sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

CONTINUAR A BRILHAR EM CASA

   No próximo domingo o Penafiel defende no 25 de abril a sua invencibilidade, com sete vitórias e um empate a par do Portimonense são as equipas com mais pontos em casa e domingo os jogadores penafidelenses com certeza irão fazer valer o fator casa que esta época tem sido importantíssimo.
   A equipa de Paulo Alves tem jogado bem e não quer distanciar-se dos lugares de subida e para isso só uma vitória interessa contra uma equipa que costuma vir a Penafiel jogar como se jogasse contra um grande. O antídoto para isso é jogar como têm jogado, com raça, com bom futebol e com eficácia.
  Só não se percebe o porque do "povo" penafidelense não se deslocar ao 25 de abril para apoiar a equipa da terra. Os penafidelenses têm virado costas ao FC Penafiel, emblema que já deu tanto à cidade de Penafiel. Preferem apoiar os ditos grandes do que o próprio clube da terra. Ser dos grandes qualquer um é, ser do clube da terra é que não para todos
. Mas cada um apoia quem quiser e ninguém tem nada haver com isso, mas que é triste é. Mas o futebol em Portugal é assim mesmo (só em Portugal).
  Vá lá que há sempre adeptos fiéis em todos os clubes pequenos e em Penafiel há alguns. Domingo era importante um apoio forte com certeza o vamos ter com os adeptos do costume. FORÇA PENAFIEL

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

DEFESAS CENTRAIS GOLEADORES

   Este ano os nossos defesas centrais têm se destacado pela positiva pelo que defendem mas também pelos golos que marcam, no campeonato tanto Pedro Ribeiro como João Paulo já levam dois golos cada um.   Golos importantes como foi por exemplo o de Pedro Ribeiro contra a Académica ou mais recentemente o de João Paulo no Sporting B. É uma dupla seguríssima atrás mas que este ano também sabe marcar golos. João Paulo na taça de Portugal também foi um jogador importante já que deu a vitória na partida levando o FC Penafiel para os oitavos de final. 
   No campeonato Pedro Ribeiro é totalista e João Paulo apenas não jogou 24 minutos em Braga, pois Paulo Alves teve que jogar ao ataque e retirou um central sendo ele João Paulo.
   Os dois jogadores já se conhecem bem, pois na época foi a dupla mais chamada à titularidade. Esta época o FC Penafiel é das defesas menos batidas do campeonato e claro muito desse mérito se deve a estes dois homens.
   Os dois centrais apesar de não serem formados no clube têm ligações a Penafiel e com certeza sentem a camisola penafidelense e jogam todos os jogos como se de uma final se tratasse. Os outros centrais Diouf e mais concretamente Paulo podem aprender com estes grandes jogadores para mais tarde jogarem mais assiduamente na equipa. Que continuem assim a marcar golos, a jogar defensivamente bem e a jogar com a raça que se vê. Temos grandes homens e grandes jogadores. FORÇA EQUIPA


terça-feira, 29 de novembro de 2016

RESULTADOS E CLASSIFICAÇÃO

Clica na imagem
Ontem realizou-se o último jogo deste fim de semana ficando assim completa a 16.ª jornada da segunda liga.
  Todas as equipas contam com 16 jogos, exceto o União da Madeira e AC. Viseu que levam um jogo a mais.
Clica na imagem
  Nos primeiros 10 classificados apenas três venceram, o Aves obteve uma importante vitória sobre o Portimonense, o FC Penafiel venceu em Alcochete e mais para o meio da tabela o Gil Vicente ganhou ao campeão Porto B.
  Foi uma jornada muito proveitosa para os rubro negros que apesar de não encurtar caminho para os lugares de subida, ganhou pontos a todas as equipas que lutam pela subida excetuando o Aves.
  A equipa penafidelense continua a 7 pontos do Aves mas está agora a apenas a 11 do Portimonense.
  Para quem não se lembra em 2013-2014 no início da segunda volta a equipa penafidelense encontrava-se a 9 pontos do mesmo Portimonense e no final do campeonato os penafidelenses acabaram com mais 6 pontos que os algarvios. O que quer dizer que o campeonato é longo e tudo pode acontecer. Com esta equipa técnica que já demonstrou valor, com estes jogadores valentes e com a entrada de um ou dois jogadores que façam a diferença em janeiro a luta pela subida é possível. É só preciso a direção penafidelense querer apostar.

