segunda-feira, 26 de outubro de 2015

COSME MACHADO DESTABILIZOU

O FC Penafiel ontem teve uma arbitragem vergonhosa por parte de Cosme Machado que tudo fez para o Penafiel perder pontos no seu estádio.  
  Logo no início do jogo marcou uma grande penalidade a favor dos serranos, Cosme Machado viu uma mão de Pedro Araújo dentro da área que só ele e o árbitro assistente viram. Coelho em grande defendeu  o remate. Mas o árbitro da partida, como a penalidade não resultou resolveu expulsar Tiago Barros aos 27 minutos.
  A equipa de Carlos Brito mesmo com menos uma unidade em campo equilibrou o jogo e anulou sempre as incursões do Covilhã.
 Na segunda parte e com um jogador a menos o Penafiel não criava perigo e só de bola parada chegou à baliza de Taborda, e logo aos 49 minutos João Martins de livre direto bateu o guardião da Covilhã. 
Aos 57' nova bola parada em posição frontal onde João Martins chamado a rematar, fez um grande golo, colocando o FC Penafiel a vencer por 2-0. Com dois golos de avanço e com o Covilhã a não importunar Coelho o jogo parecia resolvido.
 Mas nos últimos 20 minutos o Penafiel baixou um pouco as linhas e aos 74 minutos um remate de sorte atraiçoou Coelho colocando o resultado pela margem mínima. Aos 78' o Covilha marcou por intermédio de Soares que passando pelos defesas penafidelenses teve oportunidade de rematar sem oposição fazendo o 2-2. Nos últimos 10 minutos Carlos Brito fez duas alterações mas já foi tarde, pois com menos um jogador em campo e com dois golos de vantagem devia ter resguardado mais o meio campo.
  Foi pena, foram dois pontos que se perderam na luta pela subida de divisão. Mesmo assim os nossos jogadores estão de parabéns pois tudo fizeram para conquistar três pontos.

Jogo disputado no Estádio 25 de Abril, em Penafiel.
Penafiel-Sp. Covilhã, 2-2
Ao intervalo: 0-0
Marcadores:
1-0, João Martins, 49'
2-0, João Martins, 57'
2-1, Mateus, 74'
2-2, Soares, 78'

Equipas:

- Penafiel: Coelho, Luís Dias, Amoreirinha, João Paulo, Pedro Araújo, Djibril, João Martins, Tiago Barros, Caetano (Gonçalo Abreu, 46), Yero (Aldair, 80) e Mbala (Ângelo Menezes, 90+2).
(Suplentes: Ivo Gonçalves, Ângelo Menezes, Tiago Rosa, Edú, Gonçalo Abreu, Bruninho e Aldair).Treinador: Carlos Brito.
- Sporting da Covilhã: Taborda, Tiago Moreira, Edgar, Joel, Soares, Victor Massaia (Bilel, 46), Gilberto (Elenilson, 55), Zé Tiago, Davidson, Kevin (Mateus, 70) e Mailó.
(Suplentes: Igor, Zé Pedro, Elenilson, Diarra, Xeca, Mateus e Bilel).Treinador: Francisco Chaló.

Árbitro: Cosme Machado (Braga).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Mailó (19), Victor Massaia (39), Pedro Araújo (83), Aldair (85), Soares (90) e Djibril (90+2). Cartão vermelho direto para Tiago Barros (27).
Assistência: Cerca de 600 espetadores.
  
 

