domingo, 18 de outubro de 2020

BRIOSA COM MAIS EFICÁCIA


 O FC Penafiel perdeu hoje em Coimbra com a Académica por duas boas a uma num jogo com duas partes distintas. Na primeira parte a partida foi algo equilibrada mas com a eficácia e algum ascendente a estar do lado dos academistas. Os golos da Académica foram duas bolas metidas em profundidade, golos do género que o FC Penafiel tem sofrido. Um dos golos na altura do passe, Guima parece estar fora de jogo.

  Antes dos golos da Académica, Wagner logo no início da partida enviou uma bola ao poste e ainda no primeiro tempo houve mais uma bola no ferro, mas o resultado foi para o intervalo com a turma de Coimbra a vencer por 2-0.


 Ao intervalo o técnico penafidelense fez entrar Ludovic, Gustavo e Vitinha para os lugares de Simão, Wagner e João Amorim que fez a estreia pelo Penafiel, e no início da segunda parte e o Penafiel foi mais capaz de chegar à baliza contrária criando várias ocasiões de golo, e numa delas Gustavo aos 56 minutos reduziu para 2-1. Depois do golo a toada manteve-se, com os jogadores penafidelenses acercarem-se da baliza de Mika, mas a sorte desta vez não esteve do nosso lado apesar de algumas chances de golo. Na outra baliza Luís Ribeiro foi apenas um mero espectador.

 Nos últimos 10 minutos Pedro Ribeiro fez entrar Pedro Soares e Bruno César, "Chuta Chuta" fez os seus primeiros minutos pelo emblema rubro negro e num livre direto quase fez o gosto ao pé, fazendo passar a bola a rasar o poste.

 Contudo o resultado não mais sofreu alteração e a derrota do Penafiel aconteceu por 2-1. Apesar da derrota há ilações positivas a tirar deste jogo. A equipa neste sistema está mais entrosada, ataca melhor e cria várias oportunidades de golo. Mas também há a tirar factos negativos, como por exemplo os golos dos adversários com bolas em profundidade não podem acontecer como têm acontecido. Outra coisa negativa é que vê-se que o plantel penafidelense é bem acima da média, mostrando que pode vencer em qualquer lado e a entrada em campo no início do jogo não foi a melhor, atacando muito pouco e dando de "borla" 45 minutos. E se entrássemos no primeiro tempo em campo como entramos no segundo?  Tudo poderia ser diferente. 

 Mas apesar disso, no final do jogo não merecíamos perder, fizemos uma excelente segunda parte, criando oportunidades quanto baste para empatar e fazer a reviravolta. Mas os deuses do futebol não estiveram com o Penafiel hoje. Há que continuar a trabalhar com a mesma intensidade e com o mesmo afinco. Sexta feira o adversário é o Arouca e o jogo é no 25 de abril às 18:30 com transmissão televisiva na Sporttv também. Para cima deles equipa, FORÇA.

Jogo no Estádio Cidade de Coimbra

Académica - Penafiel, 2-1.

Ao intervalo: 2-0.

Marcadores:1-0, Bouldini, 24 minutos. 2-0, João Mário, 38. 2-1, Gustavo Henrique, 56.

Equipas:

Académica: Mika, Fabiano, Rafael Vieira, Silvério, Bruno Teles (Fábio Vianna, 59), Dias, Guima, Traquina, Fabinho (Mimito, 87), João Mário e Bouldini (Sanca, 70). (Suplentes: Daniel Azevedo, Pinto, Dani, Sanca, Fábio Vianna, Diogo Pereira, Zourdine, Chaby e Mimito). Treinador: Rui Borges.

Penafiel: Luís Ribeiro, Coronas, David Santos, Leandro (Bruno César, 79), Paulo Henrique, Capela, Franco, Wagner (Ludovic, 46), João Amorim (Gustavo Henrique, 46), Simão (Vitinha, 46) e Mateus (Pedro Soares, 80). (Suplentes: Filipe, Vitinha, Vini, Ludovic, Alan Schons, Ronaldo, Bruno César, Pedro Soares e Gustavo Henrique). Treinador: Pedro Ribeiro.

Árbitro: David Silva (AF Porto).Ação disciplinar: Cartão amarelo para Gustavo Henrique (65), Rafael Vieira (67), Paulo Henrique (85), Fabinho (87).

