domingo, 29 de dezembro de 2019

AS VITÓRIAS VOLTARAM

  O FC Penafiel venceu ontem o Estoril por 1-0 em jogo a contar para a 14. jornada e deixou para trás uma serie de maus resultados. A vitória assenta bem à equipa penafidelense apesar de nos minutos finais ter passado um mau bocado, com o Estoril a rondar a baliza de Luís Ribeiro.
 Miguel Leal fez algumas alterações ao onze em ralação ao jogo com a Oliveirense colocando um novo trio atacante com Gleison, Márcio e Ronaldo.

  Depois de uma primeira parte sem grandes oportunidades de golo a não ser um bom remate de Ronaldo aos 24 minutos, o mesmo avançado ao abrir a segunda parte fez o único golo da partida. O guardião estorilista muito lento a passar uma bola, Ronaldo a
pareceu a pressionar o guardião e meteu a perna no momento do passe fazendo o golo.
  Volvidos alguns minutos Romeu Ribeiro podia ter marcado de canto mas o guarda redes desta vez esteve bem e defendeu o remate do médio penafidelense.
  Aos 71 minutos o Estoril mandou uma bola ao ferro de Luís Ribeiro sendo a primeira grande ocasião de golo dos canarinhos. 
  A equipa penafidelense já com Ruster e Inácio em campo que entraram para os lugares de Márcio e Glaeison respetivamente tentava segurar o resultado, os Estorilistas acercaram-se da baliza nos momentos finais do encontro, mas aí entrou em cena Luís Ribeiro que fez duas grandes defesas já nos descontos.

  Olhando para o jogo o FC Penafiel fez um bom jogo, havendo algumas boas combinações entre jogadores penafidelenses. A equipa esteve globalmente bem, a defesa esteve segura, o tridente do meio campo composto por Romeu, Rafa e Alan soube sempre travar as investidas canarinhas, Luís Ribeiro na baliza esteve ao nível habitual, um nível bastante alto diga-se de passagem e na frente de ataque Ronaldo deu trabalho à defesa contrária e nunca desistiu dos lances como se demonstrou no lance do golo.
  Foi uma vitória que veio dar ânimo à equipa e aos adeptos penafidelenses que já mereciam uma vitória.

  O próximo jogo é com mais um candidato à subida de divisão o Leixões, mas que já não vence à quatro encontros, empatando esta jornada a zero bolas com o último classificado o Cova da Piedade. 
  A equipa de Miguel Leal deve aproveitar esta instabilidade da equipa de Matosinhos e ir ao estádio do mar, jogar de uma maneira agressiva fazendo pressão na equipa de Carlos Pinto que está a ser contestado pelos adeptos leixonenses. Em caso de vitória penafidelense o Leixões apenas ficará a três meros pontos, equipa esta que se encontra em terceiro lugar.

Jogo no Estádio Municipal 25 de abril, em Penafiel.
Penafiel - Estoril, 1-0.
Ao intervalo: 0-0.
Marcador:
1-0, Ronaldo, 46 minutos.

Equipas:

Penafiel: Luís Ribeiro, Coronas, Felipe Macedo, João Paulo, Paulo Henrique, Rafa Sousa (Marcel, 90), Gleison (Inácio Santos, 84), Romeu Ribeiro, Márcio Machado (Ruster Santos, 67), Alan Schons e Ronaldo.
(Suplentes: Filipe, Inácio Santos, Ruster Santos, Pires, Marcel, Alfredo e Jeferson).
Treinador: Miguel Leal.

Estoril: Dani Figueira, Hugo Firmino, Filipe Maia, Lucas Áfrico, Simão, Gonçalo, Tembeng (Matheus Índio, 65), Rafael Barbosa (Nicolas Careca, 55), Daniel Bragança, Juninho e Roberto (João Oliveira, 84).
(Suplentes: Stojkovic, Duarte, Nicolas Careca, João Oliveira, André Franco, Matheus Índio e Ricardo Tavares).
Treinador: Tiago Fernandes.

Árbitro: Anzhony Rodrigues (AF Madeira).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Gleison (18), Tembeng (21), Romeu Ribeiro (53), Coronas (61), Rafa Sousa (77), Lucas Áfrico (82 e 86), Ronaldo (90+2), Luís Ribeiro (90+4). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Lucas Áfrico (86).

Assistência: cerca de 400 espectadores.

sábado, 21 de dezembro de 2019

EMPATE A ZERO BOLAS NO CALDEIRÃO DOS BARREIROS

  O FC Penafiel conseguiu um empate hoje no terceiro e último jogo da fase de grupos da taça da liga sendo o adversário o Marítimo, equipa de primeira liga. 
  Miguel Leal fez algumas alterações no onze em relação ao último jogo, fazendo entrar na equipa titular Filipe Ferreira, Paulo Henrique e Jeferson, Marcel, Márcio, Rafa e Ronaldo Tavares. José Gomes pelo contrário utilizou 11 jogadores em relação ao jogo que venceu o Boavista em jogo do campeonato.
  O Marítimo teve mais posse de bola que os penafidelenses mas não traduziu isso em golos. Na primeira parte houveram alguns remates de ambas as equipas mas sem grande perigo.
  Na segunda parte a toada manteve-se, mas os golos teimaram em não aparecer devido à falta de criatividade das equipas. Mesmo assim as melhores oportunidades de golo durante a partida foram do FC Penafiel através de Ludovic.

  Foi o possível que se conseguiu nesta competição onde apenas quatro equipas da segunda liga conseguiram entrar na fase de grupos. O FC Penafiel fica assim em último neste grupo, mas saindo de cabeça levantada. Não esquecendo que fez uma exibição razoável com o Braga, com o Paços de Ferreira deveria ter vencido, pois o árbitro da partida prejudicou em muito o Penafiel. 

  Neste jogo imagine-se que o árbitro da partida foi o mesmo do Penafiel - Paços de Ferreira, Iancu Vasilica. Só mesmo em Portugal para isto acontecer, um árbitro que prejudicou os rubro negros num jogo e no próximo jogo da mesma competição o mesmo árbitro é designado para o jogo do Penafiel... Se alguém achava que o árbitro estava a dever créditos ao Penafiel, devido ao jogo com o Paços de Ferreira, não seria num jogo a "feijões"  que os deveria devolver. Mas cá em Portugal tudo acontece, ninguém diz nada e tudo continua na mesma. 

Para a semana volta o campeonato e o Estoril é a equipa que visita o 25 de abril, equipa esta que se encontra em quinto lugar com 22 pontos. Em caso de vitória rubro negra o FC Penafiel ficará apenas a cinco pontos dos canarinhos.

O FC Penafiel alinhou com Filipe Ferreira, Coronas, Felipe Macedo(Vini), Jeferson, Paulo Henrique, 
 Rafa, Marcel (Romeu Ribeiro), Ruster, Márcio (Gleison), Ludovic e Ronaldo Tavares.
Suplentes não utilizados: Luís Ribeiro, Leandro, Alfredo e Pires
  

segunda-feira, 16 de dezembro de 2019

CLASSIFICAÇÃO

 O FC Penafiel ocupa o 16.º posto da classificação com igualdade de pontos com a Oliveirense e Benfica B, estando só atrás as equipas do Casa Pia e Cova da Piedade.
  Nos lugares cimeiros estão o Farense com 33 pontos, que bateu o Feirense esta jornada por 1-0 e o Nacional que foi vencer o Estoril na sua própria casa por 1-2.
  Os rubro negros apenas têm 14 pontos, sendo preciso recuar à época 09-10, precisamente à dez anos para termos tão poucos pontos à 13. jornada. Em 2009-2010 o treinador até à 4. jornada foi Bruno Cardoso e depois até ao final da época foi Lázaro Oliveira. Outro ano em que tivemos menos de 14 pontos a esta jornada foi no ano de descida em 07-08, nesta época apenas tinhamos 8 pontos.
  Neste século esta é a quinta vez que isto acontece num total de 16 épocas, já que três foram na 1. liga e outra na II-B.
  Só um ano deu para o torto e descemos de divisão. Contudo é preciso ter cautela pois os lugares de descida apenas estão a 7 pontos. Miguel Leal diz que são marés e até pode ter razão, mas para remar contra a maré é preciso trabalhar e tomar atitudes.