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

UM PENAFIEL ACIMA DA MÉDIA

O Penafiel foi um dos tomba gigantes na última eliminatória da taça de Portugal, eliminando o Vitória de Guimarães com uma vitória por duas bolas a zero. 
  Foi um bom jogo de futebol com várias oportunidades de golo para ambas as equipas. Ivo talvez o melhor em campo negou o golo aos vimaranenses por várias vezes com um punhado de boas defesas, mostrando que o guarda redes algarvio é uma boa opção para a baliza penafidelense.
  Os golos só apareceram na segunda parte com Yero a Gonçalo Abreu a fazerem os tentos rubro negros. O primeiro aos 50 minutos foi após um canto batido por João Martins, estando yero no sítio certo cabeceando para o fundo das redes de Assis.  Aos 69 minutos aconteceu o golo de Gonçalo Abreu, outra assistência de João Martins e o madeirense com um grande golpe de cabeça fez um golo idêntico ao de João Pinto no celebre jogo Portugal 3-2 Inglaterra.
  Foi um golo que descansou os adeptos penafidelenses e que transportou para as bancadas uma alegria descomunal.
  Nos últimos 20 minutos a equipa de Sérgio Conceição tentou marcar um golo e quase o conseguiu graças a três boas ocasiões, mas a sorte estava com o FC Penafiel e o 2-0 foi o resultado final.
  Foi uma grande vitória sobre uma equipa da primeira liga a segunda na taça de Portugal.
  A equipa Rubro negra está agora nos 16 avos de final estando o sorteio marcado para a próxima sexta feira.
  Esta vitória foi dedicada com certeza aos adeptos presentes no estádio, sócios que não se importaram de desembolsar apenas 5 euros para ver esta grande vitória do FC Penafiel sobre o Vitória de Guimarães.

O Penafiel alinhou com Ivo Gonçalves, Dias, Amoreirinha, João Paulo, Pedro Araújo,  Djiril, Tiago Barros (Ângelo Meneses 85'), João Martins, Caetano ( Aldair 90'), M'Bala (Gonçalo Abreu 65') e Yero.Suplentes não utilizados: Coelho, Bata e Kalindi

 
 


domingo, 11 de outubro de 2015

JOGOU-SE POUCO EM BARCELOS

O Penafiel obteve uma derrota em Barcelos por 1-0 em jogo antecipado da 21.ª jornada com o golo barcelense  a ser marcado no primeiro tempo aos 29 minutos.
  O começo do jogo pertenceu aos penafidelenses com o controlo do jogo a pertencer à equipa comandada por Carlos Brito. Nos primeiros 15 minutos o FC Penafiel teve duas boas oportunidades de golo com Aldair e M'Bala na cara do guarda redes mas atirando a bola à figura do guarda redes.
  Depois do primeiro quarto de hora o Gil Vicente tomou conta do meio campo penafidelense e da partida e aos 29 minutos adiantou-se no marcador por Vitor Gonçalves.
  O Penafiel sem avançados de raiz, sem Yero castigado e sem Vieira lesionado, Carlos Brito optou por Bata na frente de ataque, mas a opção revelou-se um fracasso. Bata não teve atitude no ultimo terço do campo, não criou uma oportunidade de golo, e não se sabia posicionar para atacar o golo. O meio campo parecia cansado com Diogo Melo e Tiago Barros pareciam não estar a 100% e só Caetano deu alguma luta. Uma palavra para Dias e Amoreirinha que deram tudo em campo e dignificaram a camisola penafidelense como têm feito sempre sendo um exemplo para os colegas de equipa. Amoreirinha  ainda na primeira evitou um golo certo num corte espetacular de cabeça na linha de golo. 
  Na segunda parte Carlos Brito colocou Gonçalo Abreu em campo na vez de M'Bala e João Martins no meio campo passando Caetano para a ala direita. As substituições não sortiram efeito e o FC Penafiel não conseguiu criar grande perigo na área minhota. Diogo Melo ainda lesionou-se entrando para seu lugar Djibril.
 Bruno Paixão deu 5 minutos de desconto devido ao anti jogo dos jogadores gilistas mas o Penafiel foi incapaz de chegar à baliza de Serginho. 
  Os jogadores penafidelenses têm que ter mais atitude em campo, jogar com garra em todos os jogos. A segunda liga é uma competição de regularidade e em Maio só sobe à primeira liga quem der tudo em todos os jogos e os jogadores penafidelenses não o estão a fazer. Há algumas excepções como já foi referido neste jogo os casos de Amoreirinha e Dias.
  Há muito trabalho a fazer e a entrega ao jogo é a principal crítica que os adeptos fazem aos seus jogadores.