Assistência: Jogo realizado à porta fechada devido à pandemia de covid-19.

quinta-feira, 15 de outubro de 2020

MATEUS BISA AO SERVIÇO DA SELEÇÃO


  A seleção de Angola teve a meio desta semana um jogo de preparação com Moçambique sendo que os Palancas negras venceram por 3-0. Mateus foi o capitão da sua seleção, marcou dois golos, um de livre direto e outro de bola corrida e ainda mandou uma bola ao poste através de outro livre direto.
 O jogador mais uma vez esteve em destaque pelo seu país e agora voltará a Penafiel para representar o seu clube.

sábado, 10 de outubro de 2020

GOLÃO DE FRANCO JUNIOR ACABA COM A "ESPERANÇA"

   O FC Penafiel venceu hoje o Esperança de Lagos por 1-3 e passou à fase seguinte da Taça de Portugal. Apesar de o jogo ter quase sempre ascendente do Penafiel, foi o Esperança de Lagos que marcou primeiro depois de um erro de Cassiano que entregou a bola ao dianteiro da equipa da casa, sendo que o golo foi marcado aos 11 minutos. Depois do golo o Penafiel foi atrás do prejuízo e marcou através de Pedro Soares que aproveitou um remate de Ludovic ao poste e na sobra o avançado penafidelense restabelece o empate.
  Com o jogo a ter sentido único e os penafidelenses a terem várias oportunidades de golo, Gustavo aos 40 minutos isolou-se, contornou o guarda redes e fez o 1-2.

  Na segunda parte o FC Penafiel continuou instalado no campo do Esperança de Lagos e criou várias oportunidades de golo, mas a eficácia não esteve presente. Pedro Ribeiro refrescou o setor atacante colocando Pedro Prazeres e Ronaldo e fazendo sair os marcadores dos golos Pedro Soares e Gustavo. A toada manteve-se mas o Penafiel não marcava. 
  Aos 83 minutos Vasco Braga é expulso e assim o jogo ficou um pouco equilibrado, a equipa algarvia teve duas ocasiões para marcar e numa delas enviou a bola ao poste, numa bola parada que gelou o ambiente penafidelense.

  Contudo Junior Franco tirou um coelho da cartola marcando o golo da tarde aos 90 minutos e acabou com a esperança do Esperança.
  Não foi um jogo magnífico, só faltou a eficácia, mas jogou o quanto baste para levar de vencida os algarvios. O primeiro obstáculo na Taça de Portugal está ultrapassado venha o próximo.

 O Penafiel alinhou com Filipe, Vitinha, Coronas, Cassiano (Paulo Henrique), David, Simão, Vasco Braga, Junior Franco, Ludovic (Wagner), Gustavo (Pedro Prazeres (Capela) e Pedro Soares ( Ronaldo)

quarta-feira, 7 de outubro de 2020

TERCEIRO JOGO COM O ESPERANÇA DE LAGOS

Clica na imagem

  O Esperança de Lagos já é um nosso conhecido da Taça de Portugal, equipa esta que defrontamos na década de 90 por duas ocasiões, em 1992 e 1997. Ambos os jogos foram no estádio 25 de abril e a vitória sorriu sempre aos penafidelenses.

  Em 92-93 a vitória foi de 2-1 com os golos penafidelenses a serem marcados por Adão e por Vitor Vieira, num ano em que o FC Penafiel tinha descido da primeira divisão nacional.

  A outra vitória aconteceu na época 97-98 por uns esclarecedores 3-0 com os golos a serem marcados por Jefferson e o bombardeiro açoriano Carlos Freitas a fazer os restantes dois tentos. Na imagem demonstrada encontra-se a crónica do jogo de 92-93.

 Por curiosidade também apresentamos a equipa que jogou em 97-98 que foi a seguinte: João Viva, Abel, Ricardo Martins, Bruno Ferraz, Zé Nando, Sérgio Barbosa (Pedrinha), Ristovki, Récio, Jefferson (Maia), Carlos Freitas, Rodrigo (Barrigana).

  No próximo sábado apesar do jogo ser e Lagos, não se espera outro resultado a não ser a vitória, apesar de sabermos que estes jogos de taça são sempre complicados, e temos o exemplo da época passada, que em Mortágua apenas no prolongamento conseguimos vencer.

 

segunda-feira, 5 de outubro de 2020

CHUTA CHUTA JÁ FOI OFICIALIZADO


   Uma das bombas do mercado português é sem dúvida o regresso de Bruno César a Portugal e ainda por cima a Penafiel. Bruno César tem 31 anos de idade e está emprestado aos rubro negros por uma temporada pelo Vasco da Gama. Nesta temporada pelo clube brasileiro o Bruno César realizou 7 jogos do brasileirão em 12 possíveis, sendo que dois a titular. Com a chegada de Martin Benitez jogador argentino este ano ao Vasco, Bruno César ficou sem espaço no 11 e daí uma possível saída do clube. O FC Penafiel atento, já que o técnico penafidelense Pedro Ribeiro já tinha trabalho com o jogador na Arábia Saudita na época 13-14 no Al Ahli decidiu abordar o jogador, que viu com bons olhos representar o nosso clube.  

