segunda-feira, 22 de maio de 2017

AS FÉRIAS CHEGARAM ANTES DO TEMPO

  No último jogo do campeonato o FC Penafiel perdeu em Olhão por três bolas a uma, num jogo em que alguns jogadores penafidelenses pareciam já se encontrar de férias.
  O técnico Paulo Alves fez algumas alterações no onze colocando em campo jogadores nunca utilizados ou pouco utilizados, o guarda redes Tiago foi titular, o Paulo jogou no lugar de Diouf e César no meio campo também entrou no onze.
  O jogo até começou bem para o Penafiel, aos 7 minutos um autogolo  de Sori Mané depois de um cruzamento de Gonçalo Abreu colocou a equipa nortenha em vantagem, curiosamente foi o lance mais perigoso do FC Penafiel durante o jogo, já que depois do golo aos 7 minutos só deu Olhanense.
  A equipa algarvia já despromovida à muito tempo esteve sempre por cima no jogo com os jogadores penafidelenses a verem jogar.
  Na segunda parte o Olhanense deu a volta ao resultado e aos 88 minutos selou o resultado com um 3-1. 
  Foi mais jogo péssimo da nossa equipa, pior ainda do que o jogo com o Leixões. Os atacantes estiveram uma nulidade e pareciam já estar de férias, jogando apenas por jogar. Foi pena pois podia-se assegurar um terceiro lugar que era bem melhor que um 5.º lugar. Mas os nossos jogadores assim o quiseram.
  A época acabou e apenas haverá mais um jogo no próximo domingo, jogo que envolverá o FC Penafiel, Associação Penaboys e Bombeiros Voluntários de Penafiel, partida que encerrará a época 2016-2017.
 
Jogo no Estádio José Arcanjo, em Olhão.
Olhanense - Penafiel, 3-1.
Ao intervalo: 0-1.

Marcadores:
0-1, Sori Mané, 07 minutos (própria baliza).
1-1, Salim Cissé, 60.
2-1, Gonzalez Prado, 77.
3-1, Salim Cissé, 88.

Equipas: 
Olhanense: Skowron, Coubronne, Sori Mané, Pedro Eira, Jorman Aguilar (Ademola, 90), Virga, Edgar Abreu, João Oliveira, Gonzalez Prado (Carlos Freitas, 80), Aldair (Pedro Albino, 90) e Salim Cissé.
Suplentes: Rodolfo Barata, Ademola, Pedro Albino, Carlos Freitas, Tiago Duque, Kiki e Jaadi.
Treinador: Bruno Saraiva.

Penafiel: Tiago Rocha, Luís Dias, Paulo Bessa, João Paulo, Pedro Araújo, Djibril, César (Fidélis, 71), Rafa Sousa, Wellington, Gonçalo Abreu (Danilo, 62) e Fábio Fortes.
Suplentes: Ivo Gonçalves, Hélio Cruz, Fidélis, Kalindi, Danilo, Diouf e Edu.
Treinador: Paulo Alves.

Árbitro: André Neto (Vila Real). 
Ação disciplinar: Cartão amarelo para João Oliveira (53), Jorman Aguilar (55) e Gonzalez Prado (57).

Assistência: Cerca de 3

00 espetadores

quarta-feira, 17 de maio de 2017

MUITA PASSIVIDADE DEU EMPATE

  O FC Penafiel depois da derrota nas Aves não foi além de um empate a zero bolas com o Leixões no 25 de abril.
  O jogo até prometia muitos golos com uma boa entrada das duas equipas e com o Penafiel a ter várias situações de golo nos primeiros 15 minutos, mas com o passar do tempo a equipa de Paulo Alves começou a perder o meio campo devido a alguma passividade dos penafidelenses. O Leixões teve muitas situações de golo, mas nesses momentos entrou Ivo em ação defendendo tudo que havia para defender, sendo o melhor jogador em campo.
  Na segunda parte acentuou-se o domínio leixonense, com a equipa penafidelense a defender no seu último terço de terreno. Mesmo com a passividade dos jogadores do Penafiel o nulo manteve-se até ao final da partida.
  Foi a melhor casa da época com mais de 1500 espetadores, só é pena que 1000 eram da equipa adversária. Os leixonenses apesar de serem adeptos complicados vieram a Penafiel dar uma lição aos penafidelenses como se apoia a equipa da terra, enquanto que as pessoas de Penafiel ficaram em casa a festejar o tetra e muitos foram ver uma equipa a 30 Km de Penafiel. A mentalidade penafidelense...
  Domingo acontecerá o último jogo do campeonato e o Penafiel irá deslocar-se a Olhão para tentar uma vitória para conseguir um excelente terceiro lugar na tabela classificativa.


