quinta-feira, 31 de março de 2016

RUI MIGUEL APTO PARA SÁBADO

 Depois das mini férias da Páscoa o plantel voltou a treinar esta semana e Rui Miguel depois de uma ausência de três jogos pode voltar se assim Paulo Alves o entender. 
  As lesões são uma preocupação constante com o avançado penafidelense, mas lesionado ou não, Rui Miguel dá outro andamento na frente de ataque penafidelense. Uma baixa para o jogo com o Sporting B deve ser João Martins que também esta época tem sido muito castigado por lesões.
  No sábado às 11:15 horas espera-se um resultado positivo e se tudo correr bem uma vitória para vingar a derrota em Alcochete por 4-2. 
  Conquistando três pontos o Penafiel ascenderá muito provavelmente ao 10.º lugar da tabela classificativa chegando aos 52 pontos.
  O jogo será transmitido na Sporttv1 e será o único a jogar se a essa hora.

segunda-feira, 21 de março de 2016

VITÓRIA FANTÁSTICA NAS AVES

  O FC Penafiel soma e segue e já conta com 13 jogos consecutivos a ganhar pontos, estando agora a meio da tabela classificativa a 7 pontos dos lugares de descida.
  O jogo na Vila das Aves a equipa de Paulo Alves começou melhor e teve duas oportunidades de golo nos primeiros 20 minutos, enquanto que o Aves o seu primeiro remate à baliza penafidelense foi aos 22 minutos.
  O FC Penafiel através de um canto batido por Daniel Martins inaugurou o marcador por Gonçalo Abreu. num golpe de cabeça. O madeirense já marcou 4 golos no campeonato, dois deles dando seis pontos à equipa rubro negra, ontem nas Aves e frente ao Benfica B no 25 de abril.  
   Ivo na primeira parte não teve grande trabalho pois o Aves nunca importunou verdadeiramente a equipa penafidelense.
  Na segunda parte Nelson Pedroso foi expulso aos 68 minutos e facilitou o trabalho penafidelense. Mesmo com 10 unidades o Aves ainda chegava à baliza de Ivo mas mesmo só de bola parada fez tremer um pouco a centena de adeptos do Fc Penafiel que estavam na bancada. Yero aos 72 minutos entrou para o lugar de Vieira e quase marcou, endereçando a bola à trave. Nos minutos finais a equipa de Ulisses Morais teve duas bolas paradas mas Ivo respondeu bem aos remates.
  Foi mais uma vitória sobre um dos rivais do FC Penafiel na segunda liga e na Vila das Aves, respondendo assim à derrota averbada na primeira volta no 25 de abril. O campeonato parará no próximo fim de semana e no dia 2 de abril o FC Penafiel receberá no seu reduto o Sporting B e em caso de uma vitória a equipa de Paulo Alves ultrapassará os Leões e poderá chegar ao 10.º posto da classificação.

Jogo no Estádio do CD Aves, na Vila das Aves.
Desportivo das Aves - Penafiel, 0-1.
Ao intervalo: 0-1.
Marcador: 0-1, Gonçalo Abreu, 26 minutos. 

Equipas:

Desportivo das Aves: Quim, Chico, Emanuel, Marcos Valente, Nélson Pedroso, Vítor Alves (Syzyl, 60), Tarcísio, José Valente (Diallo, 60), Renato Reis (Felipe Martins, 73) Theo Mendy e Guedes.
(Suplentes: Diogo Freire, André Dias, Felipe Martins, Romaric, Syzil, Diallo e Fernando Silva).
Treinador: Ulisses Morais.

Penafiel: Ivo, Kalindi, Amoreirinha, João Paulo, Daniel Martins, Pedro Ribeiro, Djibril, Caetano (César, 83), Mbala (Tiago Rosa, 90), Gonçalo Abreu e Vieira (Yero, 72)
(Suplentes: Coelho, Ângelo Meneses, César, Tiago Rosa, Edu, Pedro Araújo e Yero).
Treinador: Paulo Alves

Árbitro: Tiago Antunes (Coimbra).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Nélson Pedroso (38 e 68), Tarcísio (42), Gonçalo Abreu (58), Syzyl (79) e Mbala (85). Cartão vermelho por acumulação de amarelos a Nélson Pedroso (68).