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

FC PENAFIEL JÁ MERECIA UMA VITÓRIA FORA DE PORTAS

  Num jogo em que assistiram 94 adeptos (10 eram penafidelenses), no pior estádio da segunda liga o FC Penafiel venceu por 1-2 com os golos penafidelenses a serem marcados por Wellington ao primeiro minuto e João Paulo aos 78'.
  Na primeira jogada do encontro, Fábio Fortes trabalhou bem, André Fontes e Kalindi estiveram na jogada e Wellington apareceu à boca da baliza para finalizar. Foi um começo de sonho para a equipa penafidelense.
   A equipa de Paulo Alves dominava a partida mas aos 28 minutos de bola parada o Sporting B empatou a partida, num lance em que Ivo ficou a meio caminho. Depois do golo do empate o Sporting trocou bem a bola e criou dificuldades ao FC Penafiel.
   Na segunda parte a equipa rubro negra voltou a estar por cima e não faltaram lances de perigo, um penalti falhado por Gonçalo Abreu, uma bola na trave e vários remates perigosos. Mas só ao 78.º minutos o golo aconteceu. Depois de mais de uma centena de cantos desde o início do campeonato João Paulo cabeceou com raiva e marcou um golaço. Depois do 1-2 Kalindi entrou na área e fora derrubado mas o árbitro fez vista grossa e deixou continuar. O Sporting até ao final teve uma boa ocasião de golo, mas Ivo fez uma boa defesa segurando a vitória até ao final da partida.
  Foi a primeira vitória fora de portas, vitória esta que já devia ter acontecido à muito devido às exibições bem conseguidas da equipa orientada por Paulo Alves.
  O FC Penafiel encontra se em 3.º lugar na tabela classificativa, mas acredita-se que ainda deve haver críticos por aí...  FORÇA PENAFIEL

Jogo no Estádio Aurélio Pereira. 
Ao intervalo: 1-1. 
Marcadores: 0-1, Wellington, 1 minutos, 1-1, Pedro Delgado, 27, 1-2, João Paulo, 78

Sporting B: Stojkovic, Mama Baldé, Ivanildo Fernandes, Escobar, Pedro Empis, Guima (Ricardo Almeida, 84), Bugad (Edu Pinheiro, 64), Pedro Delgado, Bilel, David Sualehe e Leonardo Ruiz (Ronaldo Tavares, 67).
Suplentes: Pedro Silva, Elói, Ronaldo Tavares, Ricardo Almeida, Guilherme Ramos, Edu Pinheiro e Fábio Martins.
Treinador: João de Deus.

Penafiel: Ivo, Kalindi, João Paulo, Pedro Ribeiro, Pedro Araújo (Fernando Andrade, 67), Romeu Ribeiro, Rafa Sousa, André Fontes (Zid, 90), Wellington, Gonçalo Abreu e Fábio Fortes (Fidelis, 74).
Suplentes: Coelho, Zid, Hélio Cruz, Fidelis, David Mbala, Fernando Andrade e Diouf.
Treinador: Paulo Alves

Árbitro: Hugo Miguel (AF Lisboa) 
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Budag (29), João Paulo (39), Gonçalo Abreu (43), Guima (45) e Rafa Sousa (70).

Assistência: 94 espetadores

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

PENAFIEL IRÁ JOGAR NO PIOR ESTÁDIO DA SEGUNDA LIGA

  O FC Penafiel no próximo domingo irá jogar com o Sporting B em sua casa, jogo este a contar para a 16.ª jornada da segunda liga. O jogo será em Alcochete num estádio que não tem as mínimas condições para receber os adeptos visitantes. Fala-se tanto em segurança e condições para os adeptos mas este não tem nenhumas.
  
Todas as vezes que os penafidelenses se deslocaram a este estádio, para entrar para a bancada não houve torniquetes, a revista aos adeptos é feita num descampado e da revista à bancada os adeptos têm que passar por um campo de oliveiras, onde se podem encontrar pedras e paus. As casas de banho são daqueles cubículos de plástico onde não se pode entrar com o cheiro. Ora não se sabe o porquê deste estádio ser homologado pela liga sendo este organismo tão ligado a pequenos pormenores (se calhar em alcochete os pormenores são grandes de mais...). Mas é o futebol que temos em Portugal.
  Quanto ao futebol, Paulo Alves tem à sua disposição todos os jogadores, Fernando que já cumpriu 2 jogos de castigo depois da expulsão em Braga já entra nas contas do técnico penafidelense.
  O FC Penafiel é das poucas equipas que ainda não venceu fora de casa esta época e domingo terá uma hipótese de o conseguir. 
  Nos três jogos efetuados no Sporting B a equipa rubro negra tem uma derrota um empate e uma vitória.
  O Penafiel tem jogado bem fora de casa mas os resultados não estão aparecer, é preciso eficácia e domingo os avançados penafidelenses têm que aproveitar as poucas oportunidades que vão ter. FORÇA PENAFIEL