domingo, 15 de dezembro de 2019

É PRECISO SUAR A CAMISOLA

  Mais um jogo para o campeonato, mais um jogo fraco, muito fraco por parte do FC Penafiel. Miguel Leal no final do jogo afirmou que queria ganhar este jogo, mas não foi o que se viu em campo, pois quem quer vencer um jogo, não faz o primeiro remate à baliza aos 50 minutos...
  Foi mais uma má exibição da equipa penafidelense que em mais de uma dezena de jogos para o campeonato são sempre os mesmos a evidenciar-se, sendo que a maior parte dos jogadores nunca fizeram um jogo razoável. Depois da crise que se está a passar é preciso correr mais que nunca, ter cabeça e tomar em campo boas decisões, e isso é o que não tem acontecido.
  Hoje a Oliveirense foi superior ao FC Penafiel porque quis ganhar mais o jogo que nós, foi mais um jogo sem ideias, sem raça, sem vontade, sem nada de nada.

  Na primeira parte o Penafiel até conseguiu travar o golo da equipa adversária, mas sem nunca chegar à baliza de Coelho. A segunda parte abriu praticamente com o golo da Oliveirense, sendo que o golo deve-se à falta de posicionamento dos jogadores da defesa rubro negra. Depois do golo veio a melhor parte da nossa equipa com o primeiro remate à baliza acontecer por Ludovic, com Coelho a fazer uma grande defesa. Ruster logo de seguida fez uma jogada individual com o remate a sair ao lado da baliza. Sendo estas as oportunidades de golo por parte da turma penafidelense.
  Aos 70 minutos João Paulo foi expulso numa entrada muito perigosa e tendo já um amarelo, levou o segundo e consequente expulsão. Não foi uma entrada prudente de um jogador experiente, capitão de equipa e que prejudicou a equipa numa boa fase penafidelense. 
  Com menos um jogador tudo se tornou mais difícil, mas mesmo assim o FC Penafiel conseguiu o empate aos 89 minutos numa bola parada num golo de Felipe Macedo depois de um cruzamento de Ludovic e um desviar da bola por parte de Romeu Ribeiro.
  Quando tudo apontava para o empate a Oliveirense marcou no último minuto de descontos mais uma vez através do lado direito da defesa penafidelense.
  Foi o desánimo total entre jogadores e adeptos penafidelenses presentes no estádio. Em nada mereciamos levar para Penafiel três pontos nem mesmo um e o empate com aquela exibição era muito bom. Mas justiça se fez com pena nossa. 

  Há que continuar a trabalhar, mas mais que nunca, pois na tabela classificativa só estão os lugares de descida...
 Há que ser realista e ver que não temos jogadores que joguem com intensidade ou ver que não os fazem jogar assim, com o querer vencer, disputar os lances com garra. Até pode haver qualidade, mas em garra e intensidade não vamos a lado nenhum. É preciso trabalhar muito mais para mudar isto e o trabalhar mais, inclui jogadores, equipa técnica e SAD, pois é ela que toma conta da equipa profissional.
 Haverá agora no próximo fim de semana um jogo a "feijões" para a taça da liga, pode ser que dê para recuperar jogadores e clarear ideias para o próximo jogo do campeonato a 28 de dezembro frente ao Estoril.

Jogo realizado no Estádio Carlos Osório, em Oliveira de Azeméis.
Oliveirense-Penafiel: 2-1.
Ao intervalo: 0-0.
Marcadores:
1-0, Agdon, 48 minutos.
1-1, Felipe Macedo, 90.
2-1, Cephas Malele, 90+3'

Equipas:
- Oliveirense: Coelho, Alemão, Michael Douglas, Sérgio Silva, Leandro Silva, Filipe Gonçalves, Fabinho (Diogo Clemente, 86), Oliveira (Paraíba, 66), Sérgio Ribeiro (Cephas Malele, 79), Bouldini e Agdon.
(Suplentes: Bruno Vale, Elízio, Diogo Clemente, Miguel Silva, Paraíba, Neto Costa e Cephas Malele).
Treinador: Pedro Miguel.

- Penafiel: Luís Ribeiro, Coronas, Felipe Macedo, João Paulo, Inácio, Romeu Ribeiro, Leandro Teixeira (Marcel Pereira, 64), Ludovic, Alan Schons, Ruster Santos (Gleison, 76) e Pires (Ronaldo Tavares, 80).
(Suplentes: Filipe, Paulo Henrique, Gleison, Marcel Pereira, Ronaldo Tavares, Alfredo e Jeferson Silva).
Treinador: Miguel Leal.

Árbitro: José Rodrigues (AF Lisboa)
Ação disciplinar: cartão amarelo para Oliveira (31), Romeu Ribeiro (40), Sérgio Ribeiro (56), João Paulo (63 e 71), Fabinho (83). Cartão vermelho por acumulação para João Paulo (71).

Assistência: cerca de 1.200 espetadores.

segunda-feira, 9 de dezembro de 2019

TUDO CORRE MAL

  A malapata mantêm-se no 25 de abril e o FC Penafiel não conseguiu vencer o jogo da 12. jornada com o Porto B.
  Se a equipa entrou ansiosa com a vontade de vencer, mais ficou ainda com o golo do Porto B aos 5 minutos de jogo. O golo aconteceu  numa jogada individual de Djim mas contando com alguma passividade da defesa penafidelense. Depois deste golo a equipa de Pedroso podia ter ainda dilatado o marcador numa boa ocasião, mas valeu Romeu Ribeiro a colocar-se à frente da bola num golo certo.
 No final da primeira parte numa bola parada Felipe Macedo fez o golo do empate depois de duas defesas do guardião do Porto B.
  Ao abrir o segundo tempo o FC Penafiel voltou a marcar a través de Alan Schons depois de um cruzamento de Ludovic. 
  Era a reviravolta no resultado que podia ter sido de dois golos de diferença, se Pires marcasse golo numa grande penalidade sofrida por Ludovic.
  Com 2-1 o resultado era incerto, mesmo assim Miguel Leal não baixou as linhas e colocou Ruster em campo no lugar de Gleison que esteve bastante apagado no jogo. Com o Porto atrás do golo do empate, Ruster podia dar alguma velocidade ao ataque penafidelense, mas com alguma sorte à mistura o Porto B marca o golo do empate  numa bola de sobra, idêntico ao que aconteceu no Varzim.
  O técnico penafidelense colocou Ronaldo Tavares ao lado de Pires, mas retirando o médio mais ofensivo que tinha em campo...
  Pires e Ronaldo Tavares ainda tiveram boas chances de marcar mas um dos remates saiu por cima e outro muito fraco à figura do guarda redes adeversário.
  O empate subsistiu até ao fim da partida e os pontos ficaram divididos.  Não foi uma má partida de futebol, foi um jogo interessante, as equipas tentaram vencer o jogo, mas faltou a qualidade técnica e tática para chegar à baliza contrária. M
  Melhores em campo pelo Penafiel, Felipe Macedo um pilar na defesa, Romeu Ribeiro no meio campo, Ludovic no ataque e Luís Ribeiro na baliza.
  Foi mais um empate caseiro que deixa o FC Penafiel em 11.º lugar da tabela classificativa. O próximo adversário é a Oliveirense, equipa que foi vencer a Chaves por um surpreendente 0-2.