Jogo no Estádio Cidade de Barcelos
Gil Vicente-Penafiel, 1-0
Ao intervalo: 1-0.
Marcador:
1-0, Vítor Gonçalves (30).

Equipas:

- Gil Vicente: Serginho, Pedro Lemos, Cadú, Sandro, Kiki, Djamal, Vítor Gonçalves (Platiny, 84), Yartey (Vagner, 63), Avto (Alphonse, 77), Paulinho e Simy.
(Suplentes: Júlio Neiva, Vagner, Platiny, Alphonse, Peck's, Goba e André Soares).Treinador: Nandinho.
- Penafiel: Coelho, Luís Dias, João Paulo, Amoreirinha, Daniel Martins, Diogo Melo (Djibril, 63), Tiago Barros, Caetano, Aldair (João Martins, 58), Bata e Mbala (Gonçalo Abreu, 46).
 (Suplentes: Ivo, Ângelo Meneses, Djibril, Bruno, João Martins, Kalindi e Gonçalo 
Abreu).Treinador: Carlos Brito.

Árbitro: Bruno Paixão (Setúbal).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Mbala (44), Aldair (51), João Paulo (54), Vítor Gonçalves (78), Gonçalo Abreu (80) e Serginho (90+3).

Assistência: Cerca de 500 espetadores.

domingo, 4 de outubro de 2015

CLASSIFICAÇÃO


sábado, 3 de outubro de 2015

AVANÇADOS COM FALTA DE PONTARIA

  Hoje o FC Penafiel empatou no 25 de abril com o Ac. de Viseu a zero bolas. No geral foi um bom jogo de futebol com garra, oportunidades de golo e boas jogadas, no entanto o empate a zero bolas foi o resultado. A equipa viseense com três jogadores que já jogaram em Penafiel, Capela, Romeu Ribeiro e Alex criou alguma dificuldades ao Penafiel no primeiro tempo mas a equipa de Carlos Brito depressa equilibrou o jogo. A melhor oportunidade dos primeiros 45 minutos pertenceu à equipa penafidelense com Yero a desperdiçar de baliza completamente escancarada levando a bola a embater no poste. Na defensiva contrária o Viseu também teve uma boa oportunidade de golo mas Coelho fez a defesa da tarde evitando o golo da equipa orientado por Ricardo Chéu. 
  Na segunda parte o jogo foi muito aguerrido, com várias faltas e com o árbitro da partida a ver muitas faltas da equipa do FC Penafiel e a ver poucas do Viseu. Luís Ferreira "encostou" para os lados de Viseu e prejudicou a equipa rubro negra.
  Aos 62 minutos expulsou Yero com o segundo amarelo deixando o Penafiel a jogar com 10 elementos depois de uma grande penalidade não assinalada julgando o árbitro uma simulação.    Caetano passou a ocupar a posição de ponta de lança estando os restantes jogadores com tarefas defensivas devido à incursão dos jogadores da turma de Viseu no ataque. Até aos 80 minutos o Penafiel não criou oportunidades de golo mas depois da expulsão de Capela, os últimos minutos foram frenéticos com o Penafiel a atacar e a tentar o golo que poderia ter acontecido já nos descontos através de Vieira depois de um excelente cruzamento de Gonçalo Abreu. O avançado brasileiro atrapalhou-se e não conseguiu introduzir a bola na baliza. O jogo terminou com um empate tendo agora as duas equipas 15 pontos.

Jogo no Estádio Municipal 25 de Abril, em Penafiel.
Penafiel - Académico de Viseu, 0-0.

Equipas:

- Penafiel: Coelho, Luís Dias, Amoreirinha, João Paulo, Daniel Martins, Diogo Melo, Tiago Barros, Aldair (Gonçalo Abreu, 66'), Caetano (Vieira, 80'), Mbala (Djibril, 66') e Yero.
(Suplentes: Ivo, Ângelo Menezes, Djibril, Bruno, Vieira, Kalindi e Gonçalo Abreu).
Treinador: Carlos Brito.