  Não nos esqueçamos que "Chuta Chuta" já representou clubes como o Benfica, Corinthians, Palmeiras, Estoril, Sporting e Vasco da Gama, sempre utilizado nos clubes por onde passou e ainda no ano passado realizou 30 jogos pelos Vasco, equipa do brasileirão. 

  Já sabemos que as más línguas dizem que já é velho e que já não vale nada, mas isso são as más línguas, pessoas que não querem o bem do clube,  pois se fosse pela idade, o que se diria de Pepe ou Otamendi... 

Chuta Chuta chegou a Penafiel para ajudar o clube a concretizar os objetivos que é lutar por um dos lugares cimeiros da tabela classificativa. Bem vindo Bruno César.

sábado, 3 de outubro de 2020

DEDICAÇÃO, QUALIDADE, ENTREGA E EFICÁCIA


  O FC Penafiel venceu ontem o primeiro classificado no estádio 25 de abril por 3-1 e diminuiu para três pontos a diferença pontual entre os dois clubes.

  A equipa de Pedro Ribeiro entrou muito forte em campo e nos primeiros 10 minutos teve duas grandes ocasiões de golo, sendo que uma delas protagonizada por Mateus, o remate foi defendido por Godinho, mas ainda antes disso, Wagner lançado num passe em profundidade, isolou-se e não teve dificuldades em fazer o primeiro tento do jogo, decorrendo 6 minutos da partida. O Mafra vendo-se a perder aproximou-se mais da baliza de Luís Ribeiro, mostrando em campo o porquê de ser o primeiro classificado. Contudo o Penafiel fechou sempre os caminhos para a baliza.


  No início do segundo tempo a equipa de Mafra marca mesmo, num lance de bola parada, a bola rematada bate na barreira e traí Luís Ribeiro, que fica isento de culpas.  O técnico penafidelense não perde muito tempo e refresca as alas, colocando Gustavo e Ludovic nos lugares de Simão e Wagner. Ora volvidos 5 minutos das substituições, Gustavo que acabado de entrar e após um grande passe de Capela faz o 2-1 para o Penafiel. 

 Gustavo outra vez esteve num lance decisivo, sofrendo uma falta na grande área deu origem ao terceiro golo. Mateus foi chamado à marca de penalti e não dececionou. Era o 3-1 para o Penafiel aos 72 minutos.

 Com este resultado e com o que se passava em campo, com um Penafiel forte, não era fácil o Mafra marcar, ficando assim o resultado no final da partida.

 A equipa fez um excelente jogo e mereceu completamente a vitória. Depois de uma grande segunda parte no Porto B, Pedro Ribeiro volta a colocar os jogadores penafidelenses a jogar bom futebol, criar oportunidades de golo e sendo eficazes.

 O técnico penafidelense durante o jogo é sempre muito ativo, dando durante os 90 minutos indicações para o campo, corrigindo posições, incentivando os jogadores. Temos um excelente plantel, um excelente treinador que acredita na sua filosofia de jogo, temos a entrega dos jogadores e a união de grupo. Com isto só podemos esperar coisas boas. FORÇA EQUIPA

Jogo disputado no Estádio 25 de Abril, em Penafiel.
Penafiel - Mafra, 3-1.

Ao intervalo: 1-0.

Marcadores:

1-0, Wagner, 06 minutos.

1-1, Gui Ferreira, 49

2-1, Gustavo Henrique, 64

3-1, Mateus, 72 (penálti)

Equipas:

- Penafiel: Luís Ribeiro, Coronas, David Santos, Leandro Teixeira, Paulo Henrique, Capela, Vasco Braga, Júnior Franco, Wagner (Gustavo Henrique, 59), Simão (Ludovic, 59) e Mateus (Pedro Soares, 84). Suplentes: Emanuel Novo, Vitinha, Cassiano, Ludovic, Alan Schons, Ronaldo, Rafa Sousa, Pedro Soares e Gustavo Henrique. Treinador: Pedro Ribeiro.

- Mafra: Godinho, Tomás Domingos (Rodrigo Martins, 46), Miguel Lourenço, Bruno, Gui Ferreira, Cuca, Campos, Kaka (Lee, 75), Camará, Andrezinho (Wenderson, 75) e Okitokandjo (Moura, 30). Suplentes: Carlos Henriques, Rodrigo Martins, Barbosa, Lee, Wenderson e Moura. Treinador: Filipe Cândido.