  O FC Penafiel alinhou com: Luís Ribeiro, Coronas, João Paulo, Felipe Macedo, Paulo Henrique, Rafa, Romeu Romeu Ribeiro, Alan Schons (Ronaldo Tavares, 74'), Ludovic, Gleison (Ruster, 62') e Pires.
Suplentes não utilizados: Filipe Ferreira, Leandro Teixeira, Alfredo e Jefferson.

sexta-feira, 6 de dezembro de 2019

MUDAR O RUMO DOS ACONTECIMENTOS

  Amanhã o FC Penafiel irá tentar fazer um resultado melhor dos que tem feito e claro, só uma vitória interessa. É a 12. jornada e o adversário é o FC Porto B, equipa que se encontra com os mesmos pontos que os rubro negros. 
  É preciso conquistar novamente os adeptos penafidelenses que andam afastados do 25 de abril pelas razões óbvias de maus resultados e má exibições. Amanhã é um tudo ou nada, pois os penafidelenses estão fartos de não haver golos, de não haver vitórias. 
 
Amanhã é preciso concentração, finalização apurada e raça, muita raça para mudar o rumo dos acontecimentos. São precisos pontos para subir na tabela classificativa e é preciso apoio aos nossos jogadores desde o início da partida. FORÇA EQUIPA

quinta-feira, 5 de dezembro de 2019

QUEM SE LEMBRA ?

   Hoje três antigos jogadores do FC Penafiel estão de parabéns, pois é o dia dos seus aniversários. São eles Juanico, Bio e Ricardo Martins.
   Juanico apenas representou os rubro negros uma época, 91-92 época de más recordações, pois nessa época o FC Penafiel desceu para a segunda divisão. Juanico era um médio que fez carreira na primeira liga em clubes como Rio Ave e Belenenses e ainda foi chamado à seleção nacional por uma ocasião num jogo amigável frente ao Brasil.
  Em Penafiel realizou 33 jogos e marcou 2 golos.

  Bio representou o FC Penafiel como jogador por 4 temporadas, duas na segunda divisão e duas na primeira nos anos 87-88 e 88-89. E também esteve ligado ao Penafiel por alguns anos como secretário técnico. No total Bio envergou a camisola penafidelense 114 jogos para os campeonatos. Era defesa direito e teve em clubes como o Farense, Tirsense e Beira Mar, fazendo as camadas jovens no Benfica. Neste momento exerce advocacia em Lisboa

  Ricardo Martins foi um bom jogador que chegou a Penafiel na época 93-94 oriundo das camadas jovens do FC Porto e com ele chegou também Sérgio Conceição e Reisinho. Nessa época com tenra idade assumiu-se logo como titular, e jogava a central e a médio defensivo. No final da época saiu para ingressar no Felgueiras de Jorge Jesus. Voltaria a Penafiel na época 96-97 onde faria três épocas consecutivas com o símbolo rubro negro ao peito. Para os campeonatos realizou 93 jogos pelo FC Penafiel. Neste momento é professor de educação física e até à pouco tempo era coordenador técnico da associação de Braga. Em 2008 começou a carreira de treinador no Merelinense e lançou o nosso defesa central João Paulo nos seniores do clube.

Parabéns aos três pelos seus aniversários, Ricardo Martins com 45 anos, Juanico 61 e Bio 55.

quarta-feira, 4 de dezembro de 2019

ESTÁDIO CADA VEZ MAIS "ÀS MOSCAS"

  Somos mesmo um país diferente em relação aos outros e para isso nos conta uma estatística feita à média de espetadores de 47 ligas na europa, incluíndo segundas, terceiras e quartas ligas. Ora não é de espantar que a segunda liga portuguesa ocupa a penúltima posição desta tabela, atrás de ligas como a segunda liga do Azerbeijão, a quarta liga da Escócia, a segunda da Áustria, a segunda da Noruega e por aí adiante e por números contundentes... PARA QUEM NÃO ACREDITA aqui fica o link https://europeanleagues.com/wp-content/uploads/FINAL-EPFL_FA_18-VERSION-2018.01.12.pdf

  Uma autêntica vergonha para um país que vive e respira futebol. Os problemas disto acontecer??? São sempre os mesmos, uma comunicação social que só privilegia três clubes não promovendo os outros, pessoas que não pensam pela própria cabeça apenas gostando de três clubes e incutindo nos seus filhos o mesmo gosto, pessoas que não são bairristas e preferem apoiar equipas de outras cidades. A juntar a isto falta mais igualdade de direitos no dinheiro das televisões sendo que em Espanha por exemplo há clubes da segunda liga a receberem 30 milhões. E não menos importante os clubes implementarem medidas para captar adeptos, coisa que poucos fazem em Portugal. 

 Agora a maior parte dos clubes são empresas e como todas as empresas de sucesso, estas tentam arranjar o seu público, os seus clientes, mas cá em Portugal parece que é dificil perceber isto. Não se arranja patrocínios, não se fazem parcerias, não se tenta arranjar novos sócios e com isso é o que se vê, estádios vazios. O que tem interessado aos clubes é as migalhas que o dinheiro das televisões dá, mas nem com esse dinheiro dá para comprar bons jogadores, nem para contratar um diretor de marketing para colocar os clubes no século XXI. Estamos muito atrasados e parece que queremos continuar assim...

  Em Penafiel a média de espetadores nunca foi tão baixa, situa-se em 419 adeptos por encontro, cerca de metade que por exemplo à dois anos. Problemas disto acontecer??? O que já foi descrito em cima e claro os maus resultados e o futebol pouco atrativo, juntando também os jogos ao sábado sendo que o Penafiel em 15 jogos já marcados, apenas cinco foram marcados ao domingo sendo a equipa que mais jogos ao sábado tem a par do Chaves.
  E se não se fizer nada em concreto este número tende a baixar nos próximos encontros e nos próximos anos.

  Isto é Portugal, um país muito atrasado culturalmente, comparado por exemplo com Inglaterra, em que por exemplo os clubes da QUARTA e QUINTA divisão (sim estas divisões) com cidades mais pequenas que Penafiel têm o dobro de espetadores e que até podem simpatizar pelo City ou Liverpool, mas quando jogam com esses clubes em taças não pensam duas vezes e apoiam o clube da sua terra. E não só em Inglaterra, como por esses países pela Europa fora. É um facto, somos um país atrasado culturalmente em todos os aspetos, não se pensando por si própio, e os clubes não tomam atitudes quanto a isto. É preciso reverter isto e incutir os mais jovens a "lutar" pelo clube da terra, já que os mais graúdos é difícil mudar a mentalidade. AGIR É PRECISO


segunda-feira, 2 de dezembro de 2019

FUTEBOL PAUPÉRRIMO

  O FC Penafiel perdeu este fim de semana com o Varzim por 1-0 num jogo muito pobre em termos de espetáculo, com a equipa penafidelense a ajudar em muito para este desfecho. 
  Na primeira parte apenas houve um remate pelo Penafiel digno desse nome na direção da baliza através de Pires, depois de um cruzamento da direita.
  Na segunda parte não nos lembramos de um remate com perigo e apenas uma arrancada de Gleison que foi travado em falta à frente da área.
  Miguel Leal mais uma vez com a equipa desfalcada, pois nem conseguiu preencher os lugares suplentes na sua totalidade, não conseguiu mais uma vez colocar os rubro negros a jogar bom futebol.
  Não há principios de jogo, não há remates à baliza, não tem havido nada...
  A falta de alguns jogadores não pode ser desculpa para tudo, tanto é que o Varzim também tinha 6 baixas no plantel e conseguiu chegar muitas vezes à baliza de Luís Ribeiro e vencer o jogo.
  Mas também é certo que sem ovos não se fazem omeletes. Uma equipa não pode funcionar sem médios ofensivos e quando se soube da lesão prolongada de Vasco Braga, era imperativo contratar um jogador para esta posição no campo. Não há ninguém que paute o jogo, que faça chegar as bolas aos avançados. O único que o conseguiu fazer foi Yuri jogando adaptado no meio campo, mas Miguel Leal nunca mais o colocou nessa posição.
  Assim torna-se dificil e tudo junto dá as exibições que os penafidelenses têm feito.
  Veremos o que acontece daqui para a frente, algo tem que mudar, pois o FC Penafiel a par do Cova da Piedade que está a lanterna vermelha são as únicas equipas que não venceram qualquer jogo nos últimos seis encontros para o campeonato
  O próximo adversário é o Porto B, equipa que tem os mesmos pontos que o FC Penafiel. O jogo é no sábado de manhã às 11:00

Jogo no Estádio do Varzim SC, na Póvoa de Varzim.
Varzim - Penafiel, 1-0.
Ao intervalo: 1-0.
Marcador:
1-0, Lumeka, 28 minutos.

