
 A equipa penafidelense tinha que vencer por dois golos de diferença para no mínimo ir às grandes penalidades, tal facto não aconteceu e a equipa liderada por Rui Quinta foi eliminada da taça liga. Por isso um dos objetivos da época foi por água abaixo. A passagem à próxima fase traria dinheiro, prestígio e mais dinheiro com receita de bilheteira.
   Rui Quinta está satisfeito com a exibição dos jogadores penafidelenses, dando a resposta ao murro na mesa do presidente António Gaspar Dias. Ora se o técnico penafidelense está satisfeito com a exibição, os adeptos não o acham, pois estão desiludidos tanto com a exibição da equipa como com a eliminação da Taça da Liga.
    O discurso de Rui Quinta é sempre o mesmo dizendo que as coisas estão e melhorar, mas a verdade é que pelo mais que os jogadores se esforçem os resultados não aparecem e esta eliminação desta competição comprova isso.
  O Covilhã é uma equipa de meio de tabela da segunda liga e o FC Penafiel é uma equipa de primeira liga e tinha a obrigação de avançar na competição mas tal facto não aconteceu.
 Falando do jogo, a equipa penafidelense até dominou o encontro e marcou cedo através de Rabiola aos 7 minutos mas o domínio não se concretizou em grandes oportunidades de golo. Ferreira jogou à frente de João Martins e Rafa não se percebendo porquê e falta de criatividade nos lances de ataque foram evidentes.
  A equipa de Francisco Chaló tinha uma vantagem de dois golos  e conseguiu levar a melhor sobre o seu antigo clube.
  Domingo há a Taça de Portugal e uma derrota com  o Aves que este ano está a lutar para não descer fará os adeptos penafidelenses revoltarem-se. Ainda houve palmas no final deste último jogo, com o Aves se acontecer uma derrota as palmas acabarão. Já não há paciência...
 
Neste jogo da taça da liga o Penafiel alinhou com Coelho, Dani, João Pedro, Pedro Ribeiro, Vitor Bruno, Rafa (Rui Miguel, 71'), João Martins, Ferreira, M'Bala (Quinones, 62'). Aldair e Rabiola (Guedes, 75).
Suplentes não utilizados: Tiago, Tony, Paulo Grilo e Romeu Ribeiro.

Assistência: Cerca de 350 espetadores

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

PENAFIEL PERDE COM EQUIPA FRACA, COMO É POSSIVEL ?

O FC Penafiel perdeu com o Boavista no Bessa por 1-0 sendo o resultado lisonjeiro. O Boavista na segunda parte teve várias oportunidades de golo e se o Penafiel perdesse por 3 ou 4, não admirava nada.
  O que admira é uma equipa que veio do campeonato nacional de seniores ganhar a um Penafiel que teve todo o tempo para formar um plantel de primeira liga.
  A primeira parte foi equilibrada com poucas oportunidades de golo, sendo as poucas que houve para o Boavista.
  Na segunda parte o Boavista dominou por completo o jogo e criou várias oportunidades de golo. Haghighi foi a figura do encontro fazendo um punhado de boas defesas anulando o golo até onde foi possível.
 A melhor situação de golo penafidelense saiu de uma jogada entre Rui Miguel e M'Bala que cruzou muito bem para Aldair, mas o extremo penafidelense rematou bem por cima da baliza, quando tinha tudo para fazer o golo.
  O Boavista marcou a 10 minutos do fim depois de um cruzamento em que Aldair se queixou de uma mão na cara. O cruzamento foi executado quase sem oposição e na área Pedro Ribeiro e Tony não estiveram à "altura" e a bola sobrou para Carlos Santos que fez o resultado final.
  Rui Quinta foi obrigado a mexer no onze inicial. Algumas lesões e Ferreira que adoeceu durante a semana fizeram Rui Quinta colocar mais um onze diferente. Algumas opções no mínimo discutíveis como por exemplo colocar Tony (muito lento) a defesa direito sabendo que havia Brito do outro lado, um extremo rápido. Com Ferreira fora, Romeu Ribeiro era uma boa opção para o seu lugar, um jogador com raça que podia discutir os lances com os aguerridos jogadores boavisteiros. Rui Miguel a jogar a número 10 voltou a ver-se que não é uma grande opção. 
O melhor deste jogo foi sem dúvida Haghighi que depois de várias criticas durante a semana deu uma boa resposta.
  O Penafiel e Gil Vicente estão se a distanciar dos outros clubes que lutam pela manutenção e a situação é preocupante. E agora a equipa penafidelense irá jogar com o Braga.

O Penafiel alinhou neste jogo com Haghighi, Tony, Pedro Ribeiro, João Pedro, Nelson Lenho (Quinones, 90'), André Fontes, João Martins, Rui Miguel (Guedes, 57') M'Bala (Vitor Bruno, 77), Aldair e Rabiola.
Suplentes não utilizados: Coelho, Dani, Rafa e Romeu Ribeiro.

 

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

terça-feira, 4 de novembro de 2014

NOVELA HAGHIGHI CONTINUA


Depois de tantas semanas para contratar o guarda redes que esteve no mundial de futebol a novela Haghighi continua em Penafiel, e parece que não há maneira de Haghighi se sentar no banco de suplentes.
  O iraniano com o Sporting esteve mal em alguns lances, com o Rio Ave meteu um frango de todo o tamanho e com o Estoril sofreu dois golos de livre.
  Os golos foram de grande execução, mas será que o guarda redes não podia ter feito melhor ?
  À primeira vista no estádio o primeiro golo pareceu mais um grande frango, mas depois de ver as imagens na televisão vê-se que não foi tanto assim. Os remates de Rafael e Tozé foram muito bem marcados, mas os remates não eram indefensaveis.