Assistência: cerca de 550 espectadores.

quinta-feira, 17 de março de 2016

UM CONHECIDO DE À MUITOS ANOS

Todos os confrontos na Vila das Aves, clica na imagem
Um dos casos entre os dois emblemas
  O Desportivo das Aves e o FC Penafiel são dois emblemas que já se conhecem à muito tempo e são aliás as duas equipas na segunda liga com mais jogos neste campeonato desde que começou em 1990. Mas mesmo antes disso quando a segunda divisão era divida por Zonas as duas equipas já se conheciam. Mas o primeiro Aves - Penafiel aconteceu a 8 de setembro de 1957 quando as duas equipas militavam na I distrital e o resultado foi favorável à equipa avense com um 2-1. Travaram-se muitas lutas entre as duas equipas dentro e fora do relvado. O primeiro caso aconteceu em 1959 quando o Aves com atitude de mau perder ficando em 6.º lugar no campeonato e o Penafiel em 5.º fez um protesto pela equipa penafidelense ter um jogador mal inscrito. A associação do porto assim não o entendeu dando razão à equipa rubro negra.
Jogo na época 85-86, clica na imagem
     Depois houveram muitos casos de confrontos de adeptos em vários jogos, interrupções de jogos, e até jogos que não chegaram ao fim por invasões de campo. É uma longa história que existe entre estes dois clubes.
  Quanto a estatísticas, nas Aves a equipa avense tem uma ligeira vantagem nos confrontos com 13 vitórias, 10 vitórias para o FC Penafiel e existindo 4 empates. Nos golos o Penafiel curiosamente está à frente com 36 golos marcados e 35 sofridos. 
 Em 1985-86 as duas equipas estiveram juntas na primeira divisão, o que só aconteceu uma vez e o resultado nas Aves foi de 2-2 com o golo avense a ser marcado já nos descontos empatando a partida. No entanto no final do campeonato os dois emblemas desceram de divisão.
 

 

VEM APOIAR O CLUBE DA TUA TERRA


quarta-feira, 16 de março de 2016

JOGO EQUILIBRADO ENTRE EQUIPAS CANSADAS

  A equipa penafidelense empatou hoje com o Braga B a zero bolas e continua a pontuar para o campeonato à 12 jogos consecutivos. 
   No jogo de hoje Paulo Alves fez algumas alterações ao onze em relação à Covilhã, casos de Vieira que jogou a titular, Aldair depois da lesão também voltou ao onze e Djibril depois do castigo também jogou a titular.
   Antevia se um jogo difícil e assim se concretizou. O Braga é uma equipa bem orientada, bem estruturada e mostrou isso em campo. A equipa minhota entrou melhor em campo teve mais forte no miolo do terreno traduzindo essa força em posse de bola. Apesar disso o Penafiel foi a equipa que esteve mais perto de marcar através de Pedro Ribeiro que enviou uma bola à barra numa bola parada marcada por Daniel.
   Na segunda parte o técnico penafidelense lançou Gonçalo Abreu e Yero tentando contrariar a equipa do Braga. Mas as duas equipas nunca importunaram de verdade os guarda redes contrários, os jogadores penafidelenses foram apanhados muitas vezes em fora de jogo nunca conseguindo chegar à baliza contrária.
  O empate ajusta se perfeitamente ao que as duas equipas fizeram em campo. O cansaço também foi visível, pois a sobrecarga de jogos foi evidente nesta partida por ambas as equipas.
   Foi mais um ponto ganho na luta pela permanência. Antes desta jornada a equipa rubro negra encontrava-se a 6 pontos da linha de água e agora encontra-se a 5 pontos, perdendo um ponto neste aspeto. A luta tem de continuar pois nada está decidido. 

terça-feira, 15 de março de 2016

MAIS UM JOGO A MÁS HORAS...

