segunda-feira, 22 de maio de 2017

AS FÉRIAS CHEGARAM ANTES DO TEMPO

  No último jogo do campeonato o FC Penafiel perdeu em Olhão por três bolas a uma, num jogo em que alguns jogadores penafidelenses pareciam já se encontrar de férias.
  O técnico Paulo Alves fez algumas alterações no onze colocando em campo jogadores nunca utilizados ou pouco utilizados, o guarda redes Tiago foi titular, o Paulo jogou no lugar de Diouf e César no meio campo também entrou no onze.
  O jogo até começou bem para o Penafiel, aos 7 minutos um autogolo  de Sori Mané depois de um cruzamento de Gonçalo Abreu colocou a equipa nortenha em vantagem, curiosamente foi o lance mais perigoso do FC Penafiel durante o jogo, já que depois do golo aos 7 minutos só deu Olhanense.
  A equipa algarvia já despromovida à muito tempo esteve sempre por cima no jogo com os jogadores penafidelenses a verem jogar.
  Na segunda parte o Olhanense deu a volta ao resultado e aos 88 minutos selou o resultado com um 3-1. 
  Foi mais jogo péssimo da nossa equipa, pior ainda do que o jogo com o Leixões. Os atacantes estiveram uma nulidade e pareciam já estar de férias, jogando apenas por jogar. Foi pena pois podia-se assegurar um terceiro lugar que era bem melhor que um 5.º lugar. Mas os nossos jogadores assim o quiseram.
  A época acabou e apenas haverá mais um jogo no próximo domingo, jogo que envolverá o FC Penafiel, Associação Penaboys e Bombeiros Voluntários de Penafiel, partida que encerrará a época 2016-2017.
 
Jogo no Estádio José Arcanjo, em Olhão.
Olhanense - Penafiel, 3-1.
Ao intervalo: 0-1.

Marcadores:
0-1, Sori Mané, 07 minutos (própria baliza).
1-1, Salim Cissé, 60.
2-1, Gonzalez Prado, 77.
3-1, Salim Cissé, 88.

Equipas: 
Olhanense: Skowron, Coubronne, Sori Mané, Pedro Eira, Jorman Aguilar (Ademola, 90), Virga, Edgar Abreu, João Oliveira, Gonzalez Prado (Carlos Freitas, 80), Aldair (Pedro Albino, 90) e Salim Cissé.
Suplentes: Rodolfo Barata, Ademola, Pedro Albino, Carlos Freitas, Tiago Duque, Kiki e Jaadi.
Treinador: Bruno Saraiva.

Penafiel: Tiago Rocha, Luís Dias, Paulo Bessa, João Paulo, Pedro Araújo, Djibril, César (Fidélis, 71), Rafa Sousa, Wellington, Gonçalo Abreu (Danilo, 62) e Fábio Fortes.
Suplentes: Ivo Gonçalves, Hélio Cruz, Fidélis, Kalindi, Danilo, Diouf e Edu.
Treinador: Paulo Alves.

Árbitro: André Neto (Vila Real). 
Ação disciplinar: Cartão amarelo para João Oliveira (53), Jorman Aguilar (55) e Gonzalez Prado (57).

Assistência: Cerca de 3

00 espetadores

quarta-feira, 17 de maio de 2017

MUITA PASSIVIDADE DEU EMPATE

  O FC Penafiel depois da derrota nas Aves não foi além de um empate a zero bolas com o Leixões no 25 de abril.
  O jogo até prometia muitos golos com uma boa entrada das duas equipas e com o Penafiel a ter várias situações de golo nos primeiros 15 minutos, mas com o passar do tempo a equipa de Paulo Alves começou a perder o meio campo devido a alguma passividade dos penafidelenses. O Leixões teve muitas situações de golo, mas nesses momentos entrou Ivo em ação defendendo tudo que havia para defender, sendo o melhor jogador em campo.
  Na segunda parte acentuou-se o domínio leixonense, com a equipa penafidelense a defender no seu último terço de terreno. Mesmo com a passividade dos jogadores do Penafiel o nulo manteve-se até ao final da partida.
  Foi a melhor casa da época com mais de 1500 espetadores, só é pena que 1000 eram da equipa adversária. Os leixonenses apesar de serem adeptos complicados vieram a Penafiel dar uma lição aos penafidelenses como se apoia a equipa da terra, enquanto que as pessoas de Penafiel ficaram em casa a festejar o tetra e muitos foram ver uma equipa a 30 Km de Penafiel. A mentalidade penafidelense...
  Domingo acontecerá o último jogo do campeonato e o Penafiel irá deslocar-se a Olhão para tentar uma vitória para conseguir um excelente terceiro lugar na tabela classificativa.