Árbitro: Hugo Silva (AF Santarém).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Simão (14), Leandro (17), Camará (19), Coronas. (39), Vasco Braga (48), Wagner (54), Junior Franco (61) e Kaka (69).

Assistência: Jogo realizado à porta fechada devido à pandemia de covid-19.


domingo, 27 de setembro de 2020

O TRABALHO E DETERMINAÇÃO COMPENSA


  O FC Penafiel venceu esta tarde o Porto B em Pedroso por 1-2 e deu um salto na classificação, aproximando-se dos primeiros lugares.

  Quanto ao jogo, o Porto B foi superior no primeiro tempo, criando várias oportunidades de golo, mas foi o Penafiel que conseguiu marcar através de Mateus  aos 28 minutos. Desta vez aconteceu à equipa adversária o que tem acontecido ao Penafiel nos últimos dois jogos, o Porto a melhor equipa em campo até então sofreu um golo depois de um erro da defensiva portista. Depois do golo a equipa rubro negra equilibrou um pouco o jogo, mas mesmo assim com ascendente do Porto, que empatou a partida aos 43 num auto golo de David. Um cruzamento da direita o central penafidelense ao tentar cortar a bola, cabeceou para o fundo da baliza.

 Na segunda parte o FC Penafiel esteve bastante melhor em campo, trocando mais a bola e criando algumas situações de golo, golo este que aconteceu aos 55 minutos, com Simãozinho a marcar num remate de primeira depois de uma sobra de uma bola parada. O FC Penafiel ficou uma equipa mais tranquila soube criar oportunidades de golo e soube quase sempre gerir o resultado apesar do Porto ainda ter uma boa oportunidade de golo e empatar a partida.

No final o 1-2 até pode ser algo injusto para o FC Porto B, como também foi igualmente injusto as últimas duas derrotas do FC Penafiel. O futebol é assim e o que conta é o resultado, mas há que dizer que Pedro Ribeiro tem trabalhado muito este sistema tático e hoje, nomeadamente na segunda parte este trabalho surtiu efeito Os rubro negros venceram 1-2 e os três pontos foram para Penafiel.


Jogo disputado no Estádio Municipal Dr. Jorge Sampaio, em Vila Nova de Gaia.

FC Porto B - Penafiel, 1-2.


Ao intervalo: 1-1.

Marcadores:

0-1, Mateus, 28 minutos

1-1, David Santos, 43 (própria baliza).

1-2, Simão, 55.

Equipas:

FC Porto B: Ricardo Silva, Rodrigo Conceição, Pedro Justiniano, João Marcelo, Carlos Gabriel, Ebuka (Tiago Matos, 46), Rodrigo Valente, Johan Gómez (Francisco Conceição, 60), Gonçalo Borges, Boateng (Igor Cássio 60) e Danny Loader.

(Suplentes: Ivan Cardoso, Tiago Matos, Angel Torres, Rafael Pereira, Rodrigo Pinheiro, Diogo Ressurreição, Francisco Conceição, Gonçalo Brandão e Igor Cássio). Treinador: Rui Barros.

Penafiel: Luís Ribeiro, Coronas, David Santos, Leandro Teixeira, Paulo Henrique, Capela, Vasco Braga, (Ronaldo Tavares, 78), Júnior Franco, Wagner (Ludovic, 69), Simão (Gustavo Henrique, 86) e Mateus.

(Suplentes: Filipe, Vitinha, Cassiano, Ludovic, Ronaldo, Rafa Sousa, Pedro Prazeres, Pedro Soares e Gustavo Henrique). Treinador: Pedro Ribeiro.

Árbitro: João Gonçalves (AF Porto).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Ebuka (10), Franco (36), Simão Azevedo (62), Capela (65), Vasco Braga (68) e Rodrigo Conceição (68).

Assistência: Jogo realizado à porta fechada devido à pandemia de covid-19.


quinta-feira, 24 de setembro de 2020

GRANDE GOLO DE WAGNER NÃO CHEGA PARA PONTUAR

   

O FC Penafiel perdeu ontem no estádio 25 de abril com o Vilafranquense por 1-2 com Wagner a conseguir o tento penafidelense já quando estava 0-2.  Foi um jogo difícil para o Penafiel que até começou bem com uma boa oportunidade de Ronaldo, mas aos 18 minutos o Vilafranquense fez o primeiro golo sem fazer muito por isso através de um canto, em que Pedro Coronas teve a infelicidade introduzir a bola na própria baliza. Após o golo e no minuto seguinte a equipa de Vila Franca de Xira volta a marcar com Fortes a aparecer sozinho na boca da baliza e encostar para o 0-2. 