   Amanhã às 15:00 mais um jogo a contar para o campeonato, o FC Penafiel recebe o Braga B equipa liderada pelo nosso conterrâneo  Abel. A equipa minhota está a fazer um campeonato tranquilo e na tabela classificativa está em 11.º lugar com mais 4 pontos que o FC Penafiel.
  Comparece e vem apoiar o FC Penafiel mas certifica te que és sócio do nosso clube pois alguns diretores (sempre os mesmos) não querem baixar o preço dos bilhetes em jogos que não vão trazer adeptos da equipa visitante. E sendo assim nem alguma
receita, nem um estádio composto...

segunda-feira, 14 de março de 2016

GRANDES PENAFIDELENSES


  Os penafidelenses compareceram em grande número na Covilhã, liderados obviamente pelos Penaboys que lotaram um autocarro para apoiar o nosso FC Penafiel. Normalmente são só os Penaboys a acompanhar a equipa para todo o lado, mas desta vez um grande número de penafidelenses deslocou-se à Covilhã, cerca de uma centena, talvez pelo tempo, talvez pelo bonito passeio mas com certeza pelo Penafiel. Os Penaboys apoiaram quando tiveram de apoiar e tiveram calados quando tiveram que estar e pelos dois golos finais deu resultado. No final do jogo os jogadores penafidelenses fizeram uma grande festa com os adeptos pois foi um empate difícil que soube a vitória. É pena que em todos os jogos fora de casa praticamente só os penaboys acompanhem a equipa e muito raramente outros adeptos penafidelenses o façam, ontem foi um deles. Mas quem ontem acompanhou os penaboys já prometeu novas viagens para apoiar o nosso Penafiel juntamente com os adeptos mais fervorosos do nosso clube.

FELIZES MINUTOS FINAIS

   O FC Penafiel esta tarde conseguiu um excelente resultado na Covilhã empatando a duas bolas.
 Mais ainda pelo futebol praticado pelos penafidelenses, que hoje não foi igual a si mesmo e claro por ter estado a perder por duas bolas a zero até aos 82 minutos.
  O Covilhã entrou melhor na partida, muito mais forte que a equipa de Paulo Alves. Ivo teve sempre trabalho e negou sempre o golo dos serranos. O FC Penafiel nunca conseguiu encontrar o caminho para a baliza de Taborda sendo o pontapé para a frente o jogo predileto em que Yero muito raramente dominou uma bola. Paulo Alves alterou o onze inicial porque foi obrigado a isso, pois havia muitos indisponíveis no plantel, casos de João Martins, Aldair, Rui Miguel, Diogo Melo e Coelho.  Yero foi o avançado escolhido, Kalindi jogou a ala direita e Pedro Ribeiro a defesa direito. 
  O Covilhã marcou aos 45 minutos mesmo antes do intervalo e diga-se que um golo justo já que o Penafiel esteve 45 minutos adormecido. 
  Na segunda parte o técnico penafidelense retirou Amoreirinha e colocou em campo Vieira. A equipa penafidelense teve mais posse de bola mais poder atacante e até podia ter marcado através de M'Bala e Kalindi mas os remates erraram o alvo. Depois desses lances o Covilhã tomou novamente conta do jogo e aos 66 minutos marcou o segundo golo mais uma vez de bola parada. Foi o desânimo total na centena de penafidelenses que se deslocou à Covilhã para ver o Penafiel. Ivo o melhor jogador em campo fez uma mão cheia de boas defesas não deixando a equipa rubro negra sair da serra com uma goleada.
  Os jogadores apesar de não estarem nos seus dias sempre acreditaram e Vieira com um excelente golpe de cabeça depois de uma bola parada marcada por César reduziu o marcador para 2-1 aos 82 minutos. Os jogadores mais acreditaram e os adeptos também. Aos 88 minutos M´Bala apareceu isolado na esquerda cruzou para Yero que não teve dificuldades em fazer o empate. Foi a alegria total entre jogadores, comitiva penafidelense e adeptos na bancada.
  O final da partida chegou e o FC Penafiel conseguia mais um resultado positivo fora de casa fazendo o 11.º jogo sem perder.
  Quarta feira os durienses recebem o Braga B e esperemos que seja um jogo bem mais conseguido que o da Covilhã. FORÇA PENAFIEL

Jogo no Estádio José Santos Pinto, na Covilhã.Sporting da Covilhã - Penafiel, 2-2.

Ao intervalo: 1-0.