Jogo no Estádio Municipal 25 de Abril, em Penafiel. 

Penafiel - Leixões, 0-0.

Equipas:

- Penafiel: Ivo Gonçalves, Kalindi, João Paulo, Diouf, Pedro Araújo, Romeu Ribeiro (Hélio, 58), André Fontes (César, 90+2), Rafa Sousa, Wellington, Fidelis e Gonçalo Abreu (Danilo, 81).
(Suplentes: Tiago Rocha, Paulo Bessa, Djibril, Hélio, César, Danilo e Fábio Fortes).
Treinador: Paulo Alves.

- Leixões: Ricardo Moura, Jorge Silva, Cadu, André Teixeira, Belly, Bruno China, Abalo, Bruno Lamas, Fatai (Salvador, 65), Porcellis (Tino, 80) e Fati (Ludovic, 89).
(Suplentes: Assis, Silvério, Salvador, Khalifa, Ludovic, Miguel Ângelo e Tino).
Treinador: Daniel Kenedy.

Árbitro: Hugo Miguel (AF Lisboa).
Ação disciplinar: Cartão amarelo a Diouf (41), Romeu Ribeiro (57), Fidelis (59), Cadu (60), André Fontes (65), Bruno China (74) e Rafa Sousa (90+4).

Assistência: 1.526 espectadores.

terça-feira, 2 de maio de 2017

NA LUTA PELO TERCEIRO LUGAR

  O FC Penafiel venceu o Santa Clara no 25 de abril por 1-0 e continua em 3.º lugar da tabela classificativa graças a um bom golo de Fernando aos 65 minutos.
  Matematicamente a equipa rubro negra está fora da corrida pela subida de divisão, pois o Desportivo das Aves conseguiu o ponto que faltava para ascender à primeira liga depois de ter estado a perder por 2-0. Mas a luta pelo terceiro lugar está bem viva com o Benfica B, que também conta com 62 pontos, tantos como o Penafiel.
  Em relação ao jogo desta jornada, a equipa de Paulo Alves voltou a estar por cima do adversário, principalmente no segundo tempo com várias oportunidades de golo e com o golaço de Fernando depois de um cruzamento de Dias. No primeiro tempo foi um jogo equilibrado com uma ocasião de golo para cada lado. Nos segundos 45 minutos o Penafiel atacou mais, rematou mais e conseguiu o golo através de Fernando aos 65 minutos.
  Foi mais uma vitória penafidelense, a sexta em sete jogos que dá para já para cimentar o 3.º lugar da tabela classificativa. O próximo jogo será nas Aves e claro os nossos jogadores não podem ir em festas e têm que jogar para vencer o jogo.


Jogo no Estádio 25 de Abril, em Penafiel. 
Penafiel - Santa Clara, 1-0. 
Ao intervalo: 0-0. 
Marcador:
1-0, Fernando, 65 minutos.

Equipas:

- Penafiel: Coelho, Luís Dias, João Paulo, Diouf, Pedro Araújo, Romeu Ribeiro, André Fontes (Djibril, 90+3), Rafa Sousa, Fernando (Hélio, 82), Fidelis e Danilo (Gonçalo Abreu, 75).
(Suplentes: Tiago, Pedro Ribeiro, Djibril, Hélio, César, Gonçalo Abreu e Fidelis). 
Treinador: Paulo Alves.

- Santa Clara: Serginho, Rui Silva, João Dias (Diogo Santos, 86), Vítor Alves, João Reis, Osama, Pacheco, Rúben Saldanha, Berny Burke (Diogo Coelho, 67), Joel (Clemente, 61) e Guilherme.
(Suplentes: Pedro Soares, Accioly, Igor, Diogo Santos, Diogo Coelho, Telmo Castanheira e Clemente). 
Treinador: Carlos Pinto.

Árbitro: Bruno Vieira (AF Beja). 
Ação disciplinar: Cartão amarelo a André Fontes (71), Rafa Sousa (77) e João Paulo (85 e 90+1). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para João Paulo (90+1).