Com muito jogo pela frente o Penafiel tentou dar a volta ao resultado e ainda na primeira parte, Wagner faz um remate fora de área, colocadíssimo não dando chance ao guardião Maringá.

 Na segunda parte a equipa penafidelense tentou o golo mas nunca da melhor maneira, um meio campo muito despovoado com apenas dois homens, Vasco Braga e Júnior Franco e com estes dois jogadores a não fazerem a diferença necessária no jogo para o Penafiel empatar. A bola poucas vezes chegou aos homens da frente e até foi o Vilafranquense que teve as melhores oportunidades de golo neste segundo tempo, onde Luís Ribeiro fez duas grandes defesas evitando o terceiro golo dos visitantes.

 Pedro Ribeiro fez entrar aos 74 minutos Pedro Soares e Simãozinho e aos 84 Pedro Prazeres, ainda se criou algumas situações de perigo, com alguns cruzamentos, principalmente vindos do corredor esquerdo, mas a bola nunca chegou em condições aos avançados penafidelenses. Aos 77 minutos um jogador do Vilafranquense foi expulso e nos últimos minutos o Penafiel ficou a jogar com mais um jogador. No entanto com a equipa adversária toda na defesa, ainda foi mais difícil penetrar na área visitante.

Foi a segunda derrota consecutiva pelo Penafiel, onde outra vez a infelicidade do primeiro tento e a desatenção do segundo ditou a derrota.

 Pedro Ribeiro joga numa tática muito arrojada, mas que é preciso  muita concentração, principalmente na defesa. Não está fácil de implementar o 5-2-3 ou 3-5-3 dependendo das variantes de jogo. O meio campo praticamente sem ideias, jogando praticamente pelos corredores onde há muito cruzamentos, mas que não têm sido à medida. 

  A vontade está lá, a garra também, só é preciso ter mais discernimento nas decisões de passe e no remate. Também nos podemos queixar de algum azar, mas quem quer sorte tem que ir atrás dela. Veremos o que acontece nos próximos jogos. Uma coisa é certa, algo tem que mudar e tem que se dar uma resposta diferente do que tem se dado até aqui.

Jogo disputado no Estádio 25 de Abril, em Penafiel

Penafiel - Vilafranquense, 1-2.

Ao intervalo: 1-2.

Marcadores:

0-1, Coronas (autogolo), 18 minutos.

0-2, Carlos Fortes, 19.

1-2, Wagner, 43.

Equipas:


- Penafiel: Luís Ribeiro, Coronas, Capela, David Santos, Leandro Teixeira (Simãozinho, 74), Paulo Henrique, Vasco Braga, Júnior Franco, Wagner (Pedro Soares, 74), Mateus e Ronaldo Tavares (Pedro Prazeres, 84).

(Suplentes: Emanuel Novo, Vitinha, Cassiano, Simãozinho, Rafa Sousa, Pedro Prazeres, Pedro Soares e Gustavo Henrique).Treinador: Pedro Ribeiro.

- Vilafranquense: Maringá, Diogo Coelho, André Ceitil, Sparagna, Marcos Vinícius, Filipe Oliveira, Izata (Léo Cordeiro, 75), Vítor Bruno (Eric Veiga, 74), Kady (André Claro, 66), Carlos Fortes (Leandro Antunes, 70) e André Dias.

(Suplentes: Tiago Martins, Alan Bidi, Eric Veiga, Timbó, Léo Cordeiro, Rodrigo Rodrigues, André Claro, Leandro Antunes e Gabriel Honório).Treinador: Quim Machado.

Árbitro: João Casegas (AF Viseu).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Izata (42), Marcos Vinícius (60 e 77) e Sparagna (90). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Marcos Vinícius (77).

Assistência: Jogo realizado à porta fechada devido à pandemia de covid-19.

sexta-feira, 18 de setembro de 2020

DERROTA INJUSTA NO CARLOS OSÓRIO

O FC Penafiel depois de uma boa exibição perdeu no terreno da Oliveirense por 2-1.

 Desde o início da partida que a equipa de Pedro Ribeiro quis ganhar a partida, sendo que as grandes oportunidades de golo pertenceram aos penafidelenses. 
  Wagner aos 7 minutos falhou de baliza escancarada, sendo que Mateus também teve no primeiro tempo uma boa chance de marcar, mas a eficácia foi  nula. 
  A equipa dominou quase por completo o adversário e apenas faltaram os golos.