Marcadores:
1-0, Eder Diez, 45'
2-0, Eder Diez, 66'
2-1, Vieira, 82'
2-2, Yero, 88'

Equipas:

- Sporting da Covilhã: Taborda, Tiago Moreira, Massaia, Zé Pedro, Soares, Gilberto, Diarra (Xeka, 90+1), Zé Tiago (Davidson, 72), Traquina, Diogo Ribeiro (Elenilson, 80) e Eder Diez.
(Suplentes: Igor Araújo, Joel, Medarious, Fabinho, Xeka, Elenilson e Davidson). 
Treinador: Francisco Chaló.

- Penafiel: Ivo, Pedro Ribeiro, Amoreirinha (Vieira, 46), João Paulo, Daniel Martins, Djibril, Tiago Barros, Kalindi, Caetano (César, 78), Mbala (Ângelo Meneses, 90) e Yero. 
(Suplentes: Tiago Rocha, Ângelo Meneses, Vieira, César, Tiago Rosa, Pedro Araújo e Gonçalo). 
Treinador: Paulo Alves. 

Árbitro: João Pinheiro (Braga). 
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Tiago Barros (30) e Amoreirinha (44).

Assistência: Cerca de 800 espetadores.
 

sexta-feira, 11 de março de 2016

SERÁ O 11.º JOGO SEM PERDER ???


HISTÓRICO DO COVILHÃ - PENAFIEL

A primeira vitória na Covilhã. Clica na imagem
   Os Leões da Serra como são conhecidos no mundo do futebol e o FC Penafiel já se conhecem desde a década de 60 sendo o primeiro jogo a 03 de abril de 1966, nesse primeiro jogo o FC Penafiel perdeu por 2-1 com o golo penafidelense a ser marcado por Rosendo. Nesta época o FC Penafiel aparecia pela primeira vez na II divisão nacional de futebol, enquanto que o Covilhã já andava à muito tempo nos palcos principais do futebol à muito tempo. Por exemplo quando o FC Penafiel fora fundado em 1951 o Covilhã andava pela primeira divisão, estando várias épocas consecutivas nesse patamar.
  Falando de vitórias, a primeira dos rubro negros no sopé da Serra da Estrela foi a 03 de Novembro de 1968, uma vitória por 1-3 com os três golos a serem apontados por Nelson.
No total de confrontos e jogos na Covilhã o FC Penafiel está em desvantagem, nos 21 jogos disputados na Covilhã o Penafiel conta com 5 vitórias, 6 empates e 10 derrotas. Nos golos os penafidelenses marcaram 17 mas sofreram 24.
Nelson com a camisola do Varzim,
 único clube que representou na 1.ª liga
 Nos últimos anos o Penafiel tem tentado inverter esta situação e tem conseguido, pois nas últimas duas décadas a equipa duriense tem mais vitórias que derrotas, tendo 4 vitórias e 3 derrotas. Só nos anos 60 e 70 é que o Covilhã foi claramente superior mas com o passar dos anos foi perdendo o fulgor de outros tempos.
Nos últimos três encontros há uma igualdade nos resultados, uma vitória, um empate e uma derrota para cada lado.
  As duas equipas esta época estão coladas na classificação com diferença de dois pontos, havendo uma vitória para os penafidelenses a equipa serrana vê se ultrapassada pelo FC Penafiel.
  Veremos o que acontece.