Assistência: 493 espetadores

quarta-feira, 26 de abril de 2017

A CAMINHADA CONTINUA

Muitos penafidelenses deslocaram-se a Freamunde
   Com polémica ou sem polémica o FC Penafiel venceu em Freamunde e mereceu ganhar os três pontos. O resultado foi de 1-2 com os golos penafidelenses a serem marcados pelos brasileiros Danilo e Fernando.
   A equipa da casa a precisar de vencer para fugir aos lugares de despromoção, no primeiro tempo não fez nada por isso e Ivo Gonçalves foi um mero espetador. A equipa de Paulo Alves teve a despesa do jogo e foi a única a procurar o golo. Golo que aconteceu aos 43 minutos através de Danilo após passe de Romeu Ribeiro. Ao intervalo resultado merecido pois os penafidelenses foram os únicos a procurar o golo.
   A segunda parte começou igual com os jogadores rubro negros a serem os mais perigosos na partida e aos 64 minutos Fernando fez mais um belo golo, isolando-se e com o guarda redes fora dos postes picou a bola fazendo um bonito chapéu.
  O Freamunde sem criar perigo colocou o gigante Yero em campo aos 72 minutos  o "chuveirinho" começou e deu resultado aos 78 minutos com o antigo jogador penafidelense sem oposição na área a receber a bola no peito e a rematar para o fundo das redes. Até ao final O Freamunde tentou o golo e até houve dois golos anulados por pretenso fora de jogo, não se sabendo se os lances foram realmente irregulares.
  A vitória calhou ao FC Penafiel e merecidamente, o Freamunde só no "chuveirinho" criou perigo e apenas nos quinze minutos finais.
   No final do encontro a direção do Freamunde chamou a polícia Judiciária para identificar o juíz da partida Hélder Malheiro, pois acredita que o resultado estava feito antes da partida. Mais um caso do futebol português...
  O Penafiel está agora em 3.º lugar e a única equipa que matematicamente pode chegar ao segundo lugar. Na próxima jornada ao Aves apenas basta um empate no campo do União da Madeira para assegurar a subida de divisão, mas caso o Aves perca na madeira e o FC Penafiel vença ao Santa Clara e equipa rubro negra continua matematicamente na luta pela subida de divisão. DOMINGO TODOS AO 25 DE ABRIL


Jogo disputado no Estádio do SC Freamunde. 
Freamunde - Penafiel, 1-2. 
Ao intervalo: 0-1. 
Marcadores:
0-1, Danilo, 43'
0-2, Fernando, 64'
1-2, Yero, 78'

Equipas:

- Freamunde: Marco, Mika, Luis Pedro, Huguinho, Rui Rainho (Yero, 72), Leandro Pimenta, Vieira (Rui Sampaio, 58), Paulo Grilo, Diogo Ramos, Hipperdinger (Hassan, 46) e Fausto.
(Suplentes: Danny, Yero, Rui Sampaio, Diogo Valente, Rodolfo, Hassan e Ivan Perez). 
Treinador: Daniel Barbosa.

- Penafiel: Ivo Gonçalves, Kalindi, João Paulo, Diouf, Pedro Araújo, Romeu Ribeiro, Rafa Sousa, André Fontes (Djibril, 90+1), Fernando (Hélio Cruz, 67), Fidelis e Danilo (Fábio Fortes, 90+1).
(Suplentes: Tiago Rocha, Luís 
Dias, Pedro Ribeiro, Djibril, Hélio Cruz, César e Fábio Fortes).
Treinador: Paulo Alves.

Árbitro: Hélder Malheiro (AF Lisboa). 
Ação disciplinar: cartão amarelo para Kalindi (32), Huguinho (90+3) e Mika (90+5).

Assistência: cerca de 1.000 espetadores

quinta-feira, 20 de abril de 2017

FC PENAFIEL EM 4.º LUGAR


  Mais um jogo mais uma vitória do FC Penafiel, desta vez com o Sporting B no 25 de abril por 2-1.
  A equipa lisboeta foi a primeira a marcar aos sete minutos depois de muitas facilidades dadas pela defensiva penafidelense. O Sporting ainda endereçou uma bola ao poste sendo estas as jogadas de perigo da equipa adversária. O FC Penafiel aos 22 minutos através de Zid empatou a partida num belo remate à entrada da área.
   A equipa de Paulo Alves era quem mais atacava e tinha as despesas do jogo mas só aos 45 minutos os rubro negros passaram para a frente do marcador. O árbitro da partida viu uma mão de um defensor sportinguista e marcou grande penalidade. Gonçalo Abreu chamado a converter o penalti fez o nono golo no campeonato.
  A segunda parte foi equilibrada com a equipa penafidelense a controlar o jogo. O máximo que o Sporting fez foi um remate fora de área em que Ivo defendeu para a barra.
  O Penafiel de bolas paradas ainda tentou criar perigo mas o resultado ficou no 2-1.
  A equipa rubro negra está agora num excelente quarto lugar na tabela classificativa a dois pontos do Varzim que está em terceiro.
 Na próxima jornada o Penafiel desloca-se ao aflito Freamunde e esperemos que o resultado e a exibição não seja igual ao da primeira volta, pois o Penafiel facilitou demais nesse jogo. É preciso jogar ao mais alto nível até ao final da época para conseguir a melhor classificação possível e deixar os adeptos penafidelenses satisfeitos com resultados e exibições.
  