Equipas:

- Varzim: Serginho, João Amorim, Luís Pedro, Hugo Gomes, Tiago Cerveira, Christophe, Rui Moreira, Minhoca (Baba Sow, 84'), George (Frederic Maciel, 79'), Leonardo Ruiz (Stanley, 90') e Lumeka.
Suplentes: Ismael, Alan Henrique, Zé Diogo, Stanley, Ricardo Barros, Frederic Maciel e Baba Sow.
Treinador: Paulo Alves.

- Penafiel: Luís Ribeiro, Coronas, Felipe Macedo, João Paulo, Paulo Henrique (Inácio Santos, 63), Rafa Sousa, Ludovic (Ruster, 59), Alan Schons, Gleison, Ronaldo (Alfredo, 84) e Pires.
Suplentes: Filipe, Inácio Santos, Leandro, Ruster, Alfredo e Jeferson.

Treinador: Miguel Leal.

Árbitro: André Narciso (AF Setúbal).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Hugo Gomes (11'), Pires (12'), Filipe Macedo (26'), João Paulo (63'), George (76'), Alan Schons (90'+1) e Ruster (90'+2).

Assistência: cerca 1.000 espetadores.

segunda-feira, 18 de novembro de 2019

MAIS UM JOGO MAIS UM EMPATE

  Em jogo atrasado a contar para a 8. jornada o FC Penafiel no estádio 25 de abril não conseguiu mais uma vez vencer, empatando  a zero bolas com o Feirense num jogo fraco com raríssimas oportunidades de golo.
  Depois do jogo bem conseguido frente ao Benfica B, Miguel Leal apostou no mesmo onze, mas o futebol jogado não foi o mesmo que se conseguiu com o Benfica B.
  O Feirense esteve quase sempre por cima no jogo, com mais posse de bola e com mais vontade de chegar à balia contrária. A equipa de Miguel Leal só esporadicamente chegava à baliza de Caio Secco.
  Aos 45 minutos aconteceu a primeira substituição, sendo esta forçada, Yuri lesionou-se e deu o lugar a Gleison.
  A jogar em casa os penafidelenses precisavam de ter outra atitude, uma atitude mais atacante, com presença na área contrária, coisa que não aconteceu. Ronaldo Tavares muitas vezes foi procurar a bola nas laterais, mas depois não havia ninguém na área.
  Miguel Leal fez entrar Pires a 12 minutos do fim do jogo, retirando Ronaldo Tavares e obviamente fazendo troca por troca. Aos 89 fez outra substituição, algo que não mudou nada, colocando Ruster no lugar de Ludovic.
 No final muitos adeptos saíram descontentes do estádio, pelo futebol produzido, por mais um empate e por não haver uma ação mais corajosa de Miguel Leal na partida. Faz-se sempre troca por troca de jogador e substituições sempre no final do encontro, nunca tentando mudar algo no paupérrimo futebol produzido.
  Grão a grão enche a galinha o papo, mas é preciso mais. Temos bons jogadores no plantel e temos que jogar mais ao ataque, pois sem jogadas ofensivas não se ganha jogos.
  Os adeptos estão fartos de empates, de futebol mal jogado, da falta de coragem do treinador nas substituições e isso reflete-se nas bancadas, pouco público nas bancadas e assobios.
  O próximo jogo o adversário não será nada fácil, pois o Varzim está a fazer um bom campeonato, estando à frente do FC Penafiel por três pontos apesar de ter um jogo a mais. A partida será dia 30 deste mês na Póvoa de Varzim.

Jogo disputado no Estádio 25 de Abril, em Penafiel.
Penafiel - Feirense, 0-0.

Equipas:

Penafiel: Luís Ribeiro, Pedro Coronas, Felipe Macedo, João Paulo, Paulo Henrique, Rafa Sousa, Romeu Ribeiro, Alan Schons, Ludovic (Ruster, 89), Ronaldo Tavares (Pires, 78) e Yuri Araújo (Gleison, 45+1).
(Suplentes: Léo, Jeferson, Leandro, Ruster, Márcio, Gleison e Pires).
Treinador: Miguel Leal.

Feirense: Caio Secco, Edson Farias, Ricardo, Ícaro, Ruca, Ramires, Christian, Feliz, Fábio Espinho (Vítor Silva, 84), Fati (Elves Baldé, 60) e N'sor (João Victor, 68).
(Suplentes: Bruno Brígido, Diga, Zé Ricardo, Cavadas, Vítor Silva, Elves Baldé e João Victor).
Treinador: Filipe Rocha.

Árbitro: João Pinheiro (AF Braga).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Romeu Ribeiro (23), João Paulo (27), Feliz (30), Paulo Henrique (58), Edson Farias (69), Christian (75) e Ícaro (87).

Assistência: cerca de 450 espetadores.


quarta-feira, 13 de novembro de 2019

NOVA CATEGORIA DE ASSOCIADO - ESTUDANTE UNIVERSITÁRIO

  O FC Penafiel acrescentou uma nova categoria de associado sendo ela a de sócio estudante universitário. Todos os estudantes que apresentem prova como estudam na universidade apenas pagam mensalmente 3,75€ .

  É uma forma de manter os sócios que até aos 18 anos apenas pagam 1€  por mês continuarem a serem sócios do clube por um preço bastante acessível.
  
  Assim o clube  tenta cativar os estudantes a serem associados do FC Penafiel, uma óptima ideia para os estudantes que já têm muitas despesas com os seus estudos. 3,75 € por mês é um preço bastante reduzido em comparação com outros clubes, mas a intenção é mesmo segurar os associados mais jovens e claro ter mais pessoas nas bacadas do 25 de abril apoiar a nossa equipa. 

  Além desta categoria de sócio temos já as conhecidas representadas na imagem. 7,5€ por mês é a quota normal, quota que dá direito a ver os jogos do campeonato no estádio 25 de abril. Quota também acessível em comparação com a maioria dos clubes profissionais, pois na maioria dos clubes, paga-se a quota e um bilhete de jogo. Em Penafiel apenas se paga a quota mensal.
 As crianças até aos 11 anos têm entrada gratuita e até aos 17 anos o preço é de um único euro por mês.
  O futebol em Penafiel é barato, só falta mesmo os penafidelenses aderirem,  façam-se sócios do clube, façam os vossos filhos sócios e ajudem o clube da vossa cidade a crescer. Para quem gosta de futebol, incutir o FC Penafiel nos filhos é um dever dos penafidelenses.

terça-feira, 12 de novembro de 2019

EMPATE SOUBE A POUCO

  O Benfica B nunca tinha ganho em Penafiel e no passado domingo tal facto confirmou-se, registando-se um empate a uma bola. Empate este que soube a pouco para as cores rubro negras.
 A primeira equipa a marcar foi o Benfica B através de um canto aos 13 minutos. Com o golo sofrido o FC Penafiel acercou-se da baliza de Fábio Duarte que foi um dos melhores em campo travando por diversas vezes o golo penafidelense. Só aos 36 minutos não conseguiu travar o remate de Ludovic num remate forte depois de um cruzamento da esquerda.
  Na segunda parte os rubro negros intensificaram os ataques e houveram muitas oportunidades de golo mas a eficácia nunca foi a melhor. Ronaldo Tavares, Ludovic, Yuri, Alan, Gleison tiveram várias oportunidades de golo ao longo do encontro para obter os três pontos mas a bola nunca entrou na baliza contrária.
  Contudo foi o jogo mais conseguido pelos penafidelenses, em que mais se jogou à bola contra uma equipa inexperiente que ainda não tinha pontuado fora de casa averbando 4 derrotas.
  É preciso mais poder de fogo na frente de ataque e com isso os adeptos penafidelenses presentes no estádio ficaram admirados pela primeira substituição de Miguel Leal aos 79 minutos retirando o autor do golo e melhor jogador em campo Ludovic para colocar em jogo Gleison. O técnico penafidelense apenas fez mais uma substituição aos 91 minutos retirando Rafa para fazer Ruster , substituição algo tardia para uma equipa que queria vencer o jogo e deixando também um avançado no banco Alfredo. Mas como Miguel Leal diz pontinho a pontinho, o que interessa é amealhar. Agora veremos no final do campeonato se três pontos em alguns jogos não era melhor que um.
 Os jogadores penafidelenses estão de parabéns, lutaram até ao final da partida, fizeram um belo jogo e só pecaram na finalização. 
  Sábado é contra um dos principais candidatos à subida de divisão que curiosamente está na segunda metade da tabela classificativa. Veremos se atacamos os três pontos ou se iremos querer amealhar apenas um ponto...