Jogo no Estádio Municipal 25 de Abril, em Penafiel. 

Penafiel - Leixões, 0-0.

Equipas:

- Penafiel: Ivo Gonçalves, Kalindi, João Paulo, Diouf, Pedro Araújo, Romeu Ribeiro (Hélio, 58), André Fontes (César, 90+2), Rafa Sousa, Wellington, Fidelis e Gonçalo Abreu (Danilo, 81).
(Suplentes: Tiago Rocha, Paulo Bessa, Djibril, Hélio, César, Danilo e Fábio Fortes).
Treinador: Paulo Alves.

- Leixões: Ricardo Moura, Jorge Silva, Cadu, André Teixeira, Belly, Bruno China, Abalo, Bruno Lamas, Fatai (Salvador, 65), Porcellis (Tino, 80) e Fati (Ludovic, 89).
(Suplentes: Assis, Silvério, Salvador, Khalifa, Ludovic, Miguel Ângelo e Tino).
Treinador: Daniel Kenedy.

Árbitro: Hugo Miguel (AF Lisboa).
Ação disciplinar: Cartão amarelo a Diouf (41), Romeu Ribeiro (57), Fidelis (59), Cadu (60), André Fontes (65), Bruno China (74) e Rafa Sousa (90+4).

Assistência: 1.526 espectadores.

terça-feira, 2 de maio de 2017

NA LUTA PELO TERCEIRO LUGAR

  O FC Penafiel venceu o Santa Clara no 25 de abril por 1-0 e continua em 3.º lugar da tabela classificativa graças a um bom golo de Fernando aos 65 minutos.
  Matematicamente a equipa rubro negra está fora da corrida pela subida de divisão, pois o Desportivo das Aves conseguiu o ponto que faltava para ascender à primeira liga depois de ter estado a perder por 2-0. Mas a luta pelo terceiro lugar está bem viva com o Benfica B, que também conta com 62 pontos, tantos como o Penafiel.
  Em relação ao jogo desta jornada, a equipa de Paulo Alves voltou a estar por cima do adversário, principalmente no segundo tempo com várias oportunidades de golo e com o golaço de Fernando depois de um cruzamento de Dias. No primeiro tempo foi um jogo equilibrado com uma ocasião de golo para cada lado. Nos segundos 45 minutos o Penafiel atacou mais, rematou mais e conseguiu o golo através de Fernando aos 65 minutos.
  Foi mais uma vitória penafidelense, a sexta em sete jogos que dá para já para cimentar o 3.º lugar da tabela classificativa. O próximo jogo será nas Aves e claro os nossos jogadores não podem ir em festas e têm que jogar para vencer o jogo.


Jogo no Estádio 25 de Abril, em Penafiel. 
Penafiel - Santa Clara, 1-0. 
Ao intervalo: 0-0. 
Marcador:
1-0, Fernando, 65 minutos.

Equipas:

- Penafiel: Coelho, Luís Dias, João Paulo, Diouf, Pedro Araújo, Romeu Ribeiro, André Fontes (Djibril, 90+3), Rafa Sousa, Fernando (Hélio, 82), Fidelis e Danilo (Gonçalo Abreu, 75).
(Suplentes: Tiago, Pedro Ribeiro, Djibril, Hélio, César, Gonçalo Abreu e Fidelis). 
Treinador: Paulo Alves.

- Santa Clara: Serginho, Rui Silva, João Dias (Diogo Santos, 86), Vítor Alves, João Reis, Osama, Pacheco, Rúben Saldanha, Berny Burke (Diogo Coelho, 67), Joel (Clemente, 61) e Guilherme.
(Suplentes: Pedro Soares, Accioly, Igor, Diogo Santos, Diogo Coelho, Telmo Castanheira e Clemente). 
Treinador: Carlos Pinto.

Árbitro: Bruno Vieira (AF Beja). 
Ação disciplinar: Cartão amarelo a André Fontes (71), Rafa Sousa (77) e João Paulo (85 e 90+1). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para João Paulo (90+1).

Assistência: 493 espetadores