   
Na segunda parte a toada manteve-se  e aos 55 minutos houve uma grande penalidade a favor do FC Penafi el, Mateus chamado a converter o penalti, permitiu a defesa de Coelho.
  Aos 69 minutos mesmo depois da primeira substituição penafidelense em que Wagner saiu para dar lugar a Gustavo aconteceu o golo adversário. Um defensor rubro negro escorregou e Jorge Teixeira com caminho aberto contornou Luís Ribeiro e fez o 1-0. Quase logo de seguida um remate fora de área deixou o guardião Luís Ribeiro mal na fotografia e o 2-0 estava consumado.

 A Oliveirense nada fez para isso acontecer, mas o certo é que estava 2-0 para a equipa da casa. O técnico penafidelense não esperou e fez entrar Vitinha e Pedro Soares. 
 A equipa duriense foi atrás do golo e aos 85 minutos o recém entrado Pedro Soares correspondeu bem a um cruzamento, aparecendo na área mais forte que o adversário fazendo o 2-1. O Penafiel ainda tentou o empate, mas já não foi a tempo de marcar. 

  Foi um jogo em que o Penafiel fez mais por marcar, por vencer mas algum azar à mistura, erros individuais e falta de eficácia ditou esta primeira derrota no campeonato. Quanto à entrega dos jogadores e como a equipa se comportou, não há nada a dizer. Houveram melhorias em relação ao último jogo em termos de futebol jogado e mais oportunidades de golo. Há que continuar a trabalhar e pensar já no próximo jogo frente ao Vilafranquense dia 23 quarta feira às 18:30.

Jogo realizado no Estádio Carlos Osório, em Oliveira de Azeméis, Aveiro.
Oliveirense-Penafiel: 2-1.
Ao intervalo: 0-0.
Marcadores:
1-0, Jorge Teixeira, 69 minutos.
2-0, Thalis Henrique, 72.
2-1, Pedro Soares, 85.

Equipas:

Oliveirense: Coelho, Leandro Silva, Pedro Machado, Raniel, Ricardo Tavares, Filipe Gonçalves, Oliveira, Miguel Lima (Dionathã, 77), Michel Lima (Pedro Kadri, 90), Thalis Henrique (António Gomes, 88) e Jorge Teixeira.
(Suplentes: Rui Dabó, Pedro Kadri, Luisinho, Bortoluzo, Sele Davou, Dionathã, António Gomes e Onohara.)
Treinador: Pedro Miguel.

Penafiel: Luís Ribeiro, Coronas, David Santos, Leandro Teixeira, Paulo Henrique, Capela, Vasco Braga (Pedro Soares, 74), Mateus, Júnior Franco, Wagner (Gustavo Henrique, 69) e Ronaldo Tavares (Vitinha, 74).
(Suplentes: Filipe, Vitinha, Cassiano, Simãozinho, Rafa Sousa, Pedro Prazeres, Pedro Soares e Gustavo Henrique)
Treinador: Pedro Ribeiro.

Árbitro: Ricardo Baixinho (AF Lisboa).
Ação disciplinar: cartão amarelo para Miguel Lima (55), Pedro Miguel (61), Coronas (87) e Michel Lima (90).