Jogo disputado no Estádio 25 de Abril, em Penafiel.
Penafiel - Benfica B, 1-1.
Ao intervalo: 1-1.
Marcador:
0-1, Pedro Álvaro, 13 minutos.
1-1, Ludovic, 36.

Equipas:

Penafiel: Luís Ribeiro, Pedro Coronas, João Paulo, Felipe Macedo, Paulo Henrique, Rafa Sousa (Ruster, 90+1), Romeu Ribeiro, Ludovic (Gleison, 79), Alan Schons, Yuri Araújo e Ronaldo Tavares.
(Suplentes: Léo, Jeferson, Leandro, Ruster, Alfredo, Márcio e Gleison).
Treinador: Miguel Leal.

Benfica B: Fábio Duarte, João Ferreira, Pedro Álvaro, Morato, Nuno Tavares, Diogo Mendes, Vukotic (Martin Chrien, 63), David Tavares, Rodrigo Conceição, Daniel dos Anjos (Gonçalo Ramos, 82) e Tiago Dantas (Tiago Gouveia, 72).
(Suplentes: Diogo Garrido, Kalaica, Frimpong, Martin Chrien, Nuno Santos, Tiago Gouveia e Gonçalo Ramos).
Treinador: Renato Paiva.

Árbitro: João Gonçalves (AF Porto).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Rafa Sousa (45+1), Pedro Álvaro (47), Ludovic (57), Martin Chrien (69), João Ferreira (86), Felipe Macedo (90) e Ronaldo Tavares (90+5).

Assistência: Cerca de 500 espetadores

segunda-feira, 4 de novembro de 2019

SEJAM BAIRRISTAS E APOIEM O FC PENAFIEL

  No último sábado o Penafiel deslocou-se à Covilhã e alguns adeptos tiveram que se levantar as 05:30 da manhã para ir ver o seu clube jogar, isto sim é amor ao clube. Muitos mais poderiam ter ido, mas muita gente trabalha ao sábado, pois se o jogo fosse no domingo haveria certamente o dobro das pessoas apoiar o FC Penafiel no estádio José Santos Silva. 
  Mesmo assim tiveram em bom número e o ponto trazido para Penafiel também é destes adeptos que estiveram na Covilhã. Estiveram a incentivar os jogadores, a gritar por eles e isso também é importante numa partida de futebol, os jogadores em campo sentirem o apoio dos adeptos.
  Em Penafiel é preciso sermos mais bairristas e apoiar a nossa equipa e é triste ver principalmente nas redes sociais comentários como "Assim não vamos descer de certeza" ou "já só estamos a 8 pontos". Comentários com ironia que só deitam abaixo o clube e jogadores. 
   Há que haver comentarios criticos obviamente mas quando é necessário fazer, agora crítica gratuita é o que mais há em Penafiel. Mas quem acompanha o Penafiel vê-se quem faz estas criticas gratuitas são pessoas que raramente vão ver o FC Penafiel e gostam mais de outros clubes que o da sua cidade. Mas passando à frente, o que interessa são os adeptos que gostam do FC Penafiel, que vão muitas vezes ao estádio, que são sócios. Gostariamos de ter muitos mais e por isso nos jogos fora o clube tem disponibilizado um autocarro com preços "low cost" para ir ver o nosso Penafiel jogar. Para os jogos fora mais não se pode fazer e em casa basta apenas fazer-se associado do clube e pagar a quota mensal de 7.5€ ou de 3.75€ mediante os casos. Venham apoiar o clube da vossa cidade, se voces não apoiarem quem irá apoiar? As pessoas de Lisboa, do Porto, de Coimbra? Sejam bairristas, sejam penafidelenses.
 
  

domingo, 3 de novembro de 2019

EMPATE EM CASA DO LÍDER

  O FC Penafiel conseguiu um empate a zero bolas no sopé da serra da estrela frente ao Covilhã. Os leões da serra só tinham perdido pontos num único jogo no campeonato obtendo seis vitórias e uma única derrota, cedendo agora um empate com o FC Penafiel.
  A equipa da casa foi mais ofensiva no primeiro tempo, principalmente nos primeiros minutos, com homens muito rápidos na frente de ataque e criando alguns problemas na defensiva penafidelense.  Os rubro negros pouco atacaram e só de bola parada chegaram à baliza de Carlos Henriques através de um livre direto marcado por Paulo Henrique.
  Antes do intervalo Miguel teve que fazer mais uma vez uma alteração forçada, Pires lesionou-se e deu a vez a Ronaldo Tavares.

  Na segunda parte os serranos voltaram a ser melhores tendo mais posse de bola e tendo as melhores oportunidades de golo. Pelo Penafiel Ludovic fez o único remate com algum perigo e Ronaldo Tavares também teve uma boa oportunidade, mas quando ia rematar foi tocado por um defesa da Covilhã já dentro da área, com o árbitro da partida a deixar seguir o lance. 
 Aos 77 minutos Kukula a cabecear à vontade entre os centrais penafidelenses mandou a bola por cima e aos 88 minutos o lance da partida, Deivison servido pelo antigo defesa esquerdo penafidelense Daniel Martins cabeceou novamente à vontade dentro da área, mas desta vez valeu a espetacular defesa de Luís Ribeiro que tem sido gigante na baliza penafidelense.
  Aos 90 minutos Miguel Leal fez a segunda e última substituição trocando Ludovic que fez um bom jogo por Márcio. 
  Pelo que se passou em jogo o FC Penafiel conquistou um ponto, pois os problemas continuam, lesões atrás de lesões, não há opções para o meio campo, para tentar mudar algo na forma de jogar e as ocasiões de golo escasseiam e assim é difícil marcar golos. O próximo jogo é com o Benfica B no próximo domingo às 11:15

Jogo no Estádio Santos Pinto, na Covilhã.
Sp. Covilhã-Penafiel: 0-0.

Equipas:

- Sp. Covilhã: Carlos Henrique, Tiago Moreira, Brendon, Zarabi, Daniel Martins, Gilberto, Guilherme Rodrigues (Rodrigo António, 75'), Adriano, Jean Batista (Bonani, 63'), Santiago da Silva e Kukula (Deivison, 79').
Suplentes: Igor Araújo, Filipe Cardoso, Deivison, Joel Vital, Jaime Simões, Rodrigo António, Bonani.
Treinador: Ricardo Soares.

- Penafiel: Luís Ribeiro, Coronas, Felipe Machado, João Paulo, Paulo Henrique, Rafa Sousa, Romeu Ribeiro, Yuri Araújo, Ludovic (Márcio Machado, 90), Alan Schons, Pires (Ronaldo, 45).
Suplentes: Leo, Vini, Leandro, Ronaldo, Alfredo, Jeferson, Márcio Machado.
Treinador: Miguel Leal.