quinta-feira, 10 de março de 2016

NÃO PODES FICAR EM CASA

Marca o teu lugar até às 14:00 de sexta feira. VAMOS APOIAR O NOSSO PENAFIEL

CLASSIFICAÇÃO

Clica na imagem

quarta-feira, 9 de março de 2016

MUDANÇA DE TREINADOR RESULTOU

GOLO DE KALINDI DEU A VITÓRIA
  A mudança de treinador na equipa do FC Penafiel deu certo e hoje consegui-se mais uma vitória com o Gil Vicente por 1-0 com o golo a ser marcado pelo Kalindi aos 27 minutos. Já são 10 jogos consecutivos sem perder e três vitórias consecutivas e Paulo Alves merece a referência, pois conseguiu fazer de uma equipa que não jogava bom futebol, não conseguia bom resultados e nem jogava com raça, numa equipa sempre a lutar pelos três pontos e a conquistar vitórias.
  No jogo de hoje a equipa penafidelense entrou a pressionar o adversário, dominando por completo a equipa gilista. 
  Aos 20 minutos quando o Gil Vicente fez o primeiro remate à baliza o FC Penafiel já levava 7 cantos a seu favor.  Muitas bolas nas alas onde Gonçalo Abreu e principalmente M'Bala estiveram bastante ativos no jogo.  
  Ao décimo canto uma bola sobrou para Kalindi que de primeira fez um golão. Já tinha ensaiado duas vezes antes e à terceira marcou o primeiro golo com a camisola penafidelense levantando das cadeiras os penafidelenses nas bancadas.
  Os primeiros 45 minutos pertenceram à equipa de Paulo Alves e o 1-0 ao intervalo era mais que justo, devido ao domínio exercido e pelo caudal ofensivo feito pelos rubro negros.
  Na segunda parte o Gil Vicente tentou contrariar o futebol praticado pelo FC Penafiel e conseguiu chegar mais vezes à baliza de Ivo que hoje substituiu Coelho na baliza.
  Pouco a pouco os penafidelenses equilibraram a partida e foi quem mais teve perto de fazer golo.
  Nos últimos 10 minutos o técnico penafidelense refrescou o meio campo e o ataque retirando Caetano, Rui Miguel que estava esgotado e M'Bala e entrando respetivamente Tiago Barros, Yero e César.
   No final dos 90 minutos os três pontos estavam conquistados e mais uma vez os penafidelenses afastaram-se da linha de água que agora está a seis pontos.


Jogo disputado no Estádio 25 de Abril, em Penafiel. 
Ao intervalo: 1-0. 
Marcador:1-0, Kalindi, 27 minutos.

Penafiel: Ivo Gonçalves, Kalindi, João Paulo, Pedro Ribeiro, Daniel Martins, Djibril, João Martins, Mbala (César, 88), Caetano (Tiago Barros, 78), Gonçalo Abreu e Rui Miguel (Yero, 82).
Suplentes: Tiago Rocha, Ângelo Meneses, Amoreirinha, Tiago Barros, César, Vieira e Yero.
Treinador: Paulo Alves.

Gil Vicente: Serginho, Ricardinho, Renan, Peck's (Sandro, 12), Bruno Silva, Alphonse (Paulinho, 46), Djamal, Vítor Gonçalves, Fatai (Vagner, 61), Simmy e Avto.
Suplentes: Júlio Neiva, Sandro, Yeo, João Pedro, Vagner, Yartey e Paulinho.
Treinador: Nandinho.

Árbitro: Carlos Xistra (Castelo Branco). 
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Ricardinho (17), João Martins (59), Kalindi (79) e Vítor Gonçalves (85).

Assistência: Cerca de 400 espetadores
 

NA ÉPOCA PASSADA FOI ASSIM, E HOJE MAIS UM ESTÁDIO ÀS "MOSCAS"

Na época passada o Penafiel venceu o Gil Vicente por 2-1 na penúltima jornada do campeonato em que matematicamente a equipa de Barcelos ainda tinha algumas hipóteses de se manter na primeira liga. A derrota em Penafiel atirou as equipas para a segunda liga. Neste jogo os golos foram marcados por M'Bala aos 92 minutos e Guedes também na segunda parte. O avançado penafidelense que agora está no Rio Ave dedicou o golo ao Rui Miguel levando a camisola para dentro de campo e mostrando solidariedade com o seu colega de equipa que ficou lesionado logo no início do campeonato. Hoje Rui Miguel pode retribuir o golo marcando hoje à mesma equipa.
  O jogo hoje está marcado para as 15:00 e será arbitrado por Carlos Xistra. No jogo da época passada poucos adeptos tinha na bancada e hoje andará na casa das 350 pessoas que é a média dos jogos à quarta feira de tarde. Mais um jogo a más horas que nada beneficia o futebol. As direções dos dois clubes podiam ter entrado em consenso e agendar a partida para o final do dia como se fez com o Porto B. Mas se calhar deve dar muito trabalho... E é preferível ver o estádio às moscas... Mas será que ninguém na liga ou nos clubes vê que os jogos às quartas feiras à tarde está a "matar" o futebol ??? A  média de espetadores já é tão baixa, mas só quando chegar à uma centena de adeptos por jogo é que vão mudar isto... O futebol português no seu melhor.
  