 Nas imagens aqui apresentadas, mostram a posição de Haghighi na altura dos remates. Sinceramente a posição do iraniano não é a melhor. Entre o guarda redes e o primeiro poste há tanto espaço que era difícil não marcarem golo. Com este posicionamento entre os postes nem o melhor guarda redes do mundo conseguia travar este remate. Haghighi encosta-se demasiado ao poste mais distante da bola, ainda para mais os livres foram muito descaídos para as laterais. E obviamente Haghighi foi mal batido.
  Temos o Coelho no banco de suplentes, guarda redes que na época passada deu tanta confiança na subida de divisão e não meteu metade da "água" que Haghighi meteu em meia dúzia de jogos.
  Mas o porquê de Haghighi continuar a defender ? Se há alguma clausula em que o jogador tenha que jogar uns tantos jogos, essa cláusula se existir nunca devia ter sido feita. Se é uma opção técnica, está na hora de dar a vez a Coelho. Os interesses do FC Penafiel estão acima de tudo.

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

CLASSIFICAÇÃO E CURIOSIDADES


Clica na imagem
 A equipa de Rui Quinta já conta com três derrotas consecutivas e na classificação está em penúltimo lugar com apenas 4 pontos. As equipas que seguem à fente do Penafiel na tabela , são também candidatas à descida e elas são, Boavista, Arouca, Académica e Setúbal, tendo elas 7 e 8 pontos.
  Analisando o calendário destas equipas que lutam para não descer o Penafiel e o Boavista já jogaram com 7 adversários que se encontram nas primeiras dez posições. O Moreirense e Belenenses que no início do campeonato estavam no lote de equipas que poderiam descer de divisão estão bem classificadas com 13 e 14 pontos.
  Arouca, Gil Vicente e Setúbal só jogaram por 5 vezes com os 10 primeiros classificados e a Académica apenas 4. As próximas jornadas fora de portas, o FC Penafiel irá defrontar Boavista, Arouca e Académica, equipas que lutam pela permanência e é aí que o Penafiel não pode perder pontos. A única vez que o Penafiel jogou com uma equipa deste lote que lutam pela permanência venceu e venceu bem. Apesar de haver muito campeonato pela frente as próximas jornadas serão decisivas e vão servir para ver se o Penafiel voltará a ser o bombo da festa como aconteceu em 2005-2006 ou se a equipa se irá encostar aos outros clubes
que lutam pela permanência.

domingo, 2 de novembro de 2014

GOLOS DE BOLA PARADA DECIDIRAM

Mais uma vez o Penafiel voltou a perder 3 pontos no estádio 25 de abril desta vez com o Estoril Praia.
 A equipa orientada por José Couceiro colocou-se em vantagem logo nos primeiros minutos de jogo através de um livre executado por Rafael. Foi um mau começo de partida para o FC Penafiel que teve de correr atrás do prejuízo mas que na primeira parte nunca tiveram um remate de verdadeiro perigo. Os estorilistas anularam sempre as jogadas dos jogadores rubro negros.
  Na segunda parte a equipa de Rui Quinta entrou melhor, tentou o golo, mas depois de uma falta muito duvidosa assinalada por Duarte Gomes Tozé fez o 2-0 novamente de livre direto.
 Foi o desânimo total nos jogadores e nas bancadas.
   Rui Quinta colocou em campo M'Bala e Rabiola e os dois jogadores mexeram com o jogo, mostrando alguma agressividade no ataque algo que durante a partida não houve. Aos 85 minutos Rabiola foi derrubado na área e o próprio cobrou a grande penalidade reduzindo para 1-2. Nos últimos minutos o Penafiel tentou o golo do empate e quase conseguiu. Os homens que mexeram com o jogo tiveram nos pés a oportunidade de igualar a partida, mas o remate de M'Bala não foi colocado atirando na direção do guarda redes e na recarga Rabiola rematou muito fraco.
  O jogo acabou e o Penafiel tinha perdido mais uma vez. É verdade que o Penafiel não fez um grande jogo, mas o Estoril apenas marcou de bola parada e um empate até se justificava pelo que a equipa fez na segunda parte. Mas também é verdade que a equipa precisa de qualidade e só em janeiro se pode resolver esse problema. 
  Na classificação o Penafiel não está tão mal como se parece, o Gil Vicente voltou a não ganhar, o Setúbal perdeu, o Arouca empatou e uma vitória do Penafiel colocará a equipa no lote destas equipas com diferença de um ou dois pontos. Já sabíamos que ia ser assim esta primeira liga e é preciso acreditar. Um resultado positivo no Bessa no próximo domingo é preciso. Nada está perdido e há muito campeonato pela frente. FORÇA PENAFIEL

O Penafiel alinhou com Haguigui, Dani, Nelson Lenho (Vitor Bruno, 61'), Pedro Ribeiro, João Pedro, Ferreira, André Fontes, Quinones (M'Bala, 74'), Aldair, Rui Miguel e Guedes (Rabiola, 71').
Não utilizados: Coelho, Grilo, João Martins e Capela.

RESUMO, PENAFIEL 1-2 ESTORIL