Árbitro: Nuno Almeida (AF Algarve).
Ação disciplinar: cartão amarelo a João Paulo (23), Rafael Sousa (50), Coronas, (86).

Assistência: cerca de 400 pessoas.

segunda-feira, 28 de outubro de 2019

ALGUNS CANDIDATOS PERDERAM TRÊS PONTOS

Clica na imagem
   Nesta jornada não só o FC Penafiel perdeu pontos, mas como várias equipas candidatas à subida de divisão. A maior surpresa foi a derrota do Feirense em sua casa com a equipa do Mafra, equipa esta que o FC Penafiel venceu no 25 de abril. Outros emblemas candidatos assumidos que foram derrotados foram o Chaves em Varzim, o Leixões no Farense e o Nacional no Benfica B.

  Quanto à classificação a Académica continua atrás da equipa rubro negra e com um jogo a mais, o Feirense tem os mesmos pontos que a Académica e por isso também está atrás dos rubro negros.
 O FC Penafiel encontra-se no nono lugar a 8 pontos dos lugares de subida mas com um jogo a menos, jogo este que será com o Feirense no 25 de abril a 16 de Novembro.
  Nos lugares cimeiros encontram-se o surpreendente Covilhã e o Farense candidato assumido à subida de divisão. O Nacional da Madeira encontrava-se na liderança mas a derrota no Seixal colocou-o na terceira posição.

  Os próximos três embates dos penafidelenses serão importantes para saber se andaremos na parte de cima da tabela, pelo meio ou até pelo fundo, pois por exemplo o 15.º classificado está apenas a três pontos do FC Penafiel. Convém amealhar pontos nestes jogos, e se possivel com vitórias, pois com empates ficamos longe dos primeiros lugares e ficamos mais próximos dos lugares de descida. Andar da perna é preciso e o mais rápido possível. FORÇA EQUIPA
  
  

domingo, 27 de outubro de 2019

EMPATE A ZERO BOLAS COM A BRIOSA

O jogo em casa neste fim de semana ditou um nulo com a equipa da Briosa numa partida fraca de início ao fim.
 Na primeira parte quase não houveram ocasiões de golo por ambas as equipas a não ser um cabeceamento de Rafa, em boa posição de marcar e sem oposição mandou o esférico ao lado, e também um remate de Pires depois de um cruzamento de Ludovic sendo estas as melhores oportunidades de golo.
  Depois de uma primeira parte fraca, esperava-se outra atitude no segundo tempo, mas ainda se tornaram nuns 45 minutos piores que os primeiros. 
 Na início da segunda parte Miguel Leal fez a sua segunda substituição entrando Romeu Ribeiro em vez de Capela sendo que no primeiro tempo houve uma alteração forçada, Inácio lesionou-se e entrando para seu lugar Paulo Henrique. A alteração operada não resultou e o meio campo penafidelense nunca serviu em condições os homens mais dianteiros.
 Foi uma segunda parte paupérrima e só com a entrada de Alfredo a 10 minutos do fim a equipa aproximou-se mais da baliza contrária e até quase marcou por intermédio de Yuri num cabeceamento quase no final do encontro.
  Foi uma partida fraca por parte do FC Penafiel ainda pior do que tinha acontecido no jogo com o Gil Vicente. 
  É certo que tem havido muitas lesões mas não pode ser desculpa para tudo. Não tem havido fio de jogo, não há um médio que crie desequilíbrios na parte ofensiva, não havendo nenhum no plantel à exceção de Vasco Braga, mas que ainda na pré época lesionou-se, uma lesão para longos meses e não havendo um substituto para este lugar. Na defesa tem havido várias lesões, não havendo uma consistência neste setor. Os jogadores atacantes são os que têm dado mais nas vistas com Yuri, Ludovic e Pires a serem quase sempre os melhores em campo ao lado do guarda redes Luís Ribeiro que tem feito grandes defesas.
O próximo jogo é frente ao Covilhã, equipa sensação da liga, que ocupa juntamente com o Farense o primeiro lugar da classificação e obviamente não será tarefa fácil.

Jogo no Estádio 25 de Abril, em Penafiel.
Penafiel - Académica, 0-0.

- Penafiel: Luís Ribeiro, Pedro Coronas, João Paulo, Felipe Macedo, Inácio (Paulo Henrique, 35), Rafa Sousa, Ludovic, Alan Schons (Alfredo, 79), Capela (Romeu Ribeiro, 46), Yuri Araújo e Pires.
(Suplentes: Filipe, Vini, Paulo Henrique, Romeu Ribeiro, Leandro, Alfredo e Ronaldo Tavares).
Treinador: Miguel Leal.

- Académica: Mika, Mike, Zé Castro, Silvério (Arghus, 46), Mauro Cerqueira, Ricardo Dias, Marcos Paulo, Leandro (João Mendes, 46), Barnes Osei, Djousse (Hugo Almeida, 71) e Ki.
(Suplentes: Tiago Pereira, Arghus, João Mendes, Filipe Chaby, Traquina, Romário e Hugo Almeida).
Treinador: César Peixoto.

Árbitro: Manuel Oliveira (AF Porto).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Rafa Sousa (41), Arghus (56) e Ricardo Dias (86).

Assistência: Cerca de 350 espetadores.

  

sexta-feira, 25 de outubro de 2019

MUDAR O CHIP PARA O CAMPEONATO

O FC Penafiel amanhã volta aos jogos do campeonato e a tarefa não será fácil, pois o adversário é a Académica, equipa que vem de uma boa fase de resultados com três vitórias consecutivas. Os rubro negros pelo contrário vêm de três derrotas a contar para as taças.
 Mesmo assim a equipa penafidelense é favorita, está a jogar em casa, estamos à frente dos academistas na tabela classificativa e com um jogo a menos.
  A estatística diz também que somos favoritos, nos últimos 10 encontros com a Académica no 25 de abril o FC Penafiel venceu seis, empatou quatro e não tem nenhuma derrota. A Académica costuma ter vida dificil em Penafiel e é preciso recuar ao ano de 1994 para ver a última vitória da Briosa no 25 de abril.
  As taças estão ultrapassadas e agora é preciso mudar o chip para o campeonato. Vencer é palavra de ordem, pois uma vitória colocará os rubro negros no lote das equipas da parte de cima da tabela classificativa e com um jogo a menos que a maior parte dos adversários.
 Temos que jogar concentrados na defesa, raça no meio campo e eficazes na frente. FORÇA EQUIPA


segunda-feira, 21 de outubro de 2019

E LÁ SE FOI A TAÇA DE PORTUGAL

  Os rubro negros não conseguiram continuar em prova na taça de Portugal sendo eliminados pelo Gil Vicente no 25 de abril por 0-2, com os golos a serem marcados um em casa parte.
  O jogo até começou equilibrado com as duas equipas a chegarem à baliza contrária, mas sempre sem grande perigo para os guarda redes.
  Aos 36 minutos aconteceu o primeiro golo da partida, com Vini a travar um adversário dentro da área e com Artur Soares Dias a marcar grande penalidade. Sandro Lima não desperdiçou e fez o primeiro da partida. Miguel Leal não esperou pelo intervalo, retirou Romeu Ribeiro e colocou Ronaldo Tavares ao lado de Pires. A jogar com dois pontas de lança a equipa não melhorou e o melhor que fez foi um remate de Alan Schons aos 64 minutos à barra, remate que poderia dar o empate e tudo mudar, mas assim não aconteceu.
  Aos 76 minutos o Gil Vicente sentenciou a partida marcando o segundo golo, passividade da defesa penafidelense e alguma sorte num ressalto, Claude Gonçalves bateu Luís Ribeiro.
  Muito tardiamente Miguel Leal fez entrar Alfredo e Márcio aos 84 e 87 minutos, mas o resultado já estava feito.
  Depois da vitórtia tremida com o Mortágua aconteceram três derrotas com equipas da primeira liga em jogos a contar para as taças. Podia ser pior e podia ser bastante melhor, o que conta para a história são três derrotas em jogos que se podia ter dado mais. 
  Nesta eliminatória houveram muitas surpresas na taça de Portugal, mas o FC Penafiel não foi uma das equipas que surpreendeu.
  Resta-nos agora o campeonato. com um jogo da taça da liga pelo meio que não irá contar para as contas...
  O próximo adversário é a Académica de Coimbra, equipa que eliminou o Portimonense, chegando assim a Penafiel motivada por uma boa vitória. 
  É preciso mudar o "chip" e os jogadores penafidelenses juntamente com a equipa técnica trabalharem mais afincadamente para que em campo haja mais raça, não haja tanta passividade na defesa, no meio campo haja ideias de jogo  e na frente de ataque eficácia. 
  Com a Académica é preciso vencer. Força equipa

Jogo no Estádio 25 de Abril, em Penafiel.
Penafiel - Gil Vicente, 0-2.
Ao intervalo: 0-1.