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

RUMO AO JAMOR TEM PASSAGEM POR COIMBRA

  No sorteio dos oitavos de final que se realizou em Oeiras um dos jogos será a Académica - Penafiel. O jogo está marcado para uma quinta feira dia 15 de dezembro ( esperemos que haja o bom censo de colocarem o jogo à noite).
  Historicamente o FC Penafiel tem tido sorte com a Académica pois jogou por três vezes com a equipa de Coimbra para a taça de portugal
e levou de vencida as três passando à seguinte eliminatória, em 1981, 1986 e 1998 e curiosamente todos os jogos foram em Coimbra. Em 1986 o jogo contava para os quartos de final tendo o Penafiel vencido no prolongamento por 0-1 com o golo a ser marcado por Bastos Lopes. Golo este que deu a única meia final do FC Penafiel na Taça de Portugal.
  As duas equipas militam agora na segunda divisão e sem dúvidas é possível acreditar para já nos quartos de final da competição, as estatísticas estão do nosso lado e temos uma belíssima equipa. FORÇA PENAFIEL

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

FIDÉLIS DECIDE AOS 95 MINUTOS

  Mais um jogo no 25 de abril e mais uma vitória, sendo a sétima vitória em oito jogos no seu reduto.
   Contra um Viseu com muitas baixas o FC Penafiel suou e de que maneira para levar os três pontos.
   A primeira equipa a criar perigo foi a equipa forasteira logo ao primeiro minuto mas devido à aselhice do avançado viseense o nulo continuou. Os primeiros 10 minutos pertenceram ao Ac. de Viseu mas depois o Penafiel equilibrou a partida e aos 27 minutos Gonçalo Abreu de cabeça abriu o ativo. O Viseu que pouco incomodou Ivo Gonçalves mas aos 35 minutos Bruno Loureiro restaurou o empate. 
  Na segunda parte a equipa de Paulo Alves foi a única que quis vencer o jogo mas o golo não acontecia, muitos cruzamentos, muitos cantos mas a bola não entrava. O técnico penafidelense fez entrar M.Bala e Hélio Cruz recuando Gonçalo Abreu para defesa esquerdo, mas os dois jogadores não entraram bem no jogo. Aos 80 minutos Fidélis entra para o lugar de André Fontes, prescindindo de um médio e colocando um avançado na frente de ataque, a substituição não podia ser a mais acertada. 
   O avançado brasileiro aos 90 minutos fez uma jogada individual que não se costuma ver no 25 de abril, ultrapassando vários defesas do Viseu com grande classe e com o guarda redes pela frente fez um chapéu que foi embater às malhas laterais, tudo bem feito mas o remate saiu uns centímetros ao lado, todos as adeptos nas bancadas estavam de mãos na cabeça com a excelente jogada de Fidélis e alguns falam de perdida escandalosa, mas até ao remate a jogada foi de alto nível. 
   Aos 95 minutos M'Bala serviu Fidélis e à entrada da área desferiu um remate cruzado que só parou no fundo das redes. Foi a alegria total no 25 de abril. Um golo no último lance do jogo que deu três pontos.
  O FC Penafiel está agora em 6.º lugar continuando a dar luta às equipas que lutam pela subida de divisão. Domingo o jogo será com o Sporting B em Alcochete.

Jogo disputado no Estádio 25 de Abril, em Penafiel.

Penafiel - Académico de Viseu, 2-1. 
Ao intervalo: 1-1.
Marcadores:
1-0, Gonçalo Abreu, 27.
1-1, Bruno Loureiro, 35.
2-1, Fidelis, 90+5.

Equipas:

- Penafiel: Ivo Gonçalves, Kalindi, João Paulo, Pedro Ribeiro, Pedro Araújo (Hélio, 69), Romeu Ribeiro, André Fontes (Fidelis, 82), Rafa Sousa (Mbala, 60), Wellington, Fábio Fortes e Gonçalo Abreu.
(Suplentes: Coelho, Diouf, Djibril, Edu, Hélio, Mbala e Fidelis).
Treinador: Paulo Alves.