terça-feira, 8 de março de 2016

O HISTÓRICO DO FC PENAFIEL - GIL VICENTE

O resultado mais desnivelado. Clica na imagem
O FC Penafiel e o Gil Vicente já se defrontaram por 25 vezes no estádio 25 de abril em jogos a contar para os campeonatos e taça de Portugal. 
  O primeiro jogo aconteceu a 31 de janeiro de 1960 quando as duas equipas disputavam a III divisão. O resultado foi um empate a duas bolas com os golos a serem marcados por Pires e por um dos maiores goleadores de sempre do FC Penafiel, Amândio.
O primeiro FC Penafiel - Gil Vicente, Clica na imagem
  Um dos jogos que fica marcado entre estas duas equipas é o FC Penafiel 5-0 Gil Vicente, o resultado mais desnivelado existente nas várias décadas de futebol em que os dois emblemas se defrontaram.
  Nesta época a equipa encontrava-se na II divisão mas no final do campeonato voltara mais uma vez ao primeiro escalão do futebol português. No jogo dos 5-0 os golos foram marcados por Meireles, o avançado Sanhã marcou dois, Chico Faria e João.
  Sanhã nesta época foi o melhor marcador da equipa com 24 golos no campeonato recorde que ainda não foi batido desde então.
Sanhã, o homem que valeu 24 golos.
  O balanço de 25 jogos é positivo, mas pouco, com 9 vitórias, 11 empates e 5 derrotas, quanto a golos o Penafiel conta com 39 e o Gil Vicente 32. O problema nesta estatística é que a maior parte das vitórias foram nos anos 70, sendo que nos últimos 30 anos o FC Penafiel apenas venceu o Gil Vicente por duas ocasiões, uma delas no ano passado em que as duas equipas desceram de divisão e a outra em 2001 numa partida da taça de Portugal. Nos últimos anos o Gil Vicente tem sido um adversário difícil em que o Penafiel tem muitas dificuldades para levar de vencida a equipa minhota.
  Esperemos que a vitória da época passada dê um volte face nas estatísticas dos últimos anos e já amanhã a nossa equipa continue a vencer mais uma vez a equipa de Barcelos.

RESUMO, AC. VISEU 0-2 PENAFIEL


segunda-feira, 7 de março de 2016

CLASSIFICAÇÃO


domingo, 6 de março de 2016

VITÓRIA RUMO À MANUTENÇÃO

Os suspeitos do costume não falharam ao jogo em Viseu
  Ontem o FC Penafiel conseguiu um excelente resultado em Viseu vencendo por 0-2 ultrapassando o Ac. de Viseu na classificação e dando um salto na tabela classificativa estando agora em 14.º lugar.
  A partida começou quase com uma penalidade a favorecer o FC Penafiel, depois de Gonçalo Abreu ter sofrido falta dentro da área viseense. João Martins na marcação do penalti, só deu um passo atrás da bola, não tomando balanço e falhou o castigo máximo.
 Aos 17 minutos  Rui Miguel num excelente golpe de cabeça marcou o primeiro golo da partida através de uma bola parada marcada por João Martins.  A equipa de Viseu não importunava Coelho e a equipa penafidelense tomava conta do jogo.
  Mesmo em cima do intervalo Aldair fora derrubado na área do adversário e Rui Miguel chamado para marcar a grande penalidade não falhou e fez o 0-2.
  Na segunda parte o Viseu tentou melhorar o seu jogo mas nunca foi capaz de chegar à baliza de Coelho com real perigo. Paulo Alves ainda fez algumas alterações na equipa, retirou Rui Miguel aos 65 minutos colocando Bata na frente de ataque. Bata que entrou e saiu aos 84 devido a lesão entrando para o lugar dele Vieira. Tiago Barros refrescou o meio campo aos 80 minutos saindo Caetano.
  Foi uma das vitórias mais fáceis do campeonato e que deu alguma tranquilidade na tabela classificativa. Mesmo com o 14.º lugar a zona de despromoção está apenas a 4 pontos e todo o cuidao é pouco. 
 Quarta feira à novamente jogo, desta vez com o Gil Vicente, equipa que está a lutar para subir de divisão. O amealhar pontos é importante e uma vitória ou um empate levará o Penafiel a 10 jogos consecutivos sem perder. 