Marcadores:
0-1, Sandro Lima, 36 minutos (grande penalidade).
0-2, Claude Gonçalves, 76.

Equipas:
Penafiel: Luís Ribeiro, Pedro Lemos, João Paulo, Vini, Inácio Santos, Romeu Ribeiro (Ronaldo Tavares, 38), Rafa Sousa, Alan Schons (Alfredo, 87), Ludovic, Pires e Yuri Araújo.
(Suplentes: Filipe Ferreira, Felipe Macedo, Paulo Henrique, Ronaldo Tavares, Alfredo e Márcio Santos).
Treinador: Miguel Leal.

Gil Vicente: Denis, Fernando Fonseca, Nogueira, Rúben Fernandes, Henrique, Soares, Kraev (Samuel Lino, 73), Claude Gonçalves, Yves Baraye, Sandro Lima (Zakaria Naidji, 79) e Lourency (Leonardo, 73).
(Suplentes: Bruno Diniz, Alex Pinto, Arthur, Leonardo, Samuel Lino, Zakaria Naidji e Juan Villa).
Treinador: Vítor Oliveira.

Árbitro: Artur Soares Dias (AF Porto).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Romeu Ribeiro (04), Nogueira (16), Henrique (22), Vini (35), Baraye (54) e Inácio Santos (90).

Assistência: Cerca de 350 espetadores

terça-feira, 15 de outubro de 2019

CONTAS APROVADAS E SITE OFICIAL APRESENTADO

Ontem na assembleia geral do FC Penafiel os associados tiveram oportunidade no início da assembleia de conhecer as instalações do clube. António Gaspar Dias fez uma visita guiada aos balnearios,  departamento médico e afins. As instalações estão agora renovadas com fotografias e frases de apoio tanto nos balnearios como nos corredores ficando muito bonito.

 Depois na assembleia o novo site do FC Penafiel foi apresentado, estando já operacional, faltando apenas alguns pormenores que ao longo do tempo se irão compor. É um site simples mas de fácil acesso, com todas as informações necessárias para os adeptos, podendo por exemplo fazer-se associado do FC Penafiel pela página. Era um compromisso já antigo desta direção mas que só agora foi executado.

  Quanto às contas relativas à época passada foram aprovadas por unanimidade pelas cerca de duas dezenas de associados presentes. O saldo é positivo com cerca de 15 mil euros, mais 13 mil que no ano passado por exemplo.

  Não há dívidas ao fisco, não há dividas à segurança social nem a fornecedores, coisa rara no futebol português.

  Os assuntos de mais relevo foram estes e a assembleia geral correu de forma pacífica como é seu apanágio. 

  Só de notar que as assembleias gerais têm estado mais concorridas que em anos anteriores, pois lembro me que em muitas assembleias de há 10 anos para cá, muitas das vezes estavam presentes três ou quatro associados. Ontem estiveram num número razoável , mas muito poucos para a grandeza do nosso clube.

segunda-feira, 14 de outubro de 2019

IANCU VASILICA O HOMEM DO JOGO

O que poderia ser um bonito derbi entre duas equipas vizinhas e uma vitória penafidelense foi uma partida em que um único homem foi o protagonista do encontro. Já não se assistia a uma arbitragem tão vergonhosa no estádio 25 de abril como a que aconteceu ontem. Iancu Vasilica esteve mal de início ao fim e sempre a prejudicar o FC Penafiel. Só não sabemos como foi capaz de expulsar um jogador do Paços de Ferreira... E que não era o único a ser expulso, pois foi preciso treinador Pepa retirar pelo menos dois jogadores da equipa para não serem expulsos, coisa que o árbitro da partida devia ter feito. Faltas e faltinhas sempre a favor da equipa pacense e dois penaltis que enfim... Uma vitória penafidelense deixava tudo em aberto para os rubro negros chegarem ao terceiro jogo com possibilidade de entrar na final four, deixando o Paços sem possibilidades disso, mas Iancu Vasilica assim não quis.
 Falando do jogo, o FC Penafiel defrontava uma equipa de primeira liga, mas isso não se notou em campo, os rubro negros foram superiores apesar das adversidades, muitos lesionados e o exemplo disso é que Romeu Ribeiro teve de jogar a defesa central.
 Mesmo assim os penafidelenses foram os primeiros a marcar na primeira parte através de Yuri, num grande remate de meia distância. Depois do golo aos 17 minutos, a equipa de arbitragem entrou em destaque. Yuri e Ludovic  foram um quebra cabeças  para os pacenses e Alfredo deu que fazer aos centrais adversários. Na segunda parte os jogadores penafidelenses estiveram melhor em campo fazendo perder a cabeça de alguns jogadores do Paços de Ferreira, mas mesmo assim muitos cartões ficaram no bolso do árbitro. Os golos de penalti foram marcados aos 49 e 84 minutos pela equipa adversária, em alturas do jogo em que a equipa de Miguel Leal estava por cima no encontro.
 Foi um resultado injusto, distorcido pelo árbitro da partida, restando apenas dar os parabéns aos nossos jogadores que foram grandes. Terminou assim o sonho de o FC Penafiel ir a uma final four faltando agora apenas um jogo nesta competição apenas para cumprir calendário para as duas equipas, Marítimo e Penafiel.

O Penafiel alinhou com Luís Ribeiro, Pedro Lemos, João Paulo, Felipe Macedo (Romeu Ribeiro), Paulo Henrique, Rafa, Alan Schons (Inácio), Capela, Ludovic, Yuri e Alfredo (Ronaldo Tavares).
Suplentes não utilizados: Filipe Ferreira, Ruster, Márcio e Pires.


quarta-feira, 9 de outubro de 2019

OS PENAFIDELENSES ESTIVERAM PRESENTES, MAS DOMINGO HÁ MAIS

  No jogo com o Braga os penafidelenses estiveram presentes nas bancadas do 25 de abril, criando um grande ambiente no nosso estádio. A  equipa visitante era o Braga e os penafidelenses que estiveram no estádio não estavam divididos e apoiavam o nosso clube com certeza. Domingo no jogo com o Paços de Ferreira esperemos que também apareçam, para criar novamente um bom ambiente. 
  O Paços de Ferreira não se encontra bem no campeonato, está na zona de descida com apenas 4 pontos e poderá ser um adversário bem mais ao nosso alcance que o SC Braga. 
 O apoio vindo das bancadas será obviamente importante e os penafidelenses têm de voltar de dizer sim ao apelo dos jogadores e mister Miguel Leal. 
  Para quem não é sócio do FC Penafiel, convém dizer que a quota mensal é de 7,5€, até aos 12 anos não se paga, e dos 12 aos 18 apenas se paga 1 euro. Que estão à espera os penafidelenses de se fazerem sócios do clube !? É O CLUBE DA NOSSA TERRA