- Académico de Viseu: Rodolfo, Tomé, Bruno Miguel, Bura, Ricardo Ferreira, Zé Paulo (Park, 80), Saná, Bruno Loureiro (Nam, 72), Carlos Eduardo, Zé Pedro e Tiago Borges (Doulas Abner, 85).
(Suplentes: Elísio, Tiago Gonçalves, Douglas Abner, Park, Jang, Pedro Paulo e Nam).
Treinador: André David.

Árbitro: António Nobre (AF Leiria).
Ação disciplinar: Cartão amarelo a Pedro Ribeiro (58), Pedro Araújo (63), Zé Pedro (88), Saná (90+4) e Bura (90+5).

Assistência: 409 espectadores.
 

terça-feira, 22 de novembro de 2016

NO 25 DE ABRIL QUEM MANDA É O FC PENAFIEL


  O FC Penafiel tem amanhã mais um jogo importante desta vez para o campeonato. O AC. Viseu é o adversário e a equipa de Paulo Alves precisa de uma vitória para não se distanciar das equipas que lutam pela subida de divisão.
  Fernando que irá cumprir o segundo jogo de castigo é a única baixa para o jogo no lado dos penafidelenses. No Viseu as baixas são bem maiores onde 8 jogadores entre castigados e lesionados não poderão dar o contributo à equipa. 
O FC Penafiel a par do Portimonense é a equipa que mais pontos conquistou em casa e amanhã os jogadores rubro negros têm que mostrar no seu campo quem manda. Basta fazer o que fizeram em Vizela, jogar bem, sempre em cima deles que os golos aparecerão. 
  O jogo mais uma vez é à quarta de feira de tarde e com certeza os adeptos nas bancadas não serão muitos. Os jogos à quarta de tarde por vezes parecem mais treinos que outra coisa, esperemos que os nossos jogadores entrem bem e joguem com raça como costumam fazer. O querer e a raça é meio caminho andado para a vitória aliada à qualidade dos nossos jogadores uma vitória é possível. FORÇA PENAFIEL

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

FC PENAFIEL NOS OITAVOS DE FINAL

  E faltam apenas três eliminatórias para o FC Penafiel estar pela primeira vez no jamor... Um sonho antigo dos adeptos penafidelenses e que deve ser partilhado pelos nossos jogadores desta época.
 A equipa rubro negra venceu ontem em Vizela por 0-1 com o golo penafidelense a ser marcado aos 83 minutos por João Paulo. 
  Quem viu o jogo atestará que o FC Penafiel mereceu ultrapassar esta eliminatória e estar presente  nos oitavos de final da competição.  
  O Vizela entrou melhor e dominou os primeiros 10 minutos, mas depois o nosso meio campo pegou no jogo e levou o Penafiel para a frente. Foram várias as situações de golo mas mais uma vez o poder de concretização dos jogadores penafidelenses não veio ao de cima.
  O perigo rondou sempre a baliza do Vizela com livres perigosos, jogadas pelo meio, jogadas pelos flancos onde Wellington esteve endiabrado e foi a principal dor de cabeça para os defesas minhotos. Rafa numa bola parada endereçou uma bola à barra e pouco depois o árbitro da partida não assinalou uma grande penalidade sobre Rafa. Foi uma primeira parte muito boa da equipa penafidelense que só faltou traduzir-se em golos.
  A segunda parte foi mais equilibrada com as duas equipas a não quererem arriscar em demasia, a única ocasião de golo dos vizelenses na segunda parte foi negada por Coelho numa grande defesa do guardião penafidelense.
  Aos 83 minutos aconteceu o único golo da partida, Wellington cruzou para a área, João Paulo apareceu isolado que de primeira fez a meia centena de adeptos penafidelenses saltarem de alegria.
  Até ao final Fidélis ainda teve nos pés uma boa ocasião de golo mas o chapéu não saiu bem ao avançado brasileiro.  
   Foi mais uma boa exibição da equipa comandada por Paulo Alves e desta vez deu a passagem aos oitavos de final da taça de portugal. A equipa está a jogar bem, joga com garra e a criar tantas situações de golo como cria sem dúvidas os golos começarão aparecer com mas frequência. Agora resta esperar que o sorteio de quinta feira seja favorável ao FC Penafiel.