Jogo no Estádio 35 de Abril, em Penafiel. 
Penafiel - Sporting B, 2-1. 
Marcadores: 
0-1, Leonardo Ruiz, 07 minutos.
1-1, Djibril, 22.
2-1, Gonçalo Abreu, 45+3 (grande penalidade).

- Penafiel: Ivo Gonçalves, Kalindi, João Paulo, Diouf, Pedro Araújo, Djibril, Rafa Sousa, César (Hélio, 67), Fernando (Danilo, 83), Fidelis (Fábio Fortes, 90+2) e Gonçalo Abreu.
(Suplentes: Coelho, Luís Dias, Pedro Ribeiro, Edu, Hélio, Danilo e Fábio Fortes).
Treinador: Paulo Alves.

- Sporting B: Pedro Silva, André Geraldes, Kiki, Ivanildo Fernandes, Pedro Empis, Bubacar Djaló (Bilel, 69), Guima, Rafael Barbosa, Gelson Dala, Jovane (Mama Baldé, 78) e Leonardo Ruiz (Ronaldo Tavares, 78).
(Suplentes: Stojkovic, Mama Baldé, Edu, Ronaldo Tavares, Fidel Escobar, Bilel e Budag).
Treinador: Luís Martins.

Árbitro: Iancu Vasilica (AF Vila Real). 
Ação disciplinar: Cartão amarelo a Ivanildo Fernandes (21), André Geraldes (45+2), Kalindi (72) e Gonçalo Abreu (83).

Assistência: 441 espetadores.
  

quarta-feira, 19 de abril de 2017

PENAFIEL - SPORTING B

  Hoje joga-se mais um encontro do campeonato e felizmente o último à quarta feira.
  A equipa rubro negra irá receber o Sporting B desfalcada no meio campo, Romeu Ribeiro e André Fontes não poderão dar o contributo à equipa e Paulo Alves terá que optar por outros jogadores que tem à sua disposição no plantel.
  As equipas estão apenas separadas por três pontos estando o FC Penafiel em 5.º lugar e o Sporting B em 12.º. Há muito equilíbrio a meio da tabela e de 5.º lugar pode-se passar para 12.º num ápice. A regularidade tem que ser mantida e uma vitória colocará os penafidelenses definitivamente nos lugares cimeiros da tabela classificativa, uma derrota atirará a equipa de Paulo Alves para o meio da tabela. É possível o terceiro lugar e para isso uma vitória é necessária hoje. FORÇA EQUIPA
 


terça-feira, 18 de abril de 2017

TRÊS "CABEÇADAS" DÃO A VITÓRIA


  O FC Penafiel conseguiu uma importante vitória  em Viseu por 1-2 contra um adversário que precisava de vencer para fugir dos lugares de baixo da tabela classificativa.
  Os golos penafidelenses foram marcados de cabeça sendo o primeiro de João Paulo ainda na primeira parte. O golo da vitória aconteceu aos 88 minutos depois de um canto batido por Pedro Araújo, Diouf cabeceou para Gonçalo Abreu e este assistiu Fidélis à boca da baliza que fez o 1-2 final. Foi uma bela jogada aérea que culminou com a bola dentro da baliza do Viseu dando os três pontos aos penafidelenses.
  Os rubro negros foram os primeiros a marcar aos 9 minutos e com o golo penafidelense o Viseu atacou e a defensiva do FC Penafiel passou alguns maus bocados, com as bolas a serem metidas nas costas dos defensores e com Ivo apanhar alguns sustos. Aos 28 minutos O Ac. de Viseu lá acabou por marcar e merecidamente.
  Na segunda parte a equipa de Paulo Alves esteve melhor e teve algumas chances de marcar, mas o golo só aconteceu quase no final da partida com já descrito.
  Foi uma bela partida de futebol com oportunidades de golo para ambas as equipas mas com a equipa penafidelense a levar a melhor levando os três pontos para Penafiel.
  Na classificação os rubro negros ocupam agora a 6.ª posição a 5 pontos do 3.º lugar e amanhã às 16:00 recebe o Sporting B em mais um jogo do campeonato.

Jogo no Estádio Municipal do Fontelo, em Viseu.
Académico de Viseu - Penafiel, 1-2.
Ao intervalo: 0-1.
Marcadores:
0-1, João Paulo, 9'
1-1, Zé Paulo, 28'
1-2, Fidelis, 88'

Equipas:
- Académico de Viseu: Rodolfo, Joel, Bura, Bruno Miguel, Stephane, Paná (Capela, 77), Zé Paulo (Zé Pedro, 72), Bruno Loureiro, Moses (Luisinho, 55), Tiago Borges e Sandro Lima.
(Suplentes: Elísio, Tiago Gonçalves, Luisinho, Rui Miguel, Capela e Zé Pedro).
Treinador: Francisco Chaló.