terça-feira, 8 de outubro de 2019

DOIS GOLOS AO ABRIR A PARTIDA DEITOU TUDO A PERDER

  O FC Penafiel perdeu ontem o seu primeiro jogo da fase de grupos da taça da liga, derrota esta no 25 de abril com o SC Braga por 1-3. 
 O jogo começou muito mal para os rubro negros, pois no primeiro minuto os bracarenses marcaram fazendo o 0-1 numa jogada com uma mistura de sorte à mistura, já que Rui fonte aproveitou um ressalto dentro da área.
 O 0-2 aconteceu aos 16 minutos através de Pablo Santos, outro golo dentro da área em que novamente depois de alguns ressaltos e uma defesa permissiva o jogador desferiu um remate potente não dando hipótese a Luís Ribeiro.
  A equipa de Miguel Leal tentou lançar-se no ataque e ainda conseguiu chegar à baliza dos minhotos mas sem grande perigo.
  Na segunda parte o Braga marcou novamente aos 67 minutos num contra ataque bem delineado finalizado por Ricardo Horta. Volvidos 5 minutos Alan Schons reduziu para 1-3. O brasileiro que entrara em campo 10 minutos antes fazia assim gosto ao pé na sua segunda partida oficial pelo FC Penafiel. 
 Miguel Leal na segunda parte ainda colocou Ronaldo e Alfredo mas talvez as substituições foram um pouco tardias. Mas também é preciso, se o Penafiel se lança-se para o ataque, este jogo poderia virar uma goleada, pois Sá Pinto colocou em campo uma equipa cheia de boas individualidades, jogando com os seus principais jogadores.
 1-3 foi o resultado final e ajusta-se devido à diferença de qualidade entre os emblemas. Mesmo assim os jogadores penafidelenses deram tudo por tudo e isso é que interessa, novamente uma palavra para Luís Ribeiro que esteve muito bem na baliza, fazendo defesas brilhantes.
Há que levantar a cabeça, pois jogamos cara a cara com o adversário e lutamos por um resultado positivo.
  O próximo adversário é o Paços de Ferreira já no próximo domingo, jogo também a contar para a taça da liga.

O FC Penafiel alinhou neste jogo com: Luís Ribeiro, Capela, João Paulo, Felipe, Inácio, Romeu Ribeiro, Rafa (Alan 63'), Yuri (Alfredo 89'), Gleison (Ronaldo 69') e Pires.
Suplentes não utilizados: Leo, Leandro, Paulo Henrique e Márcio.

segunda-feira, 7 de outubro de 2019

É PRECISO DIZER SIM, ESTANDO PRESENTE NO 25 DE ABRIL

  Miguel Leal numa entrevista pediu o apoio dos penafidelenses para o encontro de hoje à noite e as gentes de Penafiel não podem dizer não.
 O adversário é o SC Braga um dos emblemas fortes do nosso país, mas não é por isso que o FC Penafiel deve-se dar como derrotado.
 Temos uma boa equipa e obviamente tudo faremos para vencer o jogo. Estamos a jogar em casa e uma vitória é possível e por isso o técnico penafidelense pediu o apoio aos penafidelenses.
 O jogo está marcado para as 20.15 não havendo desculpa para não estar presente no estádio. É PRECISO APOIAR O CLUBE DA NOSSA TERRA. FORÇA EQUIPA

segunda-feira, 30 de setembro de 2019

A FESTA DA TAÇA

O FC Penafiel venceu ontem o Mortágua por 2-3 no campo da Gandarada e seguiu em frente na taça de Portugal. 
 Não foi um jogo fácil e os rubro negros até estiveram perto de ser eliminados, pois o FC Penafiel só conseguiu o golo do empate aos 92 minutos por João Paulo, forçando o prolongamento.
  Miguel Leal para este jogo colocou um onze de jogadores menos utilizados, colocando em campo apenas dois habituais titulares (Gleison e Romeu Ribeiro.)
  A equipa penafidelense sentiu dificuldades perante uma equipa aguerrida e que sabe jogar à bola, estando muitas vezes melhor que os rubro negros durante a partida. 
  Só a partir dos 75 minutos é que o FC Penafiel começou a tomar por completo conta do jogo, já com Ludovic e Yuri dentro das quatro linhas, jogadores que vieram dar outra alma ao ataque penafidelense. 
 Curiosamente na melhor altura dos penafidelenses aos 85 minutos o Mortágua marcou e pensava-se que o FC Penafiel iria ser eliminado. Mas numa bola parada o "gigante" João Paulo restabeleceu a igualdade levando o jogo para prolongamento.
  No reatamento do jogo numa jogada de Ludovic pela direita Ronaldo fez o 2-1 para os rubro negros num golo de cabeça. 
  Com os jogadores do Mortágua a sentirem dificuldades físicas tudo se tornou mais fácil e o FC Penafiel dilatou a vantagem por intermédio de Pires aos 114 minutos, depois de uma jogada e assistência de Yuri.
  Os jogadores do Mortágua ainda arranjaram forças para marcar um golo a três minutos do fim mas o resultado fixou-se em 2-3 para os penafidelenses.
  Foi preciso suar muito e meter em campo a "artilharia" para levar de vencida esta equipa. Uma palavra para Luís Ribeiro na baliza que esteve muito bem, salvando várias ocasiões de golo, para Ludovic e Yuri que revolucionaram a dinámica da equipa e claro para João Paulo que marcou o golo do empate no tempo regulamentar.
  Foi um verdadeiro jogo de taça, mas que a sorte sorriu teoricamente à equipa mais forte.
  Esperemos pelo próximo adversário e seja ele qual for, é preciso entrar com mais atitude em campo, uma atitude de querer vencer o encontro desde o início da partida.
  A próxima eliminatória está marcada para dia 20 de Outubro, só falta o adversário.

O FC Penafiel alinhou neste jogo com: Luís Ribeiro, Capela, João Paulo, Leandro, Paulo Henrique, Romeu Ribeiro, Alan, Gleison, Márcio, Ruster e Ronaldo. Entraram ainda Yuri, Ludovic, Pires. No prolongamneto ainda entrou também Alfredo.


quarta-feira, 18 de setembro de 2019

CADA VEZ MENOS GENTE NO 25 DE ABRIL

Clica na imagem
  Neste último jogo no 25 de abril  pelos dados da liga estiveram 363 espetadores, número bem abaixo da média dos outros emblemas do segundo escalão. Isto para não falar dos 240 espetadores do penúltimo jogo em casa com o Cova da Piedade.
  Em Penafiel de uma vez por todas não se vive futebol, apenas se vive três clubes de Portugal, sendo que tanto é, que pessoas no jogo perguntaram porque marcaram o Penafiel -Mafra à hora do Portimonense - Porto... Mas os outros clubes seja ele qual for tem que marcar os jogos a pensar nos jogos dos ditos três grandes ??? É esta a mentalidade que temos em Portugal e em Penafiel. Felizmente quem perguntou preferiu ver o FC Penafiel de que qualquer jogo na televisão, mas a maior parte dos penafidelenses não pensa assim... Os penafidelenses e portugueses não têm uma cultura desportiva como no resto da Europa. O que importa aos portugueses é falar de arbitragens e gozar os amigos que são da equipa adversária quando perde, enquanto que no resto da Europa cada pessoa apoia o clube da sua terra, estando sempre os estádios cheios. É por isso que seremos sempre um país pequenino.
  Os rubro negros ocupam o penúltimo lugar na média de espetadores, sendo que o último é o Casa Pia, equipa que nem joga no seu estádio. Mas ainda há dois emblemas que jogam fora do seu campo e têm melhor média que o FC Penafiel, casos de Oliveirense e Vilafranquense. Esta média é tão má que os seis primeiros desta tabela têm 5 e 6 vezes mais espetadores que o FC Penafiel. 
  É preciso fazer muito mais, mas mesmo muito mais para termos pessoas no estádio 25 de abril e acompanhar a equipa nos jogos fora.
  É preciso haver novas ideias para captar adeptos, e é preciso estar mais presente na vida do clube. Todos os penafidelenses têm a sua quota parte de culpa. É PRECISO MAIS DE TODOS.