Jogo no Estádio do FC Vizela, em Vizela. 
Vizela - Penafiel, 0-1.
 Ao intervalo: 0-0.
Marcador:  0-1, João Paulo, 83 minutos.

Equipas: 
- Vizela: Pedro Albergaria, Dani Coelho (Cláudio, 85), João Cunha, João Sousa, Elízio, Dani Soares, Tiago Ronaldo (André Pinto, 68), Luís Ferraz, Diogo Lamelas, Mário Mendonça (Panin, 65) e Kukula.
(Suplentes: Paulo Ribeiro, João Pedro, Panin, André Pinto, Miguel Oliveira, Homero, Cláudio.).
Treinador: Ricardo Soares. 

- Penafiel: Coelho, Kalindi, João Paulo, Pedro Ribeiro, Pedro Araújo, Romeu Ribeiro, Rafa Sousa (Zid, 90+2), André Fontes, Wellington, Gonçalo Abreu (Mbala, 61) e Fábio Fortes (Fidelis, 87).
(Suplentes: Tiago Rocha, Zid, Hélio Cruz, Mbala, Diouf, César, Fídelis).
Treinador: Paulo Alves.

Árbitro: Vasco Santos (Associação de Futebol do Porto).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para João Sousa (22), Dani (25), João Paulo (43), Luís Ferraz (89) e Kalindi (90+3).

Assistência: cerca de 750 espectadores.

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

GANHAR É A PALAVRA DE ORDEM

  Depois de uma paragem no último fim de semana ( até parece incrível com tantos jogos à quarta feira haver paragens ) o FC Penafiel jogará para a Taça de Portugal em Vizela e será um jogo em jeito de desforra, depois da equipa rubro negra ter perdido para o campeonato na terra minhota, num jogo em que os jogadores penafidelenses não mereceram sair derrotados da partida.
  Os pupilos de Paulo Alves com certeza não se esqueceram desse jogo e mais uma vez vão dar tudo por tudo para vencerem esta partida e seguir em frente na Taça de Portugal. A única baixa será Fernando que cumprirá o primeiro jogo de castigo depois da expulsão em Braga.
  Os últimos confrontos entre as duas equipas em Vizela não deram uma vitória aos penafidelenses, e é preciso recuar até à época 1982-1983 para se ver uma vitória do FC Penafiel, nessa época os rubro negros venceram por 0-1 com o golo a ser apontado por Meireles.
  Domingo o jogo é para a Taça de Portugal e quem ganhar seguirá em frente nesta prova.
  

terça-feira, 8 de novembro de 2016

RESULTADOS E CLASSIFICAÇÃO

Clica na imagem
  O primeiro terço do campeonato está completado e o FC Penafiel ocupa a 6.ª posição com 22 pontos a sete dos lugares de subida mas também a sete dos lugares de descida. O FC Penafiel a par do Portimonense é a equipa que mais pontos conquista no seu reduto algo que já não acontecia há muito tempo em Penafiel (longos anos). O pior é os pontos conquistados fora, a equipa de Paulo Alves apenas conquistou 3 derivado a três empates fora do 25 de abril. Só o Varzim e Famalicão fizeram pior conquistando dois pontos cada.  
Clica na imagem
  Mas alguém pensaria antes do campeonato que o FC Penafiel em casa conquistaria seis vitórias e um empate em sete jogos ??? Penso que não, por isso não se sabe porque há alguma contestação em alguns jogos. Claro que nem sempre joga bem, mas o FC Penafiel não é o Barcelona ou o Real Madrid. A equipa penafidelense milita na segunda divisão de Portugal e não há milagres. A equipa tem as suas limitações e isso constata-se em alguns jogos. O problema é mesmo a falta de eficácia talvez porque falta um bom médio ofensivo que leve o futebol para a frente e saiba criar oportunidades para os nossos avançados.
 Mesmo assim o FC Penafiel ocupa um excelente 6.º lugar com as equipas à sua frente  na tabela classificativa a terem um orçamento 2,3,4 vezes maior que a equipa rubro negra. 
  Fora o jogo do Covilhã para a taça da liga os jogadores têm dado o "litro" e merecem que os adeptos os apoiem. 
  A derrota em Braga com certeza não vai deixar marcas e nos próximos jogos (Vizela e Ac. de Viseu) os jogadores vão dar tudo por tudo para conseguirem golos e vitórias.
  Uma palavra para Paulo Alves que está a fazer mais um bom trabalho e quando está a perder não tem medo de colocar avançados na frente retirando homens mais defensivos. Apenas há um senão, médios ofensivos apenas há André Fontes e Hélio com outras características. César e Edú também têm qualidade e querem-se mostrar, porque não coloca-los em campo? César tem uma cláusula de rescisão de 5 milhoes de euros para quê ? E Edú assinou por duas épocas, porque não jogam ?