- Penafiel: Ivo, Kalindi, João Paulo, Jules Diouf, Pedro Araújo, Romeu Ribeiro, André Fontes (César, 88), Rafa Sousa, Fernando Andrade (Fidelis, 67), Gonçalo Abreu e Fábio Fortes (Danilo, 77).
(Suplentes: Coelho, Dias, Ribeiro, Zid, Fidelis, César e Danilo).
Treinador: Paulo Alves.

Árbitro: Pedro Vilaça (Viana do Castelo).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Fábio Fortes (11), Bruno Miguel (52), Tiago Borges (64), Romeu Ribeiro (65), Stephane (71), Jules Diouf (77) e João Paulo (82).

Assistência: Cerca de 700 espetadores.

quinta-feira, 13 de abril de 2017

JOGOU O QUANTO BASTE PARA TRÊS PONTOS

  O FC Penafiel venceu na última jornada o Braga B por uma bola a zero num jogo pouco espetacular, talvez pelo calor que se fez sentir no 25 de abril. O golo penafidelense aconteceu na segunda parte aos 60 minutos através de Wellington numa jogada individual. Foi um grande golo à imagem daquele que marcou na Covilhã. Os adeptos presentes no estádio levantaram-se das cadeiras pois foi um excelente golo.
  Quanto ao jogo, foi uma partida muito jogada a meio campo, mas sempre com superioridade da equipa penafidelense. Ivo Gonçalves pouco trabalho teve sendo o FC Penafiel a equipa que mais atacou.
  Paulo Alves aos 72 minutos refrescou o ataque retirando Fábio Fortes e colocando Fidélis que entrou muito bem na partida. O avançado brasileiro ainda dispôs de uma boa oportunidade de golo, mas um defensor atrapalhou o jogador rubro negro. 
  Foi uma vitória importante, 50 pontos foram conquistados e a manutenção deve estar assegurada, agora é trabalhar para a melhor classificação possível. Ficar nos cinco primeiros lugares era uma excelente classificação e isso pode acontecer pois o FC Penafiel apenas está a dois pontos desse lugar e a três do quarto que é para já o União da Madeira. Era uma classificação digna de registo e que projetaria um Penafiel para a nova época capaz de algo mais.

Jogo no Estádio 25 de Abril, em Panafiel. 
Penafiel-Sp. Braga B, 1-0. 
Ao intervalo: 0-0. 
Marcadores: 
1-0, Wellington, 59 minutos.

Equipas:

Penafiel: Ivo Gonçalves, Kalindi, João Paulo, Pedro Ribeiro, Pedro Araújo, Romeu Ribeiro, André Fontes, Rafa Sousa (Djibril, 87'), Wellington (Fernando, 90+3'), Fábio Fortes (Fidelis, 72') e Gonçalo Abreu.
(Suplentes: Coelho, Luís Dias, Paulo Bessa, Djibril, César, Fernando e Fidelis).
Treinador: Paulo Alves.

Sp. Braga B: Tiago Sá, Anthony D'Alberto, Inácio, Lucas, Simão (Thales, 76'), Joca, Didi, Loum, Martínez (Singh, 63'), Leandro (Rúben Alves, 70') e Ogana.
(Suplentes: Tiago Pereira, Thales, Edelino Ié, Bruno Jordão, Rúben Alves, Singh e Piqueti).
Treinador: Abel Ferreira.

Árbitro: Carlos Macedo (AF Braga). 
Ação disciplinar: Cartão amarelo a Simão (25'), Kalindi (35'), Wellington (71'), Singh (86') e Rúben Alves (89').

Assistência: 543 espetadores.


sábado, 8 de abril de 2017

VENCER PARA CHEGAR AOS 50 PONTOS

  Amanhã o Penafiel recebe o Braga B no 25 de abril num jogo que pode em caso de vitória chegar aos 50 pontos, pontos estes que deverão chegar para assegurar a manutenção e escalar lugares na tabela classificativa.
  Na primeira volta a equipa de Abel Silva venceu no 1.º de maio num jogo muito contestado devido à péssima arbitragem de um árbitro da associação de Braga. Para este jogo da segunda volta foi novamente nomeado um árbitro da mesma associação para dirigir esta partida, no mínimo um fato curioso (e cuidado com o 4.º árbitro que gosto de prejudicar o Penafiel, de seu nome Jorge Oliveira também de Braga).
  Para este jogo Paulo Alves já contará com Wellington, jogador que esteve castigado no último encontro.
  Esperemos que a massa associativa apareça em peso para apoiar o clube em mais um jogo. FORÇA FC PENAFIEL
 