Assistência: Jogo realizado à porta fechada devido à pandemia de covid-19


terça-feira, 15 de setembro de 2020

RONALDO ENTRA E RESOLVE

 Ontem o FC Penafiel começou da melhor maneira o campeonato e venceu o Sporting da Covilhã por 1-0, com o golo a ser marcado por Ronaldo aos 63 minutos.
  A equipa serrana foi quem começou melhor o jogo e teve mais posse de bola durante o primeiro tempo, mas com isso, não quer dizer que criasse perigo para a baliza de Luís Ribeiro. Aliás o Covilhã não fez um único remate à baliza durante todo o jogo e assim torna-se difícil sofrermos um golo.
  Contudo a equipa da serra tem uma belíssima equipa, fez boas contratações, como por exemplo Gleison e Filipe Macedo e fará certamente um excelente campeonato.
  Quanto ao Penafiel, jogou com uma linha de 5 defesas, mas que não se julgue que é uma tática defensiva, pois quando tem a bola, os laterais sobem sempre no campo, como fizeram bem ontem Paulo Henrique e Coronas. 
 Na parte defensiva, viu-se todos os homens, mesmo os da frente de ataque com garra e o querer tirar a bola ao adversário. A entrega foi boa, só falta amadurecer as ideias do mister Pedro Ribeiro nesta tática.
 Na segunda parte os rubro negros tiveram mais posse de bola, e consequentemente criou mais perigo para a baliza contrária. 
  Pedro Ribeiro não esperou pelos minutos finais para meter sangue novo no jogo, e aos 63 minutos fez entrar Ronaldo. O avançado não precisou de muitos minutos em campo e aos 65' fez o golo penafidelense, depois de um belo cruzamento de Mateus pela esquerda, Ronaldo teve um domínio artístico e rematou forte para o fundo da baliza. 
  Ronaldo, entrou bem no jogo, fez golo, ainda fez mais remates e abanou com o jogo. 
 Na parte final o Covilhã teve algumas bolas paradas que poderiam surtir algum perigo, mas a equipa penafidelense, soube sempre afastar o perigo.
  Foi uma vitória suada, um jogo com muita entrega, nem sempre bem jogado, mas normal para um início de época, não esquecendo que houveram pouquíssimos jogos treino, sendo que os treinadores, ainda têm muito a trabalhar os seus sistemas.
  O importante era ganhar, pelos três pontos, pela auto-estima e pela confiança para o próximo jogo. 

Jogo disputado no Estádio 25 de Abril, em Penafiel.
Penafiel - Sporting Covilhã, 1-0.
Ao intervalo: 0-0.
Marcador:
1-0, Ronaldo Tavares, 66 minutos.

- FC Penafiel: Luís Ribeiro, Coronas, Capela, David Santos, Leandro Teixeira, Paulo Henrique (Vitinha, 90+5), Ludovic (Pedro Prazeres, 87), Júnior Franco, Vasco Braga, Wagner (Ronaldo Tavares, 63) e Mateus (Simãozinho, 87).
(Suplentes: Emanuel Novo, Vitinha, Cassiano, Simãozinho, Rafa Sousa, Pedro Prazeres, Pedro Soares e Ronaldo Tavares).
Treinador: Pedro Ribeiro.

- Sporting da Covilhã: Bruno Miguel, Tiago Moreira (Gleison, 54), Jaime Simões, Joel, David Santos, Gilberto (Daffe, 81), Tiago Morgado, Jean Filipe, João Cardoso (N'Dao Lamine, 81), Léo Cá e Enoh.
(Suplentes: Léo Navacchio, André Almeida, Filipe Macedo, Daffe, N'Dao Lamine, Edwin Vente, Jorge Vilela, Gleison e Gui).
Treinador: Daúto Faquirá.

Árbitro: Carlos Macedo (AF Braga).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Capela (32), Leandro Teixeira (77) e Ronaldo Tavares (90+3).

Assistência: Jogo realizado à porta fechada devido à pandemia de covid-19.
  

segunda-feira, 7 de setembro de 2020

A DEFESA ESTÁ FECHADA COM DÉNIS DUARTE

Dénis Duarte central português que atuava no Dínamo de Brest na Bielorrússia assinou contrato com o FC Penafiel fechando assim o plantel quando à defesa.

  Dénis Duarte fez 18 jogos a titular dos 30 do campeonato na época passada sendo assim dos centrais mais utilizado pelo técnico Marcel Licka.
  O Dinamo de Brest foi campeão Bielorrusso tirando a hegemonia do bate Borisov que era campeão à 13 épocas consecutivas. Foi um grande feito desta equipa que se sagou campeão pela primeira vez, com Dénis Duarte a ser o único português no plantel.

 O central foi formado no Lourinhanense e Torreense mas rapidamente chamou a atenção do Vitória de Guimarães, onde ingressou na equipa B na época 14-15 e onde permaneceu por 4 épocas sendo sempre titular da equipa B minhota e fazendo alguns jogos pela equipa principal.

  Em 2018, fez 18 jogos pelos Bielorrussos e na época passada 2019 como já foi dito foi campeão daquele país. Em 2020 a época não começou bem em março, pois lesionou-se. Em meados de maio recuperou e já fora convocado para os últimos dois jogos da equipa, mas entretanto o campeonato parou devido à pandemia. Rescindiu contrato e agora está em Penafiel. Tem 26 anos, 1,90 e apesar de ser central, marca golos que se farta, fazendo inveja a alguns avançados. Desde que é profissional já marcou mais de 40 golos pelas equipas que representou, marcando 3 ao FC Penafiel pelo Vitória de Guimarães... Boa sorte Dénis e bem vindo a Penafiel

quinta-feira, 3 de setembro de 2020

PEDRO SOARES ASSINA PELO FC PENAFIEL


Pedro Soares de 21 anos, avançado natural de Penafiel que na época passada representou o Aves, assinou contrato com o FC Penafiel, sendo mais um jogador da linha avançada para estar à disposição de Pedro Ribeiro.