domingo, 6 de novembro de 2016

COM ÁRBITROS DESTES MAIS VALE ACABAREM COM O FUTEBOL

  O FC Penafiel ontem foi indecentemente roubado pelo juiz da partida Jorge Ferreira numa partida em que o Braga venceu por 2-1.
  Jorge Ferreira esta época já dirigiu o Penafiel por duas vezes sendo o resultado sempre a derrota, curiosamente o FC Penafiel é o único clube que o árbitro apitou por duas vezes, porque será?
  Este árbitro e principalmente o assistente Jorge Oliveira como se verificou ontem e como tem acontecido noutras épocas têm sistematicamente prejudicado o clube rubro negro em quase todos os jogos. Jorge Oliveira o assistente do árbitro nos finais dos jogos até se vira para a bancada onde se encontram os adeptos penafidelenses sempre com cara de gozo para provocar os adeptos. É uma autêntica vergonha. A nossa direção precisa de tomar posição quanto a esta equipa de arbitragem e pedir para não haver mais nenhum jogo dirigido por esta equipa de arbitragem.
   Em relação ao jogo os jogadores penafidelenses entraram mal na partida e permitiram dois golos nos primeiros 15 minutos.
   Golos muito consentidos com o guardião Ivo a não ficar bem na fotografia.  Aos 22 minutos depois de Romeu Ribeiro ser derrubado na área sem margens para dúvidas o árbitro da partida marcou pontapé de penalti e Gonçalo Abreu fez o 2-1. Na primeira parte Wellington teve uma boa oportunidade de empatar a partida mas já em esforço não conseguiu um remate potente.
 Na segunda parte o árbitro entrou em campo para ser o protagonista da partida, aos 65 minutos expulsou um jogador bracarense com o segundo amarelo e o Penafiel ficou a jogar com mais um elemento. 
   Paulo Alves jogou ao ataque colocando Fábio Fortes, Fernando e Hélio em campo e controlou por completo o jogo. Pelo meio, pelas alas os penafidelenses tentaram entrar na área bracarense mas a equipa de Abel estava bem montada na sua defensiva. Mesmo assim houve uma grande penalidade por assinalar por mão na área e um golo limpinho marcado por Fidélis. No seguimento do lance do golo anulado Fernando foi expulso por protestos. 
  O que se passou ontem no 1.º de Maio foi uma autêntica vergonha e não pode ficar impune e pelo menos a nossa direção tem que mostrar o seu descontentamento como fez Paulo Alves na conferencia de imprensa.

Jogo no Estádio 1º de Maio, em Braga. 
Sp. Braga B-Penafiel, 2-1. 
Ao intervalo: 2-1.  

Marcadores: 1-0, Ogana, 13 minutos, 2-0, Xadas, 16, 2-1, Gonçalo Abreu, 22 (penálti).

Sp. Braga B: Tiago Sá, Anthony D'Alberto, Bruno Wilson, Lucas, Thales, Chidi, Loum, Xadas (Gamboa, 68), Oti (Simão, 42), Ogana e Piqueti (Joca, 77).
Suplentes: Tiago Pereira, Simão, Didi, Gamboa, Joca, Leandro e Rodrigo Contreras.
Treinador: Abel Ferreira.

Penafiel: Ivo Gonçalves, Kalindi, João Paulo (Hélio Cruz, 76), Pedro Ribeiro , Pedro Araújo (Fábio Fortes, 46), Romeu Ribeiro, Rafa Sousa (Fernando Andrade, 62), André Fontes, Wellington, Gonçalo Abreu e Fidelis.
Suplentes: Coelho, Zid, Hélio Cruz, Fernando Andrade, Diouf, Edu, Fábio Fortes.
Treinador: Paulo Alves.