terça-feira, 4 de abril de 2017

65 PONTOS É POSSIVEL ?

  A 34.ª jornada da segunda liga ficou concluída ontem com a vitória do FC porto B em Fafe e o FC Penafiel ficou posicionado no 11.º lugar depois do empate com o Varzim.
  No topo da classificação o Aves ganhou terreno ao Varzim, mas o União da Madeira também está a querer intrometer-se na corrida pela subida de divisão. O Aves ainda tem saídas complicadas como por exemplo à Académica, ao Portimonense e ao próprio União da Madeira e os lugares de subida ainda não estão assegurados.
  O fundo da tabela está mais complicado com muitas equipas a quererem fugir dos lugares de despromoção à exceção do Olhanense que na próxima jornada até pode carimbar matematicamente o passaporte para o campeonato nacional de seniores.
O FC Penafiel está no meio da tabela sem a manutenção assegurada, estando a 6 pontos dos lugares de playoff e a 12 dos lugares de despromoção direta. É necessário duas vitórias nos últimos oito jogos da época para assegurar a manutenção e uma delas pode ser já no próximo domingo frente ao Braga B. A equipa devia agora criar um objetivo de chegar pelo menos aos 65 pontos, o que equivale a quatro vitórias caseiras e duas fora de portas. Se é possivel? Sim, há plantel para isso, só é preciso não abrandar até ao último jogo do campeonato.

 

segunda-feira, 3 de abril de 2017

BOMBA DE GONÇALO ABREU DEU UM PONTO NOS DESCONTOS

Penaboys e mais alguns adeptos penafidelenses sempre presentes
  No jogo de ontem entre o Varzim e o Penafiel jogado à beira das praias da Póvoa de Varzim o resultado foi um empate a uma bola, com os golos a serem marcados na abertura da segunda parte e ao fechar do encontro.
  Paulo Alves não podia contar com Wellington e Fernando jogou no seu lugar sendo a única mexida no 11 habitual.
  Na primeira parte o futebol praticado não resultou em golos, pois ambas equipas não criaram grandes oportunidades de golo. Ao intervalo Romeu Ribeiro saiu por lesão entrando para seu lugar Djibril.
  A segunda parte abriu com o golo varzinista depois de um cruzamento da direita e com Malele a bater Ivo Gonçalves. Paulo Alves de imediato retirou Rafa do meio campo e colocou Fidélis na frente de ataque. O brasileiro não entrou inspirado mas a equipa com dois pontas de lança teve mais posse de bola e aproximou-se mais da baliza do Varzim. As oportunidades de golo começaram aparecer mas também os golos falhados. Foi uma mão cheia de remates que podiam dar golo mas a direção dos remates nunca foi a melhor.
  Fernando e Fábio Fortes estiveram em dia não quanto à finalização, foi a eles que surgiram as melhores oportunidades de golo mas falharam sempre o objetivo. A dez minutos do final da partida o técnico penafidelense apostou tudo e o sacrificado foi Djibril que tinha entrado no intervalo dando o lugar a Danilo aos 80 minutos.
 Nos descontos e num lance em que há dúvida de fora de jogo no passe para Gonçalo Abreu, o madeirense de primeira e com a bola no ar fez um espetacular golo ao ângulo sem qualquer hipótese para o guardião varzinista. Foi uma grande festa da meia centena de adeptos penafidelenses presentes no estádio.
  O resultado até podia ser outro se não fossem os golos falhados, mas a equipa trabalhou, empenhou-se e conseguiu o empate no final da partida. 
  O FC Penafiel tem agora 47 pontos precisando de mais uma ou duas vitórias para assegurar a manutenção.

 Jogo no Estádio do Varzim SC, na Póvoa de Varzim. 
Varzim - Penafiel, 1-1. 
Ao intervalo 0-0. 
Marcadores. 
 1-0, Malele, 47 minutos.
1-1, Gonçalo Abreu, 90+4'.

Equipas: 
Varzim: Paulo Vítor, Jean, Nélson Agra, Sandro, Rui Coentrão, Leonel Olímpio, Nelsinho, Diego Barcelos (Villagrán, 90+1'), Rui Coentrão (Pedro Santos, 83'), Rui Costa e Malele.
Suplentes: Paulo Cunha, Neta, Amimu, Villagrán, Pedro Santos, Chikhaoui e Eder Diez.
Treinador: João Eusébio.