Jogo disputado no Estádio Municipal do Fontelo, em Viseu. 
Ao intervalo: 0-2. 
Marcadores: 
0-1, Rui Miguel, 17 minutos.
0-2, Rui Miguel, 45+4'.

Académico: Ricardo Janota, Tomé (Forbes, 46), Tiago Goncalves, Lameirão, Tiago Costa, Romeu Ribeiro, Capela, Bruno Loureiro (Clayton, 63), Yuri, Zé Pedro (Moses, 75) e Tiago Borges.
(Suplentes: Ruca, Clayton, Forbes, Mathaus, João Ricardo, Moses e Ekedi).
Treinador: Bruno Ribeiro.

Penafiel: Coelho, Pedro Ribeiro, Amoreirinha, João Paulo, Daniel Martins, Rui Miguel (Bata, 65, Vieira, 85), João Martins, Kalindi, Caetano (Tiago Barros, 80), Aldair e Gonçalo Abreu.
(Suplentes: Ivo, Meneses, Mbala, Vieira, César, Bata e Tiago Barros).
Treinador: Paulo Alves.

Árbitro: Bruno Paixão (Setúbal). 
Ação disciplinar: cartão amarelo para Lameirão (04), João Martins (32), Daniel Martins (37), Yuri (68) e Tiago Borges (69).

Assistência: Cerca de 350 espetadores

sexta-feira, 4 de março de 2016

PENAFIEL NO FONTELO, MAIS UMA FINAL


  Para o jogo da amanhã Paulo Alves não vai poder contar com Dias, Pedro Araújo e Yero que não recuperaram para a partida de Viseu. A novidade na convocatória será Tiago Rosa, o defesa direito não era convocado desde a 12.ª jornada.
  A equipa não estará sozinha e pelo menos uma dezena de penaboys acompanhará os nossos jogadores nesta deslocação difícil.  FORÇA PENAFIEL

Os convocados: Coelho, Ivo, Ângelo Menezes, João Paulo, Pedro Ribeiro, Amoreirinha, Tiago Rosa, Kalindi, Daniel Martins, Tiago Barros, César, João Martins, Caetano, Gonçalo Abreu, Bata, Aldair, M'Bala, Vieira e Rui Miguel

quinta-feira, 3 de março de 2016

DIAS E PEDRO ARAÚJO EM DÚVIDA PARA VISEU

Kalindi um jogador em destaque
  No próximo sábado o FC Penafiel desloca-se a Viseu e Paulo Alves tem alguns jogadores lesionados casos do defesa direito Dias e do defesa esquerdo Pedro Araújo. Apesar das dúvidas o técnico penafidelense não deverá mexer na defesa penafidelense a não ser no lado esquerdo já que Daniel Martins é um pouco incerto nas suas exibições. No caso do lugar de defesa direito era muito injusto retirar Kalindi dessa posição, pois o "miúdo" brasileiro desde do jogo do Oriental na 21.ª jornada entrou no onze e mostrou qualidades. Apesar de não ser o seu lugar de raiz aproveitou bem a lesão de Dias e até ao momento não há nada a apontar a Kalindi. É humilde, trabalhador, tem velocidade, raça, não dá uma bola como perdida e só peca por alguns cruzamentos mal tirados. Mas se todos os jogadores penafidelense tivessem a sua atitude a equipa não se encontrava no lugar que está.
  Aliás aconselha-se a direção penafidelense a tentar garantir este jogador por mais anos, pois sem dúvidas é uma boa aposta.
  Quanto ao jogo de Viseu Tiago Barros deverá ocupar o lugar de Djibril na defesa, já que o burquinense está castigado. Na frente de ataque tudo deverá estar igual.