Árbitro: Jorge Ferreira (AF Braga).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Loum (21 e 65), Rafa Sousa (28), Gonçalo Abreu (30), Kalindi (51), João Paulo (53), André Fontes (70), Fernando Andrade (86), Tiago Sá (90+3). Cartão vermelho para Loum por acumulação de cartões amarelos (65), cartão vermelho direto para Fernando Andrade (87). O treinador adjunto do Sporting de Braga João Martins foi expulso do banco aos 55 minutos, o técnico principal, Abel Ferreira, aos 65, e o treinador adjunto do Penafiel, Ricardo Vaz, aos 87.

Assistência: cerca de 500 espetadores.
 

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

SE HOUVESSE ESTA RAÇA TODOS OS JOGOS, ESTAVAMOS NO TOPO

Raça? Crer? Ambição?  Neste jogo esteve tudo presente mas não deveria ser assim em todos os jogos? O crer e raça num jogo de futebol é meio caminho andado para vencer e ontem ficou demonstrado. Mesmo assim foi uma vitória sofrida por 2-1 contra uma equipa que foi duas vezes à baliza de Ivo. A equipa de Paulo Alves encostou a equipa do Varzim à sua defensiva e nem em contra ataque os varzinistas criaram perigo. A exceção foi um lance aos 30 minutos num remate fora de área que embateu na barra, os defesas penafidelenses ficaram a olhar enquanto que Éder Diaz mais rápido fez a recarga para o primeiro golo da partida. Até ao intervalo os penafidelenses não conseguiram marcar mas fizeram de tudo por isso. 
   Ao intervalo o técnico penafidelense mexeu na equipa e colocou Fábio Fortes em campo e aos 56 minutos o homem do jogo entrou na partida, Fernando que tem estado apagado nos últimos jogos entrou para dar justiça ao resultado.
  Em 10 minutos a derrota virou vitória com Fernando a marcar um pontapé de penalti aos 70 minutos e aos 79 a marcar um grande golo depois de uma bonita jogada. Até ao final o Varzim foi apenas uma vez à baliza penafidelense mas o lance não deu em nada.
  Foi uma sofrida mas grande vitória do FC Penafiel que agora está em 5.º lugar a 4 pontos dos lugares de subida. Os adeptos esperam mais jogos assim, com esta raça e crer não havendo nada apontar a não ser o agradecimento dos jogadores no final do jogo que continua muito tímido depois de um jogo em que os adeptos penafidelenses especialmente os penaboys estarem todo o jogo a cantar e dar força à equipa.

Jogo no Estádio 25 de Abril, em Penafiel.
Ao intervalo: 0-1.
Marcadores: 0-1, Éder Díez (31'); 1-1, Fernando, 70' (pen.); 2-1, Fernando, (79').


Penafiel: Ivo Gonçalves, Kalindi, João Paulo, Pedro Ribeiro, Pedro Araújo (Fábio Fortes, 46'), Rafa Sousa (Djibril, 85'), Hélio (Fernando, 56'), André Fontes, Wellington, Fidelis e Gonçalo Abreu.
Suplentes não utilizados: Coelho, Diouf, Edue Danilo).
Treinador: Paulo Alves.

Varzim: Paulo Vítor, Jean Filipe, Sandro, Nélson Agra, Delmiro, Leonel Olímpio, Keaton Parks (Jefferson, 65'), Rui Neta (Romário, 82'), Rui Coentrão, Rui Costa e Éder Díez (Renna, 76').
Suplentes não utilizados: Paulo Cunha, Tiago Alves, Denot e Villagrán).
Treinador: João Eusébio.

Árbitro: João Capela (Lisboa).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para André Fontes (25'), Rui Costa (35'), Delmiro (39'), Leonel Olímpio (73'), Romário (84'), Gonçalo Abreu (84') e Fábio Fortes (87').

Assistência: Cerca de 700 espetadores.

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

E MAIS UMA VEZ A TAÇA DA LIGA SE FOI...