- Académico de Viseu: Janota, Tiago Costa, Tiago Goncalves, Mathaus, Capela, Kiko, Romeu Ribeiro, Alex Porto, Clayton (Yuri, 57'), Carlos Eduardo (João Ricardo, 92') e Fonseca (Fábio Martins, 62').
(Suplentes: Ruca, Gradíssimo, Yuri, Tomé, João Ricardo, Lameirão e Fábio Martins).
Treinador: Ricardo Chéu.

Árbitro: Luís Ferreira (AF Braga).
Ação disciplinar: cartão amarelo para João Paulo (34'), Mbala (45'), Kiko (55'), Yero (58' e 62'), Luís Dias (68'), Diogo Melo (72'), Mathaus (76') e Fábio Martins (79'). Cartão vermelho para Yero (62'), por acumulação de amarelos, e direto a Capela (79'). 

Assistência: 559 espectadores.

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

PENAFIEL A SUBIR NA TABELA

O campeonato ainda vai no início mas é bom ver o FC Penafiel nos lugares da frente na tabela classificativa.
 No 25 de abril com o Chaves a equipa venceu a equipa transmontana com um golo solitário de Vieira e ontem a equipa de Carlos Brito voltou a ganhar desta vez no estádio D. Afonso Henriques por 2-3. Os golos penafidelenses foram apontados por Yero, Amoreirinha e por Denis, jogador vimaranense que fez um auto golo. Os dois golos do Vitória de Guimarães foram marcados de grande penalidade, ambos na segunda parte.
  O Penafiel esteve a ganhar por 1-3 mas acabou mais uma vez a partida a sofrer. Fora isso o Penafiel fez uma grande partida, talvez a melhor da época com Caetano mais uma vez a ser uma dor de cabeça para a equipa adversária. 
 No meio destes dois jogos do campeonato a equipa rubro negra realizou dois jogos, um para a taça da liga que perdeu no 25 de abril com o Portimonense e outro para  a taça de portugal que venceu por 0-3 o Lagoa.
  O importante objetivo de seguir na taça da liga ficou pelo caminho, tanto pelo lado desportivo como pelo financeiro. Na terceira fase da competição a probabilidade de jogar com um grande do futebol português é grande e o Penafiel não conseguiu transpor o Portimonense num jogo em casa. Carlos Brito fez algumas opções não habituais no 11 inicial e deu-se mal.
  Na taça de portugal a equipa cumpriu e seguiu em frente na competição.
No campeonato a equipa está neste momento a um ponto dos lugares de subida e a sete pontos do primeiro classificado que é o FC Porto B com 21 pontos.

Jogo no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães.
V. Guimarães B-Penafiel, 2-3.
Ao intervalo: 0-1.
Marcadores:
0-1, Amoreirinha, 42 minutos.
0-2, Yero, 48.
1-2, Dénis Duarte, 52' (grande penalidade).
1-3, Denis Martins, 65' (própria baliza).
2-3, Dénis Duarte, 81' (grande penalidade).

Equipas:

Vitória de Guimarães B: Miguel Silva, Arrondel (Joel, 51), Denis Martins, Dénis Duarte, Dabó, Phete (Nassim Zitouni, 58), Helinho, Fábio Vieira, Gui, Tyler Boyd e Bruno Mendes (Areias, 74).
(Suplentes: Miguel Oliveira, Joel, Serginho, Nassim Zitouni, Alexandre Silva, Ká e Areias).
Treinador: Marco Alves.

Penafiel: Coelho, Luís Dias, Amoreirinha, João Paulo, Daniel Martins, Diogo Melo (Djibril, 69), Tiago Barros, Caetano (Bruninho, 90+2), Aldair, Mbala (Gonçalo Abreu, 76) e Yero.
(Suplentes: Ivo Gonçalves, Ângelo Meneses, Djibril, Gonçalo Abreu, Bruninho, Kalindi e Vieira).
Treinador: Carlos Brito.

Árbitro: Luís Godinho (Évora).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Luís Dias (23), Dénis Duarte (30), Amoreirinha (50), João Paulo (74) e Caetano (87).

Assistência: cerca de 1.000 espetadores.