  A equipa do Ac. de Viseu não ganha desde a 27.ª jornada. Na 28.ª Ricardo Chéu deixou o comando técnico da equipa sendo substituído por Tony seu adjunto fazendo este apenas um jogo pela equipa viseense. Bruno Ribeiro assumiu a equipa à 29.ª jornada e conta com 3 empates e uma derrota e fará de tudo para vencer o Penafiel, e por isso este jogo ser muito complicado para a turma rubro negra
  Os nosso jogadores têm que pensar que a zona de despromoção é apenas a um passo e só uma vitória em Viseu nos daria alguma margem de erro, pois uma derrota pode mais uma vez atirar nos para o fundo da tabela. Concentração, eficácia e garra serão precisos neste jogo. FORÇA PENAFIEL
 

quarta-feira, 2 de março de 2016

TIRAR A BARRIGA DE MISÉRIA

Rui Miguel com muitos golos decisivos
O FC Penafiel precisava urgentemente de uma vitória frente ao Vitória de Guimarães e no passado domingo conseguiu-o com números expressivos, que já não conseguia à quase dois anos para os campeonatos, sendo a última vitória por 3-0 frente ao Ac. de Viseu na caminha à subida da primeira liga.
  A equipa de Paulo Alves sabia que este jogo era deveras importante e apesar do início da partida ser equilibrado, o Penafiel pouco a pouco foi dominando o meio campo e o jogo por completo. Coelho quase toda a partida não teve trabalho mesmo quando o Vitória de Guimarães esteve a perder e pensava-se numa equipa minhota mais atrevida. Assim não aconteceu e o Penafiel aproveitou.
  Dois golos na primeira parte e um na segunda fez o resultado final de 3-0 numa boa vitória da turma penafidelense. Rui Miguel marcou dois golos com ajuda de Aldair que fez as duas assistências. Djibril também fez o gosto ao pé numa bola parada na primeira parte, num lance em que a bola caiu nos seus pés e rematou para o fundo das redes.
 O FC Penafiel afastou-se dos lugares de descida mas apenas por dois pontos. A garra e eficácia dos nossos jogadores tem que continuar, pois uma derrota pode deitar tudo a perder.
  Neste jogo não podemos deixar de falar em Rui Miguel, que chegou em janeiro viu e marcou. O avançado penafidelense tem outra presença na frente de ataque e juntamente com Aldair têm sido um verdadeiro quebra cabeças para as defesas contrárias. Nos últimos jogos, seis dos oito golos penafidelenses foram marcados por estes dois jogadores e nem falando das assistências para golos que estes dois guerreiros têm feito pela nossa equipa. 
  A equipa rubro negra está no bom caminho, não perde à oito jornadas e no próximo sábado tem uma deslocação a Viseu.

 Jogo disputado no Estádio 25 de Abril, em Penafiel. 
Ao intervalo: 2-0. 
Marcadores: 
1-0, Rui Miguel, 37 minutos.
2-0, Djibril, 45+1.
3-0, Rui Miguel, 75.

Penafiel: Coelho, Kalindi, João Paulo, Pedro Ribeiro, Daniel Martins, Djibril, João Martins, Aldair, Caetano (Tiago Barros, 88), Gonçalo Abreu (Mbala, 72) e Rui Miguel (Bata, 80). 
Suplentes: Ivo Gonçalves, Ângelo Meneses, Amoreirinha, Tiago Barros, Mbala, Bata e Vieira. 
Treinador: Paulo Alves.

Vitória de Guimarães B: Miguel Palha, Sacko, Lima Pereira, Dénis Duarte, Dabó, Oriol Rosell, João Pedro, Fábio Vieira (Areias, 56), Rafinha (Tiago Castro, 72), João Vigário e Tyler Boyd (João Correia, 62). 
Suplentes: Miguel Oliveira, Ricardo Carvalho, Bruno Alves, Tiago Castro, Helinho, João Correia e Areias. 
Treinador: Vítor Campelos.

Árbitro: Gonçalo Martins (Vila Real). 
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Lima Pereira (68), Djibril (77), Mbala (82) e Pedro Ribeiro (83). 
Assistência: 516 espetadores.

FINALMENTE UMA VITÓRIA NO 25 DE ABRIL