  Hoje o FC Penafiel perdeu assim como na época passada de prosseguir na taça da liga e poder arrecadar uns bons milhares de euros, tanto pela passagem como pela receita que poderia vir por jogar com um dos ditos grandes de Portugal. 
  A equipa de Paulo Alves não foi capaz de contrariar uma equipa como o Covilhã, ainda por cima com a equipa serrana a jogar quase a segunda parte com 10 elementos.
   O Covilhã começou a partida praticamente a ganhar depois de um golo de Chaby de livre direto aos 7 minutos.
 O capitão Pedro Ribeiro conseguiu empatar a partida aos 24 minutos através de um canto batendo o guardião serrano. Danilo que jogou a titular e até foi uma agradável surpresa teve nos pés a melhor oportunidade do jogo mas não foi capaz de marcar golo , facto que vem acontecendo com todos os avançados penafidelenses.
  Na segunda parte os pupilos de Paulo Alves nunca conseguiram criar jogadas de perigo para o guarda redes Hugo Marques. O meio campo anda sem ideias, incapaz de construir jogo. No início da época alertou-se aqui no blog que era preciso mais homens para o meio campo, mas nenhum jogador foi contratado, ainda por cima André Fontes já não é o jogador de à três anos atrás.
  A meio da segunda parte Paulo Alves e bem ainda colocou Gonçalo Abreu em campo retirando Romeu Ribeiro, mas a substituição não sortiu efeito. Fernando e Rafa também entraram mas principalmente Fernando anda muito apagado.
  Nas grandes penalidades o Covilhã não falhou nenhuma e o FC Penafiel falhou duas, Pedro Ribeiro voltou a falhar um penalti e Wellington falhou o outro.

  Na época passada o FC Penafiel também fora eliminado na mesma fase mas com o Portimonense, este ano com o Covilhã ambos os jogos no 25 de abril. Arrisco me a dizer que era preferível perder um jogo do campeonato do este na segunda fase da taça da liga. Pois a terceira fase com certeza ia dar milhares de euros aos rubro negros. Assim não aconteceu e a taça da liga se foi mais uma vez...

Jogo disputado no Estádio 25 de Abril, em Penafiel.

Penafiel-Sporting da Covilhã, 1-1 (2-4 no desempate por penáltis)
Ao intervalo: 1-1 
Marcadores: 0-1, Filipe Chaby, 09 minutos. 1-1, Pedro Ribeiro, 24.

Marcadores nos desempates por penáltis: 
0-0, Pedro Ribeiro falhou (por cima).
0-1, Zé Pedro.
1-1, João Paulo.
1-2, Davidson.
1-2, Wellington falhou (por cima).
1-3, Gilberto.
2-3, Fernando.
2-4, Joel.

Penafiel: Coelho, Kalindi, João Paulo, Pedro Ribeiro, Daniel Martins, Romeu Ribeiro (Gonçalo Abreu, 71), Hélio (Rafa Sousa, 84), André Fontes, Wellington, Fidelis e Danilo (Fernando, 67).
Suplentes: Tiago Rocha, Diouf, Rafa Sousa, César, Edu, Gonçalo Abreu e Fernando. 
Treinador: Paulo Alves.

Sporting da Covilhã: Hugo Marques, Diogo Gaspar, Zé Pedro, Joel, Soares, Gilberto, Diarra, Medarious, Filipe Chaby (Davidson, 58), Bokila (Mike, 58) e Luís Pinto (Harramiz, 58).
Suplentes: Igor, Mike, Cristian Ponde, Bouças, Davidson, Harramiz e Ofori. 
Treinador: António Gouveia.

Árbitro: Pedro Vilaça (AF Viana do Castelo). 
Ação disciplinar: Cartão amarelo para João Paulo (09), Diogo Gaspar (43 e 55) e Diarra (73 e 89). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Diogo Gaspar (55) e Diarra (89).

Assistência: 336 espectadores.
  

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

RESULTADOS E CLASSIFICAÇÃO

Clica na imagem

Clica na imagem

  O FC Penafiel desceu para 8.º lugar da tabela classificativa e ficou mais longe dos lugares de subida perdendo o comboio dos lugares da frente. Os oito clubes primeiros classificados pontuaram à exceção do FC Penafiel. O Santa Clara venceu em Braga, o Aves venceu o Freamunde e Cova da Piedade também venceu o seu jogo. 
  A equipa de Paulo Alves continua sem vencer fora do 25 de abril contando apenas com três empates. Algo preocupante são os golos marcados, o FC Penafiel é o 5.º pior ataque da liga apenas com 11 golos e até o Olhanense que se encontra em último lugar conta com mais golos que a equipa rubro negra. A equipa de Paulo Alves domina muitas vezes as partidas mas não consegue chegar com sucesso ao último terço do terreno. A comprovar isso são por exemplo os cantos que os rubro negros conseguem, há jogos com 15 a 20 cantos, mas não se consegue marcar um golo. É preciso eficácia.