Penafiel: Ivo, Kalindi, João Paulo, Diouf, Pedro Araújo, Romeu Ribeiro (Djibril, 46', Danilo, 83'), Rafa Sousa (Fidelis, 53'), André Fontes, Fernando Andrade, Fábio Fortes e Gonçalo Abreu.
Suplentes: Tiago Rocha, Luís Dias, Pedro Ribeiro, Zid, Fidelis, César e Danilo.
Treinador: Paulo Alves.

Árbitro: Hugo Miguel (AF Lisboa). 
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Leonel Olímpio (29'), Diouf (57'), Kalindi (70'), Rui Costa (76'), Rui Coentrão (78'), Malele (87'), Danilo (87') e Sandro (90+4').

Assistência: Cerca de 1.500 espectadores.

terça-feira, 21 de março de 2017

REVIRAVOLTA MERECIDA NA SEGUNDA PARTE

  No 25 de abril este fim de semana o FC Penafiel venceu o Benfica B por 2-1 numa partida difícil e mal dirigida pelo árbitro da partida.
Ensinar os miúdos a serem do FC Penafiel é o que devia acontecer
  Quem começou melhor foi a equipa lisboeta que esteve claramente superior impondo a sua velocidade e a técnica dos seus jogadores, foi uma primeira parte em que o Penafiel pouco jogou à bola, mas porque a equipa contrária esteve bem melhor. O golo surgiu de uma bola parada onde Ferro subiu mais alto que todos e bateu Ivo Gonçalves aos 21 minutos, e se não fosse a bela exibição do guardião penafidelense tanto na primeira parte como na segunda o Benfica poderia ter marcado muitos mais, mas Ivo esteve inspirado. 
  O Penafiel o pouco que fez na primeira parte teve no árbitro da partida Rui Oliveira uma barreira para não chegar ao golo, amarelos, faltas e um penalti não assinalado prejudicando sempre o FC Penafiel, fazendo uma péssima arbitragem.


  O intervalo fez bem aos rubro negros e na segunda parte os jogadores penafidelenses vieram com outra vontade para o relvado e conseguiram modificar o rumo dos acontecimentos.
  João Paulo aos 49 minutos restabeleceu o empate e tudo mudou, a equipa de Paulo Alves foi mais capaz, criou mais perigo e aos 87 minutos Fernando que entrou na segunda parte fez o tento da vitória.
  Foi uma grande segunda parte da equipa penafidelense que combateu uma equipa muito boa a do Benfica B. Agora haverá uma paragem no campeonato, que será oportuna para recuperar Daniel Martins e Hélio Cruz que se encontram lesionados, o próximo jogo é no Varzim.

Jogo no estádio 25 de Abril. 
Penafiel - Benfica B, 2-1.
Ao intervalo: 0-1.
Marcadores:
0-1, Ferro, 21 minutos.
1-1, João Paulo, 49.
2-1, Fernando, 87.

Equipas:

Penafiel: Ivo Gonçalves, Kalindi, João Paulo, Diouf, Pedro Araújo, Romeu Ribeiro, André Fontes, Rafa Sousa (Fernando, 66), Wellington (César, 90+2), Fábio Fortes (Fidelis, 76) e Gonçalo Abreu.
(Suplentes: Coelho, Luís Dias, Paulo Bessa, César, Edu, Fernando e Fidelis).
Treinador: Paulo Alves.

Benfica B: Ivan Zlobi, Aurélio Buta, Rúben Dias, Ferro, Yuri Ribeiro, Pêpê, Heri (Florentino Luís, 86), Gedson, Jota (Dálcio, 71), João Félix (Zé Gomes, 56) e Diogo Gonçalves.
(Suplentes: André Ferreira, Pedro Amaral, João Escoval, Florentino Luís, Dálcio, Romário Baldé e Zé Gomes).
Treinador: Hélder Cristóvão.

Árbitro: Rui Oliveira (AF Porto).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para João Paulo (20), Wellington (29), Romeu Ribeiro (63), Aurélio Buta (75), Dálcio (80), Pêpê (88) e Rúben Dias (88).

Assistência: 527 espectadores
 

sábado, 18 de março de 2017

QUE SOCIEDADE ESTA...