  Pedro Soares tem 7 anos de camadas jovens pelo nosso clube sendo que nas camadas jovens também representou o Palmeiras (Associação de Braga), o Sp de Braga e Leixões.
 Depois do Leixões ingressou nos sub-23 do Benfica onde realizou 17 jogos. Na época passada representou o Desportivo das Aves onde esteve na equipa dos sub-23 e  equipa principal na primeira liga.

 É um jovem com talento, natural de Penafiel que retorna à casa mãe, depois de 6 anos fora do clube. Boa sorte Pedro Soares, que seja um bom regresso, com humildade e raça a representar o clube da terra.

quarta-feira, 2 de setembro de 2020

PENAFIEL VENCE BOAVISTA POR 2-1

Hoje o FC Penafiel fez o segundo jogo de pré temporada no 25 de abril, sendo que o jogo foi mais uma vez à porta fechada devido à pandemia e diretrizes da Direção Geral de Saúde. O jogo foi com o Boavista e os rubro negros venceram por 2-1, com os golos penafidelenses a serem marcados por Mateus.
Em dois jogos de pré temporada o FC Penafiel conseguiu uma derrota e uma vitória, frente a equipas de meio de tabela da primeira liga, que até se reforçaram bem para a nova temporada.
Mas o que interessa nesta altura não são os resultados, mas sim o trabalho efetuado, e esse está a correr muito bem às ordens de Pedro Ribeiro. Força equipa

sexta-feira, 28 de agosto de 2020

RUBRO NEGROS PERDEM EM CASA NO PRIMEIRO JOGO DE PRÉ ÉPOCA

Hoje de manhã realizou-se o primeiro jogo de pré época do FC Penafiel sendo que os rubro negros perderam no 25 de abril por 0-4 frente ao Santa Clara.
  Na primeira parte o FC Penafiel alinhou com Filipe na baliza, Vitinha, Coronas, David, Leandro, Paulo, Júnior, Vasco Braga, Ludovic, Wagner e Mateus. 
 No início do segundo tempo Pedro Ribeiro realizou muitas alterações mantendo apenas, o guarda redes Filipe, Vitinha, Coronas e Júnior e fazendo entrar Vini, Cassiano para o centro da defesa, Simãozinho, Rafa, Alan Schons, Pedro Prazeres, Gustavo e Kalika.
  O Santa Clara equipa de primeira liga esteve melhor em campo, sabendo ocupar melhor os espaços no campo de jogo, faltando ainda algum entrosamento entre os jogadores penafidelenses. 
 Ao intervalo a equipa açoriana vencia por 1-0 sendo que no início da segunda parte, fez o segundo tento em golos idênticos pelo lado direito do ataque do Santa Clara.
  O terceiro golo aconteceu de bola para numa recarga sendo que o remate ainda sofreu um desvio traindo o guarda redes Filipe. O quarto golo aconteceu quase acabar o jogo de grande penalidade.
  Foi o primeiro jogo e claro há muito trabalho a fazer, faltando ainda alguns reforços. O resultado de 4-0 é um pouco pesado, sendo que o FC Penafiel também podia ter chegado ao golo tanto na primeira parte como na segunda.
  A bola já rola e há que continuar a trabalhar para que no início da época tudo esteja pronto para os jogos oficiais.


quarta-feira, 12 de agosto de 2020

MATEUS CHEGA PARA O ATAQUE

Mateus extremo esquerdo/avançado ex Boavista chega para o ataque do FC Penafiel.  O jogador acabou o contrato com o Boavista e assinou com os rubro negros. 

O jogador Angolano há muito tempo que é conhecido no futebol português e conta com 13 épocas no primeiro escalão, onde passou por Gil Vicente, Boavista, Nacional e Arouca. Começou na III divisão no Desportivo de Beja e esteve no Sporting B, Casa Pia e Lixa antes de ingressar na primeira liga.  

É internacional pela Angola com cerca de 50 internacionalizações, tem uma presença num mundial, onde realizou 3 jogos. Tem ainda 4 presenças na Taça das Nações Africanas onde ainda realizou 3 jogos a titular na CAN em 2019. Na época que findou nem há um mês, jogou a titular nas últimas duas partidas do campeonato pelo Boavista, equipa pela qual realizou 27 jogos dos 30 do campeonato.

Sem dúvidas, mais uma excelente contratação em que o palmarés fala por si.