   Domingo joga-se mais um jogo do campeonato desta vez com o Benfica B. O jogo será às 11:15 da manhã pois vai ter transmissão televisiva na sporrtv.
  A equipa lisboeta nunca venceu em Penafiel e o melhor que conseguiu foi um empate em 13/14 obtendo duas derrotas.
  Como sempre haverá adeptos estarolas, pessoas de Penafiel que é raro verem o FC Penafiel irão ver o jogo porque a equipa B do Benfica irá jogar no 25 de abril. A mentalidade dos penafidelenses continua fraca e em vez de apoiarem o clube da terra preferem ser de um clube de fora da sua própria cidade. Todos dizem que os adeptos do Vitória de Guimarães é que é, e que são os melhores mas cá em Penafiel as pessoas preferem ser de um dos ditos grandes do que fazerem-se sócios do clube da terra.
  Em Portugal o futebol é uma vergonha, as bancadas vazias são uma vergonha e os adeptos são uma vergonha. Não conseguem ver que se toda a gente apoia-se o clube da terra, os estádios iriam estar mais preenchidos, haveria mais dinheiro para os clubes, a centralização dos direitos televisivos iria estar em cima da mesa, iria haver maior competitividade e o futebol iria ser melhor em todos os aspetos. Mas as pessoas continuam a querer ser dos mais fortes, para ganharem mais vezes e para se sentirem superiores. Enfim é a sociedade que temos... Muito fraca, muito fraca
  

quinta-feira, 16 de março de 2017

REGULARIDADE NÃO É "COISA" DOS NOSSOS JOGADORES


Penaboys sempre no apoio
Ontem o FC Penafiel perdeu em Barcelos com o Gil Vicente por 3-1 numa partida em que os jogadores penafidelenses entraram completamente a dormir.
  Aos quatro minutos os penafidelenses já perdiam por 2-0 e só não aconteceram mais golos porque os gilistas foram perdulários em frente a Ivo. A primeira parte foi desprovida de ideias e só Kalindi e Wellington tentaram rumar contra a maré. Aliás Wellington teve a melhor oportunidade dos primeiros 45 minutos podendo reduzir para 2-1, não reduziu e o Gil Vicente fez logo a seguir o 3-0 antes de acabar o primeiro tempo.
  Na segunda parte o Penafiel esteve um pouco melhor e aos 59 minutos Fernando já em campo endereçou uma bola ao poste, mas só no final do jogo o Penafiel marcou por Fábio Fortes fazendo o 3-1. Os jogadores penafidelenses ainda tentaram mais golos e podiam ter marcado se Artur Soares Dias o árbitro da partida tivesse assinalado uma grande penalidade na favor dos rubro negros. 
  O resultado final foi o 3-1 num jogo fraco, mais fraco ainda dos jogadores penafidelenses que estiveram irreconhecíveis em relação aao jogo com o Vizela. Já se disse mais que uma vez que a segunda liga é uma prova de regularidade e sem ela não se discute os primeiros lugares, é o que acontece com o FC Penafiel. 

Jogo no estádio Cidade de Barcelos
Gil Vicente - Penafiel, 3-1
Ao intervalo: 3-0 
Marcadores: 
1-0, Paulinho, 2'
2-0, Arthur, 5'
3-0, Alphonse, 42'
3-1, Fábio Fortes, 82'

Equipas:

Gil Vicente: Vozinha, Pedro Lemos, Sandro, Luiz Eduardo, Floro (Henrique, 53'), Calu, Alphonse, Arthur (Reko, 64'), Hugo Firmino, Paulinho (João Pedro, 69') e Avto 
Suplentes: Júlio Neiva, Yan Victor, Reko, João Pedro, Noubissi, Abou Toure e Henrique 
Treinador: Álvaro Magalhães

Penafiel: Ivo, João Paulo, Diouf, Pedro Ribeiro (Fidelis, 46'), Pedro Araújo (Fernando, 46'), Rafa Sousa (Edu, 69'), Romeu Ribeiro, André Fontes, Wellington, Fábio Fortes e Gonçalo Abreu 
Suplentes: Coelho, Luís Dias, Paulo, Zid, Fidelis, Fernando e Edu 
Treinador: Paulo Alves

Árbitro: Artur Soares Dias (AF Porto) 
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Sandro (38'), Rafa Sousa (65'), André Fontes (90') e Henrique (90'+1)

Espectadores: 489 espectadores

terça-feira, 14 de março de 2017

TRÊS BAIXAS PARA BARCELOS

  Amanhã o FC Penafiel desloca-se a Barcelos para mais um jogo do campeonato, a 32.ª jornada.
  Paulo Alves tem três baixas confirmadas, o central João Paulo está castigado e Daniel Martins e Hélio Cruz estão lesionados e não vão poder dar o contributo à equipa.
  O adversário é o Gil Vicente, equipa que não vence à 5 jornadas.
  A deslocação a Barcelos é tradicionalmente difícil, pois em 26 jogos o Penafiel apenas venceu uma vez, sendo essa vitória na época 2004-2005 na primeira liga e que aconteceu aos 90 minutos . É talvez o campo mais difícil para os rubro negros tendo em conta estas estatísticas.  Mesmo assim este Penafiel já demonstrou que quando quer, ganha a qualquer equipa. FORÇA PENAFIEL